Elon Musk notificou o Twitter (TWTR34) na sexta-feira, 8, de que não vai continuar com a compra do Twitter, segundo um documento enviado à SEC americana.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

A oferta de Musk era de US$ 44 bilhões e foi suspensa em maio porque o empresário não estava convencido sobre a transparência da plataforma em relação à sua base de usuários.

A comunicação de Musk ao Twitter foi feita por meio de uma carta assinada pelo advogado que representa o bilionário na negociação - a carta surgiu em documentação enviada à SEC, órgão regulador do mercado de ações dos EUA.

Na carta, a representação do bilionário afirma que "o Twitter não cumpriu com suas obrigações contratuais".

De acordo com levantamento do Twitter entregue à Musk, a plataforma tinha cerca de 5% de contas consideradas "spam", que podem ser perfis falsos ou bots. Especialistas, porém, dizem que o número pode ser muito maior.

Segundo o advogado de Musk, Mike Ringler, o Twitter ignorou vários pedidos de Musk para acessar dados de usuários ativos mensais - ou seja, contas que poderiam ser monetizadas.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

No acordo de intenção de compra assinado por Musk, porém, o bilionário concordou em abrir mão de qualquer verificação desses dados durante as negociações.

A multa para a quebra do contrato entre as partes é de US$ 1 bilhão a ser pago por Musk.

O documento também afirma que Musk não renunciou ao direito de rever balanços e levantamentos do Twitter, "apesar da opinião pública", e que o fato de o bilionário não ter optado fazer isso em um primeiro momento não significou que ele não pudesse recorrer aos dados no futuro.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Desde o começo deste ano, o Twitter vive uma trama de novela com a possibilidade de compra.

Os negócios travaram quando as partes entraram em desacordo em relação a base de usuários da empresa.

Enquanto o Twitter afirma que as contas falsas e bots chegam a 5%, Musk aponta que esse número deve ser por volta de 20%.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Musk solicitou uma investigação para averiguar os números da plataforma, afirmando que poderiam chegar a 20% do total de contas da plataforma.

Nesta semana, a equipe responsável pela investigação afirmou que não era possível verificar os dados fornecidos pelo Twitter, o que fez as ações da empresa caírem ao longo desta sexta.

Por outro lado, o Twitter voltou a defender que o cálculo feito pela empresa é apurado, o que prorrogou a negociação da venda da rede social.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

"Por quase dois meses, Musk buscou os dados e informações necessários para 'fazer uma avaliação independente da prevalência de contas falsas ou spam na plataforma do Twitter'. Suas informações são fundamentais para o desempenho comercial e financeiro do Twitter e são necessárias para consumar as transações contempladas pelo Acordo de Fusão, para facilitar o financiamento e o planejamento financeiro do Sr. Musk para a transação. O Twitter falhou ou se recusou a fornecer essas informações. Às vezes, o Twitter ignorou os pedidos de Musk, às vezes os rejeitou por razões que parecem injustificadas e, às vezes, afirmou cumpri-la ao fornecer informações incompletas ou inutilizáveis a Musk", diz o documento.

A equipe de Musk indicou cinco violações de contrato por parte do Twitter, como falha em apresentar os seguintes dados: informações relacionadas ao processo do Twitter para auditar spam e contas falsas no mDAU (métrica de usuário monetizável diário); informações relacionadas ao processo do Twitter para identificar e suspender spam e contas falsas; medidas diárias de mDAU nos últimos oito trimestres; materiais do conselho relacionados aos cálculos de mDAU do Twitter e materiais relacionados à condição financeira do Twitter.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Advogados de Musk também afirmam que o Twitter quebrou o acordo quando demitiu dois funcionários de alto escalão, congelou as contratações e demitiu 30% da área de aquisição de talentos.

Segundo eles, a equipe de Musk deveria ter sido consultada sobre as decisões.

Saída

Quando houve o impasse em relação à base de usuários, especialistas apontavam que Musk poderia estar buscando um "desconto" ou até mesmo a saída do negócio.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Segundo a agência Bloomberg, porém, é possível que Musk não consiga desistir da compra.

Especialistas ouvidos pelo veículo apontam que justificar a desistência a partir do número de robôs da plataforma pode não ser suficiente para quebrar o acordo - com isso, o Twitter pode forçar o bilionário a concluir a aquisição.

Em tuíte publicado após a decisão de Musk, o presidente do Conselho do Twitter, Bret Taylor, disse que a companhia está comprometida em "concluir a transação no preço e termos concordados com o sr. Musk" e que "planeja tomar atitudes legais para forçar um acordo de fusão".

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Por fim, o executivo disse que "estamos confiantes de que nós iremos vencer no Tribunal de Chancelaria de Delaware".

Dentro do Twitter, o clima era de pressão antes mesmo do anúncio de Musk. De acordo com o jornal Financial Times, funcionários afirmaram que o presidente da empresa, Parag Agrawal, passou a visitar o escritório mais vezes por semana, além de demostrar publicamente que queria que o acordo se concretizasse.

"Parag quer dar a volta por cima e está sendo mais agressivo internamente", disse um ex-executivo do Twitter ao Financial Times. "Parece que o Twitter está disposto a ir à guerra para que esse acordo aconteça".

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Tombo gigante

Com o anúncio da carta enviada à SEC, as ações da empresa apresentam queda de quase 7% no pós mercado.

Ao fim do dia, os papeis fecharam em queda de quase 6%. "Este é um cenário de desastre para o Twitter e seu conselho, já que agora a empresa vai lutar contra Musk em uma longa batalha judicial para recuperar o acordo e/ou a taxa de rompimento de US$ 1 bilhão no mínimo," escreveu a investidores Dan Ives, analista da consultoria WedBush Securities.

Para Edney Souza, diretor acadêmico da Digital House Brasil, o timing da desistência não é bom.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

"Deve haver uma queda significativa na Bolsa em um momento em que investimentos no mercado de capitais já estão caindo", diz.

"Em meio à recessão, o Twitter vai ficar completamente descapitalizado." Além disso, em termos de novidades, pode ser que a plataforma fique congelada nos próximos meses.

"E talvez isso deixe o Twitter ainda mais atrás de outras redes sociais", aponta o professor.

Fonte: Estadão Conteúdo.