A Neoenergia (NEOE3) informou na quinta-feira, 29, através de fato relevante que entraram em operação comercial os primeiros 10 aerogeradores do Complexo Eólico Chafariz.

Estas 10 unidades geradoras correspondem a 34,65 MW de capacidade instalada e estão sendo entregues com 17 meses de antecedência em relação ao início da vigência do contrato no Mercado Regulado.

A fase de teste de aerogeradores segue em andamento de acordo com a nossa programação e, portanto, manteremos o mercado informado acerca da entrada em operação comercial do Complexo.

O Complexo Eólico de Chafariz terá capacidade instalada total de 471,25 MW, sendo 61% da energia alocada para o Mercado Regulado (ACR) e 39% para o Ambiente de Contratação Livre (ACL).

A implantação total do Complexo Chafariz será finalizada até o fim de 2021, com significativa antecipação em relação ao plano de negócios e em linha com Capex previsto originalmente.

A antecipação das entregas reforça, mais uma vez, a capacidade da Neoenergia em executar seu plano estratégico e o seu compromisso com a taxa de retorno dos projetos.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado da Neoenergia no Segundo Trimestre de 2021

O resultado da Neoenergia (NEOE3) no segundo trimestre de 2021 (2t21), divulgado no dia 20 de julho, apresentou um lucro líquido de R$ 1 bilhão no 2T21, uma alta de 137% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Neoenergia atingiu R$ 2,3 bilhões no 2T21, apresentando crescimento de 108% na comparação com o 2T20.

A Margem Ebitda da Neoenergia totalizou 23% no 2T21, apresentando crescimento de 6,3 pontos percentuais na comparação com o 2T20.

A Margem Líquida da Neoenergia atingiu 10% no 2T21, apresentando crescimento de 3,6 pontos percentuais na comparação com o 2T20.

As ações da Neoenergia (NEOE3) acumulam queda de 3,23% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 16,14% nos últimos 12 meses.