Helium (HNT) é uma plataforma de conexão sem fio descentralizada para dispositivos que operam com a “internet das coisas” e funciona com criptomoedas.

Enquanto poucos projetos de criptomoedas tiveram “utilidade tradicional” de resolver problemas "fora do mundo cripto", o Helium busca melhorar a capacidade de comunicação dos dispositivos da Internet das Coisas (IoT). 

Apelidado de “The People's Network”, traduzido literalmente como a "Rede do Povo", o projeto visa preparar uma IoT eficiente e funcional para o futuro.

Ao incentivar a criação de redes sem fio descentralizadas, o Blockchain Helium engloba proprietários de dispositivos e interessados no setor de IoT, com o token nativo HNT que alimenta a rede e serve como pagamento.

Assim, é possível ganhar dinheiro instalando um hotspot para distribuir sinal de internet de longo alcance para que qualquer pessoa possa se conectar através da Helium LongFi.

À medida que a Internet das Coisas cresce, o Helium se torna um projeto cada vez mais relevante.

Conheça mais sobre o Helium e sua internet descentralizada.

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022".

O que é Helium (HNT)

O Helium é uma rede de conexão sem fio descentralizada, baseada em blockchain, que conecta dispositivos que operam com a “internet das coisas”.

A rede é composta por dispositivos chamados de Helium Hotspots (pontos de acesso ao Helium) que podem enviar dados por longas distâncias com baixo consumo de energia.

Esses pontos de acesso compartilham a banda larga de seus proprietários com dispositivos conectados à Internet nos arredores e podem ter um alcance 200 vezes maior que os pontos de acesso de Wi-Fi convencionais.

Cada Helium Hotspots custa aproximadamente US$ 500 cada.

Ao implantar um dispositivo simples em sua casa ou escritório, além de fornecer quilômetros de cobertura de rede de baixa potência para dispositivos, os nós ganham uma criptomoeda por fazer isso, conhecida como HNT.

Atualmente, mais de 500 mil pontos de acesso ao Helium em uso em todo o mundo, com milhares sendo adicionados à rede todos os dias.

Fundadores do Helium

A Helium começou como uma empresa regular em 2013 e entrou no espaço criptográfico em 2019.

No início, seus fundadores, Amir Haleem, Shawn Fanning e Sean Carey, tentaram construir uma rede de conexão sem fio ponto a ponto de longo alcance do jeito tradicional. Naquele mesmo ano, havia pouco mais de 14 mil nós (pontos de conexão da rede). 

Mas as dificuldades para conseguir participantes suficientes deixou a rede sem dinheiro, até que em 2017, um engenheiro sugeriu que talvez conseguissem mais pessoas dispostas a instalar pontos de acesso se elas pudessem ganhar criptomoedas por fazer isso.

Em 2019, o novo modelo foi lançado e foi um sucesso. Atualmente, as conexões somam mais de 680 mil nós, um crescimento de 4.757% em pouco menos de dez anos. 

O projeto tem recebido investimentos para se tornar a primeira “internet descentralizada” do mundo, como os US$ 200 milhões da Tiger Global e da a16z, que será reinvestido na segurança da rede.

A equipe do Helium é composta por membros que, de acordo com a empresa, possuem experiência em “rádio e hardware, manufatura, sistemas distribuídos e tecnologias de ponto-a-ponto e blockchain”.

Entre os três cofundadores, Amir Haleem possui um histórico ativo com desenvolvimento de eSports e jogos.

Shawn Fanning é conhecido por ter desenvolvido o Napster, o serviço de compartilhamento de músicas que foi uma das primeiras redes de serviço de internet ponto-a-ponto (P2P) no final da década de 90.

E Sean Carey desempenhou diversas funções como desenvolvedor antes do Helium, incluindo a empresa de otimização de publicidade Where, adquirida pelo PayPal.

Como o Helium funciona

O Helium permite que dispositivos sem fio de baixa potência se comuniquem entre si e enviem dados através de sua rede de nós.

Os nós se apresentam em forma dos chamados Hotspots, uma combinação de gateway sem fio e um dispositivo de mineração em blockchain. 

Cada ponto de acesso fornece quilômetros de cobertura de rede sem fio para milhões de dispositivos ao seu redor usando Helium LongFi.

Ao hospedar Hotspots e gerenciar nós, os usuários ganham recompensas na criptomoeda nativa do Helium, o token HNT.

Existem diversos modelos de hotspots licenciados pela empresa que podem ser adquiridos pela internet, através do site oficial do Helium. Eles custam em média US$ 600.

O blockchain do Helium utiliza um mecanismo de consenso sob medida chamado de proof-of-coverage (PoC) (prova de cobertura).

Ele é baseado no protocolo HoneyBadger BFT, que permite que os nós em uma rede cheguem a um consenso quando a qualidade da conexão for altamente variável.

Esse mecanismo requer muito menos energia do que os algoritmos de “proof of work” (prova de trabalho), usados pelo Bitcoin e outras criptomoedas.

Segundo o Helium, seus pontos de acesso usam aproximadamente a mesma quantidade de energia que uma lâmpada de 5 watts.

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022".

Token Helium (HNT) 

HNT é o token nativo da Helium, necessário para se conectar à internet sem fio e para recompensar os Hotspots por prover o ponto de acesso e realizar a validação da rede.

Embora o novo HNT seja extraído para recompensar os Hotspots, isso é equilibrado em relação ao HNT que é queimado para gerar Data Credits (DCs), que são os pontos necessários para conseguir utilizar a rede Helium, em um modelo de token Burn-and-Mint Equilibrium. 

O fornecimento máximo de HNT é de 223 milhões de unidades e sua mineração passa pelo halving, processo que aumenta sua dificuldade, a cada dois anos, garantindo que a oferta total nunca ultrapasse o número máximo.

Histórico de preço HNT

Até o final de janeiro de 2021, o preço do token HNT permaneceu abaixo dos US$ 2.

Depois disso, veio em uma escalada, atingindo seu pico máximo em novembro de 2021, com seu preço acima de US$ 53.

Desde então veio oscilando e diminuindo, acumulando perdas de 32,5% em 2022. 

No entanto, só em 2021, essa criptomoeda disparou 2.825,3%, de acordo com o Crypto Rank. 

No momento da escrita deste artigo o HNT está sendo negociado à US$ 8,89.

Variação preço token HNT no último ano
Variação preço token HNT no último ano. Fonte: Crypto.com

Helium (HNT) vale a pena?

A rede Helium busca resolver um problema não relacionado ao mundo das criptomoedas.

Conectar dispositivos à rede do Helium é muito mais barato e o longo alcance dos pontos de acesso pode chegar até aqueles lugares em que as tradicionais redes de Wi-Fi e de celulares não conseguem.

Tendo isso em mente, o momento de transição entre a web 2.0 e a web 3.0, conhecida como a nova geração da internet, pode despertar o potencial das novas ferramentas digitais. 

Por isso, muitos analistas estão otimistas com Helium (HNT). 

O valor do Helium é determinado por sua utilidade, capacidade técnica, relevância do projeto e sua tecnologia e toda sua utilidade depende diretamente de seu token HNT. 

Logo, quem quiser desfrutar das vantagens, precisará adquirir HNT  seja adicionando novos pontos de acesso ou participando de negociações e tokens HNT em uma exchange de criptomoedas.

Porém, antes de investir, faça sua própria análise de risco e avaliação da criptomoeda, considerando sua estratégia de investimento e perfil de investidor. 

Uma análise individual é a forma mais segura de entender se HNT vale a pena para você.