Nicolas Puech, de 80 anos, é descendente de quinta geração da Hermès, uma das maiores marcas de moda do mundo, e tem fortuna estimada em US$ 11,3 bilhões, mais de R$ 50 bilhões.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

O bilionário, solteiro e sem filhos, ganhou as páginas de notícias após anunciar que quer adotar seu jardineiro, de 51 anos, para torná-lo herdeiro de sua fortuna.

Conheça mais da trajetória de Nicolas Puech.

Quem é Nicolas Puech

Nicolas Puech é um empresário bilionário francês e herdeiro de quinta geração de Thierry Hermès, fundador da empresa de produtos de luxo Hermès.

Aposentado do conselho de administração da marca de moda em 2014, Puech ainda mantém 5,7% das ações da Hermès.

Vida e carreira

Nicolas Philippe Puech Hermès nasceu em 1943 em Neuilly-sur-Seine, na França, filho de Francis Puech e Yvonne Hermès e descendente de quinta geração de Thierry Hermès, que fundou a Hermés em 1837.

A empresa se tornou uma das marcas de moda de luxo mais famosas de Paris.

No começo da década de 2010, depois de uma batalha com a LVMH, de Bernard Arnault, que tentou assumir o controle da Hermés, Puech foi um dos herdeiros que não aderiu a uma holding que bloqueou parte das ações da Hermès. Por isso, ainda mantém suas ações.

O embate entre as duas empresas teve início em 2002, quando a LVMH começou a comprar ações da Hermès, eventualmente recorrendo a swaps de ações liquidadas em dinheiro, uma ferramenta frequentemente utilizada por fundos de hedge que não querem divulgar as suas compras.

As aquisições vieram à tona em outubro de 2010. Na época, Arnault afirmou que suas intenções em relação à Hermès eram “amigáveis”, mas a Hermès não via as coisas dessa forma dando início a uma disputa de quatro anos.

Em 2011, os descendentes do fundador da Hermès, Thierry Hermès, formaram uma holding com o nome H51, que bloqueou 50,2% das ações da Hermès durante os 20 anos seguintes. 

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Os membros da família dentro do H51 concordaram que venderiam apenas para outros membros. 

Dois outros grandes acionistas, os membros da família de quinta geração Bertrand Puech e Nicolas Puech mantiveram suas participações fora da H51, mas concordaram em dar a outros membros da família o direito de preferência caso decidissem vender.

Em setembro do mesmo ano, a batalha entre as duas empresas sediadas em Paris chegou ao fim, com a LVMH concordando em não comprar mais ações da Hermès nos próximos cinco anos e prometendo distribuir a participação de 23% na Hermes aos seus acionistas.

Nicolas Puech permaneceu no conselho de administração da Hermès até 2014 e ainda mantém 5,7% de suas ações.

Em dezembro de 2023, Puech, com então 80 anos, revelou a intenção de que sua fortuna pessoal, estimada em US$ 11 bilhões, passe direto para as mãos do seu “ex-jardineiro e faz-tudo”, de acordo com o portal Tribune de Genève.

De acordo com reportagem do El País, os meios de comunicação suíços revelaram que o magnata enviou uma carta ao seu advogado, em outubro de 2022, para colocar em ordem a sua situação hereditária, por conta de sua idade avançada.

Nela, pediu a realização de uma adoção para dar sua fortuna ao jardineiro, cuja identidade é desconhecida, mas sabe-se que ele tem 51 anos, vem de “uma modesta família marroquina”, é casado com uma espanhola e pai de dois filhos.

Nicolas Puech mora em Martigny, na Suíça.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.