O que são mercados de corretagem

Mercados de corretagem são formados por agentes intermediários em transações de compra e venda de títulos de renda fixa e variável, seguros ou bens negociados no mercado financeiro.

No Brasil, pessoas físicas (corretores) ou jurídicas (corretoras de valores) podem atuar nos mercados de corretagem. Em geral, corretoras e corretores recebem uma taxa fixa ou porcentagem da transação para cada ação realizada no mercado.

Vale destacar, que as empresas e profissionais que atuam nos mercados de corretagem devem agir conforme autorização e solicitação do cliente.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Tipos de mercados de corretagem

Os mercados de corretagem são formados por diferentes especialidades e tipos de corretagem, dentre elas:

Corretagem de valores: A corretagem de valores acontece em meio ao ambiente da bolsa de valores e dos títulos de renda fixa. 

Neste mercado um corretor da bolsa intermedia operações destinadas a compra e venda de ações e outros ativos do mercado de capitais.

Corretagem de crédito: A corretagem de crédito é formada por especialistas e instituições financeiras que atuam ofertando e concedendo empréstimos e financiamentos para assistência financeira a pessoas físicas e jurídicas.

Corretagem de Leasing: A corretagem de leasing é muito semelhante a corretagem de crédito, no entanto, esta atua especificamente na concessão de crédito e financiamento para aquisição de veículos, máquinas e equipamentos. 

Corretagem Forex: A corretagem forex é aquela destinada a fornecer acesso e intermediar as operações que ocorrem no mercado forex, uma espécie de mercado cambial para compra, venda e negociação de moedas e títulos.

Corretagem de imóveis: A corretagem de imóveis é aquela destinada à negociação, compra e venda de imóveis tanto para pessoas físicas, como também para pessoas jurídicas. 

Profissionais que atuam na corretagem de imóveis, são popularmente conhecidos como corretores de imóveis.

Corretagem de seguros: A corretagem de seguros, é aquela destinada a cotação e comercialização de seguros em geral, dentre eles:

  • Seguros residenciais;
  • Seguros Automotivos;
  • Seguros de Vida;
  • Seguros de Saúde;
  • Seguros Odontológicos.

Corretagem de negócios: Por fim, temos a corretagem de negócios, que é aquela que auxilia empresas e pessoas físicas durante as etapas de negociação para aquisição e venda de grandes negócios, sendo comum no meio corporativo. 

O que são notas de corretagem

Nas transações envolvendo a compra ou venda de títulos na Bolsa de Valores, a instituição financeira ou corretora de valores responsável por intermediar a transação precisa emitir obrigatoriamente uma nota de corretagem.

As notas de corretagem listam informações, como:

  • Valor total da operação;
  • Ativos negociados;
  • Taxas referentes à Bolsa de Valores;
  • Tarifas de corretagem;
  • Data de liquidação.

As notas emitidas nos mercados de corretagem são essenciais para o detalhamento das transações, mas também como suporte e auxílio para que investidores possam declarar seus ativos e lucros no imposto de renda.

Taxas dos mercados de corretagem

As taxas cobradas nos mercados de corretagem variam bastante entre corretoras e tipos de ativo, afinal as corretoras possuem liberdade para definir suas formas de cobrança.

No entanto, como regra geral do mercado, as taxas ou tarifas de corretagem são divididas em dois grupos:

Taxas de corretagem fixa: Neste modelo de corretagem, a corretora determina um valor fixo a ser cobrado do cliente para cada transação, independente do seu valor.

Por sinal, a corretagem fixa é a mais encontrada nos diferentes mercados de corretagem do Brasil.

Taxas de corretagem variável: Por sua vez, a taxa de corretagem variável é aquela que sofre alterações com base no valor das transações realizadas pelos clientes.

Vale destacar, que devido a alta competitividade dos mercados de corretagem, principalmente do mercado de corretagem de valores mobiliários, algumas corretoras não cobram mais esse tipo de taxa em uma série de transações.