O que é Mercado Futuro e Como Funciona na B3
|

O que é Mercado Futuro e Como Funciona na B3

Investir no Mercado Futuro oferece uma série de oportunidades para a diversificação, proteção e lucros.

Por
Atualizado em 28/05/2020

De maneira geral, o Mercado Futuro permite ao investidor especular no mercado financeiro ou realizar operações para fins de proteção (hedge de carteira).

Existe na Bolsa de Valores outro tipo de mercado que pode ser tão lucrativo quanto o Mercado de Ações, é o Mercado Futuro.

Nele é possível ganhar com a alta ou a baixa de um determinado ativo e aumentar os seus lucros.

O mercado futuro movimenta o maior volume financeiro de negociações do Brasil.

Nele é possível comprar e vender contratos futuros de commodities, moedas, índices, juros e ações.

Os contratos futuros são ferramentas muito versáteis que atendem diferentes perfis de investidores e seus interesses distintos.

No mercado futuro é possível especular o futuro de certos ativos tanto para ganhar com as oscilações, como para proteger o capital da volatilidade.

Então, você está pronto para entender como funciona o Mercado Futuro?

Leia até o final e saiba como utilizá-lo a favor do seu dinheiro.

O que é Mercado Futuro

O Mercado Futuro é um ambiente dentro da Bolsa de Valores, onde são negociados contratos de compra e venda de ativos que só serão concretizados no futuro.

Através de contratos futuros os participantes se comprometem a comprar ou vender em data futura certa quantidade de um ativo por um preço pré-determinado.

Dessa forma, é possível ao investidor ganhar com a alta ou baixa de um determinado ativo, seja ele uma commodity, uma moeda, um índice ou mesmo uma ação.

Assim como o valor de uma ação no mercado acionário, o valor dos contratos oscila de acordo com a oferta e demanda.

Na prática, você não compra o ativo em si, como sacas, arrobas e dólares, mas sim, o direito sobre as oscilações do seu valor.

Se você comprar na baixa e vender na alta ganha, se fizer o contrário terá que arcar com as perdas.

São sobre essas variações nos preços que o Mercado Futuro funciona.

Banner will be placed here

Como funciona o Mercado Futuro

O mercado futura funciona com a compra e venda de contratos futuros de determinado ativo.

Nele, o investidor se compromete a comprar ou vender o ativo objeto do contrato na data de vencimento a um preço pré-definido.

Esse ativo pode ser commodities, como café, milho, boi gordo, ouro, moedas como dólar e euro, índices, como Ibovespa, S&P500, entre outros.

É importante frisar que nesse tipo de contrato, não é negociado o ativo em si, mas a expectativa de valorização ou desvalorização dele. 

Dito isso, há diferentes formas de lucrar com o Mercado Futuro. Você pode apostar tanto na alta quanto na baixa de um ativo.

Quando você compra, estará operando na posição “comprado”. Assim, lucra com a alta na cotação do ativo e perde quando há queda no preço.

Você pode também vender um ativo e operar “vendido”. Dessa forma, quanto mais o valor do ativo cair, melhor.

Cada contrato negociado no Mercado Futuro tem um “lote mínimo” que representa a quantidade negociada daquele ativo e um código de negociação utilizado para comprar e vender pelo Home Broker

Os compromissos de compra e venda no mercado futuro são ajustados diariamente.

A cada dia que passa, a Bolsa de Valores Brasileira (B3) faz os ajustes diários apurando as perdas e ganhos, creditando ou debitando o prejuízo na conta dos investidores.

Podemos resumir a dinâmica do mercado futuro em 3 etapas:

  1. Compra ou venda do ativo
  2. Ajuste diário
  3. Vencimento do contrato ou encerramento antecipado

Conceitos do Mercado Futuro

No mercado futuro existem alguns termos que o investidor deve conhecer antes de investir. São eles:

Contrato futuro

Um contrato futuro é um compromisso assumido de comprar ou vender determinado ativo em uma data futura específica a um determinado preço. 

O contrato futuro caracteriza-se por:

  • Ajuste diário;
  • Elevada liquidez;
  • Negociação transparente em bolsa de valores;
  • Possibilidade de encerramento a posição em qualquer momento. 

Ajuste diário

O ajuste diário é um mecanismo utilizado pela bolsa como proteção e controle de risco dentro do Mercado Futuro.

Todos os dias a bolsa debita ou credita os ajustes financeiros decorrentes da variação dos contratos futuros posicionados.

O valor do ajuste é calculado da média ponderada dos últimos negócios antes do fechamento do pregão. 

Margem de Garantia

O mercado futuro opera com um sistema de margens de garantia.

Ao comprar ou vender um contrato futuro, não é necessário ter todo o montante financeiro da operação, basta oferecer uma garantia equivalente a uma parte do valor total negociado.

Essa margem é obrigatória para todas as operações e seus valores variam de acordo com o contrato escolhido, cheio ou minicontrato, e da volatilidade geral do preço do contrato. 

Mini Contrato

Com o objetivo de dar acesso ao pequeno investidor aos mercados futuros, foram criados os mini contratos futuros.

Estes são contratos futuros que movimentam quantidades menores do que os contratos cheios. 

Alavancagem

A alavancagem é um mecanismo que permite aos especuladores e investidores movimentarem um capital maior do que se tem disponível para as operações.

No mercado futuro a alavancagem permite que se façam aportes em contratos de preço mais elevado sem, necessariamente, dispor de todo valor em conta.

Para isso, basta que o investidor tenha somente a margem de garantia. 

Limites de Oscilação

Limite de oscilação é um dos mecanismos que a B3 tem para reduzir o risco dos contratos futuros e proteger os investidores de variações excessivas do preço de determinado ativo.

Cada contrato possui percentuais máximos de flutuação de preços calculado sobre o preço de ajuste do dia anterior, conforme tabela abaixo:

CONTRATOS% OSCILAÇÃO MÁXIMA
Boi Gordo3,5%
Milho5%
Café9%
Índice S&P 5007%
Índice Ibovespa10%
Dólar6%

Por que investir no Mercado Futuro

Investir no Mercado Futuro oferece uma série de oportunidades:

  • Diversificação do portfólio;
  • Proteção do patrimônio;
  • Possibilidade de boa rentabilidade no curto prazo.

Outro ponto favorável ao mercado futuro é a facilidade de realizar as operações a partir do home broker e a liquidez.

Basicamente, encontramos dois tipos de investidores no mercado futuro: os hedgers e os especuladores.

Os hedgers são investidores que procuram proteção (hedge de carteira).

Para isso, constroem operações que possam oferecer proteção contra a volatilidade dos ativos.

Moedas e commodities, tais como dólar e ouro normalmente são ativos descorrelacionados e entram em alta ou continuam estáveis quando crises acontecem. 

Um caso clássico de proteção oferecida pelo mercado futuro são o dos produtores agrícolas.

Por receio em relação ao preço de suas mercadorias no futuro, recorrem ao mercado futuro para assegurar um valor justo de venda.

Mas nem todas as pessoas que estão no mercado futuro são produtores, importadores e exportadores. Na verdade, eles são a minoria. 

Outro exemplo comum são os investidores que buscam garantir o preço do dólar para suas viagens ou compras no exterior.

Assim, se acredita que a cotação atual está boa, o investidor compra contratos futuros do dólar, garantindo o preço do momento.

Outra parte dos que estão no mercado futuro são os que estão especulando a alta ou baixa para lucrar durante as oscilações de preços.

No entanto, é importante que o investidor tenha conhecimento dos riscos de especular no Mercado Futuro.

Assim como existe a possibilidade de ganhar um bom dinheiro, é possível também ter perdas elevadas.

Para evitar se expor a riscos desnecessários, procure por operações de acordo com o seu perfil de investidor. Faça aqui o teste de perfil online.

Onde Investir na Bolsa? Baixe a Lista de 3 Ações para Investir Agora”.

Como Investir no Mercado Futuro

As operações no Mercado Futuro são realizadas a partir da plataforma de uma instituição financeira (Home Broker).

Para investir em contratos futuros não é preciso ter todo o dinheiro, apenas uma margem de garantia

Ela serve como uma espécie de “caução” para garantir que o investidor será capaz de arcar com as oscilações de mercado.

Essa margem varia de acordo com o tipo de contrato, ficando em torno de 3 a 16% do valor da operação.

Algo interessante do mercado futuro é que essa margem de garantia não precisa ser necessariamente dinheiro. Ela pode estar em outros ativos financeiros, como CDBs, ações ou mesmo títulos públicos.

Cada tipo de produto negociado no mercado futuro possui suas peculiaridades em relação ao lote mínimo, cotação, margem de garantia e vencimento.

Do mesmo modo que as ações, cada contrato futuro possui um código de negociação que deverá ser digitado no seu Home Broker para comprar e vender um contrato futuro.

As 3 primeiras letras do código indicam qual é o ativo

Os códigos para os principais contratos da Bolsa são:

ContratoCódigo
IbovespaIND
Minicontrato IbovespaWIN
S&P 500ISP
DólarDOL
Minicontrato dólarWDO
Boi GordoBGI
MilhoCCM
CaféICF

Cada contrato futuro também possui uma data de vencimento, sendo que para um mesmo ativo existem diversos contratos com vencimentos diferentes.

Dentro do código de negociação, a data de vencimento é indicada pela última letra (que demonstra o mês) e pelos 2 últimos números (que representam o ano).

Veja abaixo a letra de referência de cada mês:

Mês VencimentoLetra
JaneiroF
FevereiroG
MarçoH
AbrilJ
MaioK
JunhoM
JulhoN
AgostoQ
SetembroU
OutubroV
NovembroX
DezembroZ

Por exemplo, o ISPZ20, representa o contrato de Índice S&P 500 (indicado pelas letras ISP) com vencimento para dezembro (indicado pela letra Z) de 2020 (indicado pelo número 20). 

Confira passo a passo as etapas para investir no Mercado Futuro:

Passo 1. Descubra seu Perfil de Investidor

Antes de começar a investir, é essencial fazer o Teste de Perfil de Investidor para descobrir os riscos que está disposto a correr em função da rentabilidade.

Sabendo o seu perfil, saberá quais os investimentos que melhor se encaixam nas suas características e objetivos.

Passo 2. Escolha uma Corretora e abra sua conta

Para operar no mercado futuro, é necessário ter conta em uma corretora de valores.

Investir em corretoras independentes é mais vantajoso do que investir pelo banco.

Nas Melhores Corretoras de Valores as taxas são mais baixas e o leque de opções de investimentos é maior.

Muitas delas disponibilizam a abertura de conta pela internet, direto no site da corretora.

Passo 3. Selecione o Contrato Futuro que Investirá

Cada tipo de contrato futuro apresenta características únicas. Escolha aquela que mais se adequa aos seus objetivos.

Considere a estratégia de investimento, o tempo, rentabilidade, risco, valor a ser investido, etc. 

Passo 4. Transfira o Dinheiro

Faça uma transferência da sua conta corrente para a sua conta da corretora.

Não se esqueça de que a transferência só pode ocorrer entre contas sob a mesma titularidade (mesmo CPF). 

Passo 5. Faça a Aplicação

Abra o Home Broker e invista no contrato escolhido. 

Passo 6.  Aguarde o momento para sacar

Feito o investimento, acompanhe a evolução das cotações para agir no momento certo e conseguir alcançar bons resultados.

Principais Contratos do Mercado Futuro

Os contratos futuros abrangem uma série de ativos e índices que atendem a diferentes tipos de investidores.

Os futuros são basicamente de quatro grandes segmentos: juros, moedas, índices e commodities.

Lembre-se que no mercado futuro você não precisa ter o dinheiro integral do contrato, apenas uma margem de garantia que varia em torno de 16% do valor total.

O que é Mercado Futuro e Como Funciona na B3
Exemplos de contratos futuros negociados na B3. Fonte: B3

Entenda melhor as características de cada um dos principais contratos futuros negociados na B3 (Bolsa, Brasil, Balcão): 

Boi Gordo

Ao negociar o contrato futuro de Boi Gordo (BGI), você estará negociando uma certa quantidade de Carne Bovina.

O lote mínimo de 1 contrato representa 330 arrobas de carne bovina (4.950 kg).

O contrato tem vencimento todo último dia útil do mês.

Café Arábica

Um contrato de café equivale a 100 sacas de 60 kg (6 toneladas).

Seu vencimento é no 6º dia útil anterior ao último dia útil nos meses de março, maio, julho, setembro e dezembro.

Milho

O lote mínimo do contrato do milho equivale a 450 sacas de 60 kg ou 27 toneladas de milho.

O vencimento ocorre sempre no 15º dia útil de cada mês.

Dólar 

O dólar é um dos principais contratos negociados no Mercado Futuro.  Investir neste contrato permite tanto aproveitar as variações cambiais quanto como mecanismo de hedge.

Há dois tipos de contratos futuros de dólar: o dólar cheio e o mini dólar, que vencem sempre no 1º dia útil de cada mês.

O lote mínimo de dólar cheio é de 5 contratos e cada um valendo US$ 50 mil.

Para o dólar mini o lote mínimo é de 1 contrato com cotação de US$ 10 mil. 

Índice Bovespa

O Índice Bovespa (Ibovespa) é o principal indicador de desempenho da Bolsa de Valores brasileira.

Assim como o mercado futuro de moeda, os índices operam em índice cheio (IND) e mini índice (WIN).

No índice cheio o lote mínimo é de 5 contratos e cada contrato equivale a R$ 1 multiplicado pelos pontos do Ibovespa.

Ou seja, se o índice está em 70.000 pontos, o lote mínimo vale R$ 70 mil.  

Já no minicontrato futuro de Ibovespa cada ponto representa R$0,20 e o lote mínimo possui 1 contrato. 

S&P 500 

O índice Standard & Poors (Índice S&P 500) representa a oscilação das 500 maiores empresas dos Estados Unidos.

O lote padrão no mercado futuro é de 1 contrato com cada ponto correspondendo  US$ 50.

Contrato futuro de ações

O Contrato Futuro de ações possibilita a especulação sobre o preço futuro de uma determinada ação.

Neste caso, você não estará adquirindo uma cota das empresas em si, mas sim apostando na valorização ou queda do seu preço.

Ouro

Cada contrato de Ouro Futuro equivale à negociação de 250 gramas de ouro no lote padrão (OZ1D).

O ouro pode ser negociado em lotes padrão e fracionário. 

Já o contrato fracionário (OZ2D) negocia 10 gramas de ouro. 

Mercado Futuro de Ações x Mercado de Ações

Investir no mercado futuro de ações é diferente de investir em ações do modo convencional.

Ao investir em ações, é possível adotar a diferentes estratégias.

No day trade se busca lucrar com as variações de preço no curto prazo.

Já no buy and hold, o foco é no longo prazo, na compra de ações de empresas com bons fundamentos.

Para comprar um lote de ações no mercado acionário o investidor precisa desembolsar a quantia exata.

Ou seja, para adquirir um lote de 100 ações pelo valor de R$10 cada uma, o investimento será, obrigatoriamente, de R$ 1 mil.

Já o Futuro de Ações é um mercado mais especulativo. Nele não se compra a ação propriamente, se aposta na expectativa de valorização ou queda do papel.

Para negociar no mercado futuro de ações não é necessário todo o dinheiro, somente de uma porcentagem para garantir a operação

Essa margem de garantia pode ser em dinheiro ou em outros ativos investidos no mercado financeiro.

Em ambos os mercados o valor oscila de acordo com a “oferta e demanda”

A principal diferença é que no mercado futuro você não “paga” nem “recebe” pelo valor dos contratos que está operando.

O investidor apenas arca com as oscilações do contrato, seja recebendo os ganhos ou pagando pelas perdas na forma do “Ajuste Diário” de posição.

No Mercado de Ações, para “realizar o lucro” ou o prejuízo, é necessário vender as suas ações. 

Onde Investir na Bolsa? Baixe a Lista de 3 Ações para Investir Agora”.

Vantagens do Mercado Futuro

O mercado futuro oferece diferentes possibilidades para o investidor, seja para potencializar os ganhos ou proteger o patrimônio das oscilações do mercado.

Diversificação da carteira

O Mercado Futuro permite diversificar os investimentos e aproveitar novas oportunidades do mercado.

Dessa forma é possível reduzir os riscos e buscar boas oportunidades de ganhar dinheiro independentemente do que acontece com o resto do mercado financeiro.

É possível investir em ativos como boi, milho, café, índice Bovespa, moedas, entre outros. 

Operar com pouco capital

Para negociar um contrato futuro não é necessária a quantia total para operar, apenas depositar uma margem de garantia que pode ser em dinheiro ou em outros investimentos.

Alavancagem

Essa ferramenta permite ao investidor movimentar um volume financeiro maior do que possui.

Não existe custo adicional para você alavancar, a diferença está no aumento do potencial de ganho e do risco da operação

Ganhos diários

No Mercado Futuro as posições são ajustadas diariamente. Ou seja, o débito ou crédito é realizado na conta no final do dia.

Flexibilidade

No mercado futuro é possível apostar tanto na alta quanto na baixa de um ativo, abrindo o leque de possibilidades para o investidor.

Liquidez

O mercado futuro opera com um volume gigantesco de dinheiro diariamente. Então, é simples e rápido  se desfazer de uma posição. 

Desvantagens do Mercado Futuro

Mesmo oferecendo boas oportunidades, o mercado futuro exige conhecimento e maior tolerância ao risco.

Conhecimento

Entender a dinâmica em torno do mercado futuro não é tão simples.

O investimento é considerado de alto risco, não sendo recomendado para todos os perfis de investidores ou investidores com pouca experiência. 

Alavancagem

A alavancagem pode ser tanto uma vantagem como uma desvantagem.

O grande risco dessa ferramenta é apostar mais do que deveria e perder todo o investimento.

Dessa forma, a alavancagem só é recomendada para investidores arrojados e experientes. 

Mercado Futuro Vale a Pena?

O mercado futuro é uma opção para o investidor que quer diversificar seus investimentos, se proteger de flutuações no preço dos ativos ou que deseja alcançar lucros maiores.

Contudo, lembre-se que se trata de um investimento de requer maior conhecimento e experiência de mercado devido ao elevado grau de risco.

Assim, pode tanto resultar ganhos extraordinários, como também na perda total do capital investido.

Se o mercado de futuros se enquadra no seu perfil de investidor, esta é uma ótima escolha para um hedge de carteira e proteger seu dinheiro.

Busque sempre por conhecimento para investir sempre melhor e operando com poucos contratos por vez.

Portanto, antes de investir em contratos futuros é necessário conhecer seu perfil de investidor para fazer uma boa alocação de ativos e se expor a um nível adequado de risco.

Descubra o seu perfil através deste teste online de perfil e receba uma sugestão de ativos para a sua carteira.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE