O Que é Alavancagem Financeira na Bolsa de Valores
|

O Que é Alavancagem Financeira na Bolsa de Valores e Como Funciona

A alavancagem é um instrumento que permite impulsionar os ganhos e os riscos no mercado financeiro.

Por
Atualizado em 28/05/2020

Entender o que é alavancagem financeira permite que você movimente um capital superior ao que tem na Bolsa de Valores e impulsione a rentabilidade e o risco do investimento.

A alavancagem é um dos recursos disponíveis para os investidores de renda variável maximizarem a rentabilidade.

Através de uma espécie de limite de crédito, ela permite que você faça aportes maiores sem realmente dispor daquele valor. 

Dessa forma, é possível multiplicar o seu potencial de lucro ou prejuízo.

Quando se opera alavancado, é possível obter ótimas rentabilidades, desde que a operação vá para o lado que você imaginou.

No entanto, assim como as possibilidades de rendimentos podem ser impulsionadas, as perdas também serão, caso elas ocorram.

A operação com alavancagem financeira precisa ser muito bem estudada e só é recomendada para investidores com experiência no mercado e perfil arrojado.

Impulsionar as possibilidades de rendimento com alavancagem também aumenta o risco de um investimento. 

Então, você está pronto para saber o que é Alavancagem Financeira?

Leia até o final e veja as vantagens e desvantagens de operar alavancado.

O que é Alavancagem Financeira?

Alavancagem financeira é uma técnica de investimento utilizada na Bolsa de Valores que possibilita investir um valor maior do que possui em conta.

Assim como na física, uma alavanca serve para levantar objetos com menos esforço. Com os investimentos é a mesma coisa.

A alavancagem pode ser definida como a “capacidade de aumentar os ganhos sem aumentar os aportes na mesma proporção”.

Em finanças, esse termo pode ser utilizado para se referir a qualquer técnica utilizada para multiplicar a rentabilidade por meio do endividamento.

No mercado financeiro, a alavancagem tem por objetivo maximizar a rentabilidade por meio de uma espécie de limite de crédito disponibilizado pela corretora de valores.

Dessa forma, o investidor que realiza Day Trade ou atua no mercado futuro, por exemplo, não precisa desembolsar o valor total da operação.

Basta possuir apenas uma porcentagem do valor da operação, conhecida como margem de garantia.

Imagine que você tem R$ 10 mil para investir e que o limite de alavancagem permitido na sua corretora é de até 8 vezes esse valor.

Isso significa que você poderá aplicar até R$ 80 mil na bolsa de valores. 

Afinal, investindo mais, você receberia mais caso obtenha lucro.

Assim, se seus ativos tiverem 1% de lucro, ao invés de R$ 100, seus rendimentos serão de R$ 800 se operar alavancado.

No entanto, se os ativos derem prejuízo, você precisará pagar a diferença de R$ 800.

Se por um lado é possível alcançar ótimos resultados com alavancagem, por outro é preciso estar atento aos tipos de riscos.

Por isso, a alavancagem financeira é uma estratégia recomendada apenas para investidores experientes e de perfil arrojado.

Em resumo, para saber se vale a pena operar alavancado, é preciso considerar:

Banner will be placed here

Como Funciona a Alavancagem?

A alavancagem funciona como uma espécie de empréstimo que as corretoras disponibilizam para o investidor realizar seus aportes alavancado.

Para utilizar esse recurso é preciso depositar uma margem de garantia para cobrir eventuais perdas nas suas estratégias de investimento alavancado.

Essa garantia não precisa necessariamente ser em dinheiro. Ativos como títulos do Tesouro Direto, CDB ou, até mesmo, algumas ações também podem ser usadas.

Os ativos colocados em garantia continuam oferecendo seus rendimentos para seu investidor e só serão utilizados para cobrir eventuais perdas das operações com alavancagem. 

Atente-se que as ações utilizadas como garantia continuam passíveis das oscilações do mercado.

Caso o preço das ações caia, a cobertura da garantia também cai, o que significa que será necessário cobrir as perdas com novos depósitos.

As operações onde a alavancagem é utilizada normalmente são de curto prazo. Por isso, não é preciso pagar pelo valor total da operação, apenas o correspondente à oscilação do ativo.

Assim, ao investir R$ 80 mil você recebe apenas o lucro, ou seja R$ 800 conforme o exemplo anterior e não os R$ 80.800.

Para aproveitar o benefício da alavancagem é essencial que o trader tenha um gerenciamento de risco muito bem estruturado.

Antes de utilizar o recurso da alavancagem, se pergunte: 

  • Quanto dinheiro quer alocar;
  • Quanto pretende ganhar;
  • Qual seu limite de perda.

Assim, quando for executar a operação saberá exatamente sua exposição ao risco e poderá controlar sua posição em relação ao seu patrimônio.

Veja a seguir os mercados onde a alavancagem é mais comum e como ela ocorre.

Day Trade

A alavancagem no mercado de ações normalmente é feita por traders, ou seja, operadores do Day Trade.

Como o objetivo desse tipo de operação é lucrar rápido, tirando proveito oscilações diárias no preço dos ativos, a alavancagem visa maximizar o lucro em cada uma delas.

Mercado Futuro

No mercado futuro são negociados contratos com que só serão liquidados em uma data futura. Eles podem ser de commodities, índices ou moedas como o dólar, por exemplo.

Normalmente, o limite oferecido para alavancagem no mercado futuro é maior do que para ações. Isso significa que os lucros e os riscos podem ser maiores.

Venda a descoberto (Short Selling)

Na venda a descoberto o investidor busca ganhar com a queda dos preços dos ativos ao vender de uma ação que não tem e para depois comprá-la por um preço mais barato.

Porém, caso o processo não seja realizado no mesmo dia, será necessário alugar a ação  e devolvê-la ao dono no ato da recompra. 

Mercado de Opções

No mercado de opções se negociam direitos de compra e venda de ações com preços e prazos pré-fixados onde é possível operar com opções a descoberto. 

Fundos de investimento

Alguns fundos de investimento de gestão ativa utilizam estratégias de alavancagem  visando multiplicar os lucros.

Para verificar se o fundo permite estratégias de alavancagem, basta olhar em sua política de investimentos.

Olhe também a participação dos ativos na carteira. Se a soma das partes der mais que 100%, o fundo está operando alavancado.

Vantagens da Alavancagem

Operar alavancado é uma estratégia que pode gerar resultados positivos.

Possibilidade de operar com menos dinheiro

A alavancagem permite que se invista quantias maiores mesmo não tendo todo esse valor. Basta apenas uma margem de garantia.

Oportunidade de ganhos maiores

Quem opera alavancado busca obter ganhos maiores no curto prazo, uma vez que maior o valor investido, maior pode ser o retorno.

Desvantagens da Alavancagem

Apesar de possibilitar maiores ganhos, a alavancagem financeira também aumenta os riscos dos investimentos, não sendo recomendada para todos os investidores. 

Maior risco de perdas

Se por um lado a alavancagem aumenta o potencial de lucro, por outro também aumenta o de prejuízo.

Ou seja, quanto maior a possibilidade de ganhos, maior também o de perdas caso os resultados forem diferentes do esperado.

Exige conhecimento

O manejo de riscos desse tipo de operação exige maior entendimento do mercado. Por isso, não é recomendada  para traders iniciantes ou para quem possui pouco dinheiro para investir.

Por conta do maior risco, é uma estratégia para perfis arrojados, que funciona para o curto prazo e exige monitoramento constante do preço dos ativos. 

Alavancagem Financeira X  Alavancagem Operacional

Tanto a alavancagem financeira quanto a alavancagem operacional são importantes para ampliar as oportunidades de ganhos nos negócios.

A alavancagem é um termo comumente empregado no ambiente empresarial, mas que também se estende para o mercado de capitais.

De forma geral, é usado no que diz respeito a aumentar os ganhos sem ter que aumentar os esforços na mesma proporção.

A alavancagem financeira está relacionada tanto com a situação financeira de a empresa quanto com a variação do percentual de lucro para cada ação.

De maneira simplista, a alavancagem financeira no ramo empresarial é um instrumento de buscar uma solução que impulsione o capital.

Para isso, se utiliza de recursos de terceiros, como empréstimos, debêntures, ações preferenciais, entre outros.

Já o termo alavancagem operacional busca a maximização dos custos operacionais, para impulsionar os resultados nas vendas e, consequentemente nos lucros.

Em outras palavras, é a tentativa da empresa aumentar as vendas e criar produtos a partir de um financiamento ou empréstimo.

O objetivo dessa alavancagem é que os lucros das campanhas ou produtos sejam maiores do que os juros do empréstimo.

Quer Investir em Boas Ações? Baixe Grátis o Relatório com as 3 Melhores Ações para Investir Hoje.

Alavancagem Financeira Vale a Pena?

A alavancagem financeira na Bolsa de Valores pode ser um recurso interessante para ampliar seus ganhos. No entanto, é preciso cautela, conhecimento de mercado e estudo.

Por ser um recurso extremamente arriscado, só deve ser usado por investidores experientes e com uma estratégia de investimentos que justifique seu uso.

Primeiramente, é fundamental avaliar se a alavancagem financeira é um método adequado ao seu perfil de investidor.

Para avaliar os riscos que está disposto a correr, faça o teste online do perfil de investidor.

Em geral, além do perfil e experiência, é recomendado que quem optar por usar da alavancagem já possua um patrimônio confortável em investimentos de médio e longo prazo.

É importante também usar de técnicas para reduzir os riscos nas operações com alavancagem.

Tenha definido o ponto de entrada, capital mínimo, stop loss e perspectiva de risco, para então decidir qual a proporção de alavancagem utilizada em cada operação.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE