O que é mercado de crédito

Mercado de crédito

O que é mercado de crédito. Entenda melhor o conceito de mercado de crédito e descubra sua importância!

O que é mercado de crédito

Mercado de crédito é o local onde acontecem e são registradas operações de crédito e financiamento para pessoas físicas e jurídicas, sendo parte integrante do sistema financeiro nacional, em conjunto com os mercados de câmbio e capitais.

O mercado de crédito é um importante instrumento econômico para estímulo da economia, funcionando também como um indicador que demonstra o nível de endividamento da população de um país.

As operações de crédito no Brasil são concedidas por bancos, financeiras e instituições de fomento autorizadas a operar pelo BACEN – Banco Central do Brasil.

Banner will be placed here

Como funciona o mercado de crédito

No mercado de crédito, temos em geral dois atores, o credor (quem concede o empréstimo) e o devedor (pessoa física ou jurídica que contrai o empréstimo).

Para concessão de empréstimos e financiamentos, as instituições financeiras cobram dos seus clientes uma remuneração, o tradicional juros. 

Por sinal, a cobrança de juros sobre operações de empréstimo e financiamento é o que garante boa parte dos lucros das instituições financeiras.

Muita gente não sabe, mas na prática, o dinheiro emprestado pelos bancos é parte dos depósitos e investimentos realizados por seus próprios clientes. Funciona da seguinte forma:

  • Cliente A contrata um CDB realiza depósitos na poupança ou faz outras aplicações;
  • Cliente B solicita um empréstimo.

Sendo assim, o banco faz uso dos recursos de terceiros em seu poder para concessão de crédito no mercado. Vale destacar que todas as operações são reguladas e autorizadas pelo Banco Central.

Os bancos devem manter um volume mínimo de recursos financeiros em caixa para garantir a segurança daqueles que aplicam recursos na instituição financeira e a retirada imediata sempre que solicitado pelo cliente.

Ao realizar esse tipo de movimentação com os recursos em seu poder, os bancos geram lucro e por fim, podem remunerar as aplicações financeiras dos seus clientes.

Tipos de crédito no mercado de crédito

O mercado de crédito brasileiro oferece uma série de opções em empréstimos e financiamentos, dentre as quais, podemos citar:

  • Crédito consignado;
  • Crédito direto ao consumidor; 
  • Cheque especial;
  • Cartão de crédito;
  • Leasing;
  • Financiamento imobiliário;
  • Financiamento de capital de giro;
  • Financiamento de máquinas e equipamentos;
  • Dentre outros.

Dentre as opções, aquela que costuma oferecer a menor taxa de juros é o crédito consignado, uma vez que o desconto das parcelas é realizado diretamente da folha de pagamento do devedor.

Por sua vez, o cheque especial e o cartão de crédito, são as opções com maiores taxas de juros do mercado.

Taxa de juros no mercado de crédito

Como mencionado anteriormente, a taxa de juros é uma espécie de remuneração cobrada pelas instituições financeiras para a concessão de crédito, sendo essa atualmente, uma das maiores fontes de lucro dos bancos e financeiras.

Para definir o valor a cobrar a título de taxa de juros em operações no mercado de crédito, as instituições financeiras levam em consideração os seguintes custos:

  • Inadimplência: Inclui os custos de cobrança e os riscos envolvidos nas operações de crédito;
  • Estrutura administrativa: Inclui os custos administrativos, ou seja, operacionais da instituição financeira;
  • Impostos e encargos: Inclui a cobrança de encargos sobre as operações, como: IOF, PIS, Cofins, CSLL e Imposto de Renda
  • Contribuição para o Fundo Garantidor de Créditos (FGC): As instituições financeiras contribuem para um sistema de proteção e garantia do crédito.
  • Margem de lucro: Por fim, temos a margem de lucro da instituição financeira;
  • Taxa Selic: Envolve os custos para captação de recursos no mercado.

Dentre os fatores acima, aquele que mais contribui para a variação da taxa de juros  praticada no mercado de crédito é a inadimplência, ou seja, os riscos do negócio. 

Na prática, quanto maior o risco de inadimplência, maior a taxa de juros aplicada.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE