A Natura &Co Holding (NTCO3) divulgou nesta sexta-feira, 16, novas projeções financeiras e ainda uma revisão da projeção de sinergias com a Avon International (AVON34).

O novo guidance aponta para uma receita líquida consolidada entre R$ 47 bilhões a R$ 49 bilhões em 2023.

A empresa espera ainda uma margem Ebitda consolidada entre 14% a 16% em 2023. A empresa também divulgou guidance para o Índice de Endividamento Líquido Consolidado.

A previsão é ter uma dívida líquida igual ou menor que 1,0 vez o Ebitda dos 12 meses anteriores a 31 de dezembro de 2023.

Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa observa que as projeções divulgadas têm como premissas o orçamento consolidado da Companhia para o ano corrente, bem como o plano estratégico para os exercícios sociais posteriores.

Além disso, a companhia considera crescimento do mercado global de cosméticos, fragrâncias e itens de cuidado pessoal.

A expectativa do aumento de penetração das vendas online; plano de transformação da Avon International suportado por investimentos na implantação de um novo modelo comercial, digitalização do negócio e programa de rejuvenescimento da marca; e investimentos para evolução do modelo de venda direta digitalizada, inovação de produtos e expansão geográfica.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Além disso, a empresa detalha que todos os valores denominados em US$ consideram a taxa de câmbio de US$ 1,00 para R$5,00. 

Margem Ebitda 

Para projeção de Margem Ebitda, a companhia utilizou como premissas o crescimento da receita de todos os canais de distribuição, como venda direta, lojas próprias, e-commerce, franquias e outros.

Ganho de alavancagem operacional decorrentes do aumento da receita consolidada; expansão da margem Ebitda a partir da expansão do indicador da Avon International.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

O contínuo aumento da margem do segmento Natura &Co Latam e, dos demais segmentos de negócio com base em seus respectivos planos estratégicos com foco em inovação e expansão dos seus canais de vendas, como por exemplo, varejo e e-commerce; além da concretização da captura das sinergias decorrentes da combinação de negócios com a Avon.

Resultado da Natura no Quarto Trimestre de 2020

O resultado da Natura (NTCO3) no quarto trimestre de 2020 (4t20), divulgado no dia 04 de março, apresentou um lucro líquido de R$ 177,4 milhões no 4t20, uma alta de 695,5% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Natura atingiu R$ 1,2 bilhão no 4t20, apresentando crescimento de 21,3% na comparação com o 4t19.

A Margem Ebitda da Natura totalizou 10,4% no 4t20, apresentando retração de -0,3 ponto percentual na comparação com o 4t19. 

A Margem líquida da Natura atingiu 1,5% no 4t20, apresentando crescimento de 1,0 ponto percentual na comparação com o 4t19.

As ações da Natura (NTCO3) acumulam queda de 1,69% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 54,81% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.