A Neoenergia (NEOE3) informou nesta segunda-feira (12), através de fato relevante, que entrou em operação comercial o primeiro trecho que compõem o empreendimento de Santa Luzia.

O referido trecho, LT 500 kV Santa Luzia II - Campina Grande III tem extensão de 124 km de linha e conta com uma Subestação - SE 500kV Santa Luzia II.

Esta entrega foi feita com antecipação de 21 meses em relação ao prazo contratual da Aneel.

O Lote 6 conta com uma RAP anualizada de R$63 milhões, sendo que com a entrada em operação deste trecho, 40% desse montante já é liberado.

Adicionalmente, este mesmo trecho irá escoar a energia gerada pelo Complexo Eólico de Chafariz, que se encontra com 20 unidades geradoras, que correspondem a 69,3 MW de capacidade instalada, em fase de testes, com significativa antecipação em relação ao plano de negócios.

A antecipação das entregas reforça, mais uma vez, a capacidade da Neoenergia em executar seu plano estratégico e o seu compromisso com a taxa de retorno dos projetos.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado da Neoenergia no Primeiro Trimestre de 2021

O resultado da Neoenergia (NEOE3) no primeiro trimestre de 2021 (1t21), divulgado no dia 6 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 1,0 bilhão no 1t21, uma alta de 75% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Neoenergia atingiu R$ 2,2 bilhões no 1T21, apresentando crescimento de 50% na comparação com o 1T20.

A Margem Ebitda da Neoenergia totalizou 26,6% no 1T21, apresentando crescimento de 5,1 ponto percentual na comparação com o 1T20.

A Margem Líquida da Neoenergia atingiu 11,5% no 1T21, apresentando crescimento de 2,9 pontos percentuais na comparação com o 1T20.

As ações da Neoenergia (NEOE3) acumulam alta de 0,46% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 10,05% nos últimos 12 meses.