O que é meta atuarial

A meta atuarial é um parâmetro utilizado para projetar e determinar a expectativa quanto à rentabilidade futura e impacto de determinadas decisões e escolhas financeiras no longo prazo.

Podemos dizer também, que a meta atuarial serve de mecanismo para que seja possível avaliar a menor rentabilidade necessária para que determinados objetivos futuros sejam cumpridos.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Meta atuarial e ciência atuarial

A ciência atuarial é uma disciplina que avalia os riscos financeiros nas áreas de seguros e finanças, por meio de métodos matemáticos e estatísticos.

Essa ciência aplica a matemática da probabilidade e estatística para definir, analisar e resolver as implicações financeiras de eventos futuros incertos, sendo a meta atuarial um dos produtos de seus cálculos.

A ciência atuarial tenta quantificar o risco de ocorrência de um evento usando análise de probabilidade para que seu impacto financeiro possa ser determinado, sendo muito utilizada para cálculos de pensões, aposentadorias e seguros de vida.

Por sua vez, a meta atuarial é um produto da ciência atuarial, ou seja, o resultado encontrado após a aplicação das metodologias e cálculos atuariais.

Meta atuarial e previdência

Os seguros e os planos de previdência são as duas principais aplicações para o cálculo da meta atuarial. 

No entanto, os cálculos de meta atuarial também podem ser aplicados em avaliações de organizações financeiras para analisar seus passivos e melhorar a tomada de decisões. 

Os profissionais responsáveis pelo cálculo da meta atuarial são os atuários.

Os atuários empregam essa ciência para avaliar as aplicações financeiras, envolvendo eventos futuros, definindo assim a meta atuarial de um investidor ou organização.

A meta atuarial é utilizada para o cálculo do valor presente de obrigações futuras.

Nos cálculos previdenciários, a meta atuarial serve para definição do total de recursos que precisam ser aplicados no presente para que seja possível garantir o pagamento dos benefícios previdenciários no futuro.

Para facilitar o entendimento sobre a meta atuarial, vejamos um exemplo prático:

Suponha que um plano de previdência tem 500 participantes e que cada um deles vai receber R$ 2.000, 13 vezes ao ano (12 meses + 13º salário), durante 30 anos.

Certamente, para que seja possível garantir o pagamento desses valores, o plano de previdência precisará passar por um longo período acumulando recursos. 

Entretanto, como saber quanto acumular mensalmente para garantir os pagamentos futuros?

Se a meta atuarial for o índice inflacionário + 6% de juros reais ao ano, o valor necessário atualmente para ter recursos suficientes no futuro para pagamento dos beneficiários seria correspondente a aproximadamente R$ 179 milhões. 

Para chegar a esses valores, os atuários utilizam cálculos matemáticos e estatísticos avançados e de larga complexidade.

Na prática, quanto mais baixa for a meta atuarial maior será o valor a investir no presente para acumular um determinado montante no futuro.

Por sua vez, uma meta atuarial muito alta pode não ser viável, tendo em vista a dificuldade de se atingir uma rentabilidade elevada de maneira consistente.

Vantagens da meta atuarial

A meta atuarial possui uma série de vantagens, dentre as quais, podemos citar as seguintes:

  • Permite a avaliação de riscos financeiros nas áreas de seguros e finanças, usando métodos matemáticos e estatísticos;
  • Aplica análises de probabilidade e estatísticas para definir, analisar e resolver o impacto financeiro de eventos futuros incertos;
  • Auxilia seguradoras a prever a probabilidade de um evento ocorrer para determinar os fundos necessários para pagar os sinistros;
  • Permite que investidores saibam quanto investir e por quanto tempo para alcançar determinados objetivos;
  • Dentre outras vantagens relevantes.

Não restam dúvidas, a meta atuarial, é um mecanismo essencial para que se possa conhecer o valor presente para assumir determinados compromissos futuros.

Sendo assim, a definição desse tipo de meta é fundamental para seguros e planos de previdência pública e também planos de previdência privada.