O que é microeconomia

Microeconomia é a ciência que estuda o comportamento de cada agente, seja ele individual ou particular, dentro do contexto econômico.

A microeconomia ignora agentes externos e macroeconômicos para analisar mercados específicos e estudar as ações de determinados grupos de produtores e consumidores.

Paul Anthony Samuelson é considerado um dos idealizadores do conceito de microeconomia

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Diferença entre microeconomia e macroeconomia

Não podemos abordar a microeconomia deixando de lado as principais diferenças entre outro termo muito semelhante e correto, a macroeconomia.

A microeconomia, conforme conceituado anteriormente, visa analisar mercados específicos e o comportamento individualizado ou em pequenos grupos de empresas e consumidores.

A análise microeconômica costuma ser interessante para empresas que buscam entender melhor o meio em que estão inseridas e seus consumidores. 

Por sua vez, entidades da administração local, como prefeituras, também costumam realizar estudos microeconômicos para compreender melhor os desafios da economia local.

São aspectos ligados a microeconomia e analisados em seu contexto:

  • Análise do perfil, comportamento e escolha de consumidores;
  • Análise da cadeia produtiva;
  • Avaliação das ações de consumidores dentro de mercados específicos.
  • Dentre outros aspectos importantes.

Por sua vez, a macroeconomia é uma ciência que estuda e analisa a dinâmica e o funcionamento de forma ampla, incluindo grandes mercados, países e até mesmo a economia mundial.

São aspectos ligados a macroeconomia e analisados em seu contexto:

  • Avaliação das perspectivas gerais de uma economia;
  • Análise e avaliação do cenário econômico de países inteiros;
  • Análise do PIB e balança comercial.
  • Dentre outros aspectos importantes para a economia de um país.

Vale destacar que a análise do cenário macroeconômico é uma das mais relevantes ferramentas para o estudo da economia e definição de políticas públicas de um país.

A análise da macroeconomia nos permite conhecer a relevância e a posição da economia de um país no cenário mundial. 

Teorias que fundamental a microeconomia

A microeconomia pode ser dividida em diferentes teorias e campos de estudo, dentre as quais:

Teoria do Consumidor: A teoria do consumidor estuda as preferências dos consumidores e como são tomadas as suas decisões.

Teoria da Empresa: Por sua vez, a teoria da empresa estuda os resultados das empresas e os arranjos que uma organização precisa implementar para encontrar sua posição no mercado.

Teoria Comportamental: Busca compreender como as pessoas e empresas reagem às situações com as quais são confrontadas no contexto econômico.

Teoria da Utilidade : Estuda como os consumidores tomam as suas decisões de consumo com base em uma combinação de bens que irão maximizar sua felicidade ou utilidade, levando em consideração a receita disponível para gastar.

Teoria dos Preços : Por sua vez, a teoria dos preços ou da oferta e da procura determinam a competitividade e a eficiência do mercado.

Em um mercado perfeitamente competitivo, o preço exigido pelos consumidores é o mesmo fornecido pelos produtores, resultando em um equilíbrio econômico.

Teoria da Produção: Por fim, temos a teoria da produção que avalia qual a melhor combinação de meios e recursos para que seja possível obter os menores custos e consequentemente maior lucratividade e competitividade.

Principais vantagens da microeconomia

Dentre as principais vantagens relacionadas ao estudo da microeconomia, podemos citar:

  • Permite o estudo das decisões de indivíduos e empresas na alocação de recursos de produção, troca e consumo;
  • Estuda os preços e a produção em mercados únicos e da sua interação com outros micro mercados;
  • Microeconomistas formulam vários tipos de modelos com base na lógica e no comportamento humano observado e realizam testes e comparações com o mundo real;
  • Fornece parâmetros e informações para o estudo da macroeconomia.

Por fim, vale destacar que tanto o estudo da microeconomia, como também o estudo da macroeconomia são importantes para a compreensão da economia como um todo.