O que é Dividend Yield e Como Calcular o DY de uma Ação
| ,

O que é Dividend Yield e Como Calcular o DY de uma Ação

O indicador Dividend Yield (DY) permite comparar a distribuição relativa de dividendos.

Por
Atualizado em 18/02/2020

O Dividend Yield (DY) é um indicador de análise fundamentalista que mostra a rentabilidade dos dividendos de uma empresa, em comparação com o seu preço na Bolsa de Valores.

Entender o que é Dividend Yield é essencial para os investidores que procuram empresas que são boas pagadoras de dividendos.

Isso porque o Dividend Yield permite comparar companhias para descobrir aquela que paga os maiores dividendos, analisando também a recorrência desses pagamentos.

Neste artigo, eu vou te explicar o que é Dividend Yield na prática, vou mostrar como calcular o Dividend Yield e vou listar as empresas com os maiores DY da bolsa de valores.

Ao final do artigo, você será capaz de fazer as análises por conta própria, para tomar a melhor decisão de investimento, de acordo com o seu perfil de investidor. 

Vamos lá?

O que é Dividend Yield

Também chamados de proventos, os dividendos são uma distribuição de lucros por parte da empresa aos acionistas.

Essa distribuição precisa ser aprovada pelo Conselho Administrativo, e não tem um cronograma pré-definido: 

cada empresa decide quando e se vai distribuir dividendos.

Mas normalmente a agenda de dividendos das empresas costumam ser próximos todos anos e algumas empresas até pagam mensalmente, como é o caso da Itausa (ITSA4).

Na prática, o dividendo é um resgate compulsório do seu investimento, já que o valor sai do caixa da empresa.

Assim, a empresa vai precisar se valorizar se quiser retornar ao valor da cota antes da distribuição dos dividendos.

Nesse contexto, o Dividend Yield mostra a relação entre os dividendos pagos e o valor de cada ação.

Em português, uma tradução literal poderia ser Rendimento dos Dividendos.

Ao analisar o Dividend Yield, investidores que montam a carteira de ações com foco na distribuição de dividendos podem encontrar as empresas que pagam mais dividendos.

Quanto maior o Dividend Yield, maior é o valor distribuído pela empresa, em relação ao valor que o acionista paga pela ação.

Ao mesmo tempo, quanto menor o Dividend Yield, menor é o valor distribuído pela empresa, em relação ao valor que o acionista paga pela ação.

Banner will be placed here

Como Calcular Dividend Yield

Para calcular o Dividend Yield de qualquer empresa na Bolsa de Valores, a fórmula é simples: 

você precisa dividir o valor pago em dividendos pelo preço individual da ação antes da distribuição dos dividendos. 

Depois, é só multiplicar esse resultado por 100, e você terá a relação entre dividendos e o valor da ação.

Isso vai permitir comparar as empresas para descobrir aquela que paga os melhores dividendos

A fórmula, portanto, é a seguinte:

Dividend Yield (DY) = Dividendos pagos por ação / Valor da ação x 100

Quer um exemplo?

Conhece as Maiores Ações de Dividendos? Baixe Grátis o “Ranking das Top 10 Pagadores de Dividendos”.

Exemplo de Cálculo de Dividend Yield

Para calcular o Dividend Yield, vamos considerar, por exemplo, a Petrobras (PETR4), maior empresa da Bolsa de Valores.

Ao longo dos últimos doze meses, a Petrobras distribuiu aproximadamente R$ 0,94 por ação em dividendos.

Atualmente, o preço da ação é de R$ 29,36.

Colocando os valores na fórmula, temos:

Dividend Yield (DY) = R$ 0,94 / R$ 29,36 * 100

Dividend Yield = 3,2%

Analisando os indicadores de mercado da Petrobras, percebemos que chegamos ao valor correto: 

Dividend yield petrobras fev 2020. Fonte: GuiaInvest
Dividend yield petrobras fev 2020. Fonte: GuiaInvest.

Conhece as Maiores Ações de Dividendos? Baixe Grátis o “Ranking das Top 10 Pagadores de Dividendos”.

Ações com Maior Dividend Yield

Mas, afinal, quais são as empresas que pagam mais dividendos na Bolsa de Valores?

Apresento, abaixo, os dez papéis com os maiores Dividend Yield da Bolsa:

PosiçãoEmpresa (Código)Dividend Yield
Comgas (CGAS5)13,8%
BBSeguridade (BBSE3) 12,3%
Enauta Part (ENAT3)11,7%
Qualicorp (QUAL3) 11,3%
Itaú Unibanco (ITUB3) 9,2%
Itaúsa (ITSA4) 9,2%
Itaúsa (ITSA3)  8,9%
Petrobras Distribuidora (BRDT3)8,6%
Itaú Unibanco (ITUB4) 8,4%
10ºSER Educa (SEER3) 8,2%

Fonte: GuiaInvest, dados de 18/02/2020

Como Analisar Dividend Yield para investir

Agora que você já sabe o que é Dividend Yield e como calcular o Dividend Yield, chegou a hora de entender como analisar o dividend yield para investir e tomar boas decisões nos investimentos.

O primeiro alerta está relacionado ao próprio indicador, porque o DY pode confundir investidores desavisados.

Como já vimos, o DY é afetado pelos dividendos distribuídos, e pelo valor da cota.

Assim, uma empresa que paga muitos dividendos em relação à média do mercado terá um DY alto.

Mas, ao mesmo tempo, uma empresa que esteja sendo negociada por valores muito baixos pode apresentar um alto DY.

Não porque ela paga muitos dividendos, e sim porque o preço da ação está muito baixo.

Note, portanto, que o DY tem uma relação inversamente proporcional com o preço da ação. 

Quanto mais a ação se valoriza, menor o DY. 

Quanto mais a ação cai, maior o DY.

Ficou claro? 

Outra dica muito importante:

jamais leve em consideração apenas o DY para tomar suas decisões de investimento.

Ele é um indicador importante, desde que seja analisado dentro de uma análise fundamentalista completa, e não como único fator para investir.

Superados esses dois pontos, te convido a analisar, comigo, o que leva uma empresa a pagar dividendos.

Entender isso vai ser importante para considerar o DY nos seus investimentos.

Por que uma Empresa Paga Dividendos?

Em geral, é possível dividir as empresas da Bolsa de Valores em dois grandes grupos: 

  1. Empresas que têm potencial de valorização;
  2. Empresas que pagam bons dividendos.

Isso acontece porque, quando a empresa atinge um patamar considerável, se torna uma das líderes do setor e percebe que é difícil aumentar o market share, a melhor decisão para os lucros da companhia talvez seja distribuir entre os acionistas.

Por outro lado, quando uma empresa está em fase de crescimento, precisa se desenvolver, adquirir novas instalações, comprar maquinário ou criar novos produtos para aumentar o market share, não faz tanto sentido distribuir os lucros

Nesse caso, talvez valha mais a pena reter os lucros, para reinvestir na própria companhia.

Embora eu tenha simplificado bastante as decisões dos gestores, e essa linha de raciocínio deva ser analisada de forma individual para cada empresa, esse resumo permite que você identifique o estágio de cada empresa.

Se você quer que o seu patrimônio investido valorize com a cotação da empresa, não faz muito sentido analisar o DY.

Agora, se você quer ser sócio de empresas sólidas, e pretende reinvestir os dividendos de olho no longo prazo, analisar o DY pode ser importante.

Antes de concluir, gostaria de te convidar para analisarmos, juntos, o DY da Ambev (ABEV3).

Dividend Yield da Ambev

A Ambev (ABEV3) é uma das maiores empresas negociadas na Bolsa de Valores. 

A cervejaria é dona de marcas que você certamente conhece, como Skol, Brahma, Antarctica, Budweiser e Corona, entre outras. 

Além disso, no segmento de refrigerantes, a empresa é dona da linha da Pepsi e do Guaraná Antarctica, entre outras.

É, portanto, uma gigante do setor, com valor de mercado superior a R$ 261 bilhões.

Analise, porém, o gráfico da distribuição de dividendos da Ambev ao longo dos anos, desde o fim de 2013, quando ela começou a ser negociada por esse nome na Bolsa.

Gráfico dividendos da Ambev 2019. Fonte: GuiaInvest
Gráfico dividendos da Ambev 2019. Fonte: GuiaInvest, dados de 18/02/2020

Agora, acompanhe a evolução do DY ao longo desse tempo:

Gráfico evolução de dividendos da Ambev. Fonte: GuiaInvest
Gráfico evolução de dividendos da Ambev. Fonte: GuiaInvest, dados de 18/02/2020

Como você pode ver, o DY da empresa, que chegou perto dos 5% em 2015, vem diminuindo.

Mas qual a explicação para isso?

Veja a evolução do lucro líquido da empresa.

Gráfico evolução lucro liquido da Ambev. Fonte: GuiaInvest
Gráfico evolução lucro liquido da Ambev . Fonte: GuiaInvest, dados de 18/02/2020.

É possível perceber que o lucro líquido está estagnado desde 2018.

Ou seja, a empresa está passando por um momento desafiador, em que decide reter parte dos lucros, em vez de distribuir aos acionistas.

Isso acontece porque a gestão entende que precisa investir em tecnologia ou novos produtos, para que o lucro líquido da companhia volte a crescer.

Ou seja: se você interessado no DY da Ambev, é preciso ter atenção:

embora ela seja historicamente uma boa pagadora de dividendos, nesse momento a prioridade da empresa é outra. 

→ Você Conhece as Ações que Pagam Dividendos mensais? Clique Aqui e Baixe Grátis o Calendário de Dividendos.

Conclusão

Ao mostrar a relação entre os dividendos distribuídos e o preço da ação, o Dividend Yield é um indicador fundamentalista muito importante para os investidores.

Ele permite ao investidor de longo prazo descobrir quais empresas historicamente pagam bons dividendos.

Além disso, é possível comparar as empresas para encontrar aquelas que pagam mais dividendos, em relação ao preço da ação.

Mas o DY não deve ser o único fator a considerar no momento de comprar ações, mesmo que você esteja interessado em montar uma carteira com foco na distribuição de dividendos.

É necessário fazer uma análise completa, em que o DY vai ser mais um elemento da análise, e não o único. 

Agora que você já sabe o que é Dividend Yield e como calcular, está pronto para tomar as suas decisões de investimento.

E aí, gostou do texto?

Conte para gente como você analisa o DY das empresas para investir.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais