O que é NOPAT

NOPAT é um indicador financeiro que expõe a real capacidade de uma empresa de conseguir gerar receita, mostrando se esta é lucrativa ou não.

A sigla NOPAT significa Net Operating Profit After Tax, em português “Lucro Operacional Líquido Após Impostos”. Ou seja, o valor do NOPAT é determinado descontando os impostos.

Para o investidor, saber o valor do NOPAT é uma forma de descobrir o quanto uma empresa tem condição de pagar aos seus acionistas.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Função do NOPAT

Assim como tantos outros indicadores financeiros que existem dentro da análise fundamentalista ou da análise técnica, o NOPAT serve para avaliar uma empresa.

Superficialmente, o NOPAT aponta o lucro real que o negócio teve, pois ele não só desconta a incidência de impostos, como também ainda leva em consideração depreciação.

No setor industrial, o NOPAT tem uma importância fundamental, visto que a maioria das fábricas contam com maquinário cujo valor é depreciado com o tempo.

De forma um pouco mais ampla, o NOPAT também pode ser usado para:

  • Criar uma série histórica com a medida exata da lucratividade de uma empresa;
  • Comparar a competitividade de empresas de um mesmo setor;
  • Ajudar a compor outros indicadores financeiros.

É claro que a melhor forma de usar o NOPAT é junto de outros indicadores e ferramentas, assim como os investidores de sucesso fazem.

Na realidade, não existe nenhum indicador financeiro que deveria ser usado de forma isolada para avaliar o papel de um negócio ou as condições e projeções de uma empresa.

Cálculo do NOPAT 

A fórmula para calcular o NOPAT de uma empresa é a seguinte:

NOPAT =  EBIT * (1 – Impostos)

Lembrando que o EBIT diz respeito a geração de caixa advindo das operações da organização, desconsiderando tributos e outras despesas financeiras.

Um fato relevante é que já existem softwares de administração financeira que fazem o cálculo do NOPAT de forma automática, bastando apenas os resultados da empresa.

NOPAT e outros indicadores

Uma das utilizações principais do NOPAT é a sua capacidade de compor outros indicadores financeiros. Alguns exemplos de indicadores que usam o valor do NOPAT, são:

  • ROIC (Retorno sobre o Capital Investido): serve para calcular efetividade de uma empresa gerar lucro com seu próprio capital;
  • FCFF (Fluxo de Caixa Livre para a Firma): tem a função de calcular todo o caixa destinado ao pagamento de dívidas, acionistas e demais credores;
  • FCFE (Fluxo de Caixa Livre para acionistas): é o valor do caixa destinado exclusivamente a ser distribuído para os acionistas da empresa.

Portanto, caso o cálculo do NOPAT esteja errado, outros indicadores poderão ser afetados, o que, na pior das hipóteses, terá um efeito negativo no valuation de uma empresa.

Importância do NOPAT 

Pensando de um ponto de vista de gestão empresarial, ter o cálculo do NOPAT como uma prioridade pode ajudar a tornar os processos financeiros da empresa mais coesos.

Isso acontece porque muitos empresários irão precisar criar sistemas que busquem de forma prática os principais dados que influenciam no resultado do NOPAT.

Ou seja, para os empresários, o NOPAT serve como uma sinalização de uma boa política de controle financeiro, o que por sua vez traz benefícios operacionais.

E quanto mais dados financeiros estiverem disponíveis aos administradores da empresa, melhor será a alocação de recursos, otimizando o funcionamento da empresa.

Por conseguinte, uma empresa bem organizada e administrada, com os seus balanços em dia e tendo a transparência como uma prioridade, torna-se atrativa para investidores.

Em resumo, o NOPAT é um indicador muito relevante que, alinhado a outros, pode ser decisivo para ajudar o investidor a adquirir as melhores ações disponíveis na bolsa de valores.

Sem contar com o fato de que existem outros indicadores de financeiros e de investimento que dependem do valor do NOPAT, como mencionado no subtítulo anterior.