A Méliuz (CASH3) informou na quinta-feira (27), que finalizou o 4T21 com um total de 22,4 milhões de contas, um crescimento de 1,6 milhão em relação ao 3T21.

A Companhia obteve um sólido crescimento na base de usuários mesmo com a pausa das campanhas de marketing para aquisição de novos clientes para o cartão de crédito co-branded, fruto da estratégia adotada ao longo de 2021 com objetivo de atrair e reter os usuários, que vão viabilizar o crescimento sustentável da companhia nos próximos anos.

O ritmo médio de abertura de contas no 4T21 foi de 27 mil contas por dia útil, contra 30 mil no 3T21.

A desaceleração já era esperada no período por conta do término do contrato referente ao cartão de crédito co-branded em priorização ao cartão de crédito próprio do Méliuz, que será lançado em breve.

Nos últimos 12 meses, findos em 31 de dezembro de 2021, a Méliuz atinge um total de 9,4 milhões de usuários ativos.

O número de usuários ativos permaneceu em linha com o trimestre anterior mesmo com a pausa das campanhas de marketing para aquisição de novos clientes para o cartão de crédito co-branded e representou um crescimento de 76% em comparação ao 4T20, quando alcançamos 5,3 milhões

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Na métrica de novos compradores a Companhia atingiu um crescimento de 33% quando comparado ao 3T21, um novo recorde histórico, e 120% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A Méliuz também atingiu o melhor resultado da história em GMV. Considerando apenas o Méliuz, atingimos um GMV de R$ 1,7 bilhão no 4T21, um crescimento de 52% contra o 3T21 e 77% contra o mesmo período do ano anterior.

Em relação às demais empresas do grupo, foi registrado um GMV de R$ 267 milhões para a Picodi e de R$ 80 milhões para a Promobit no 4T21, totalizando R$ 2,0 bilhões de GMV na visão consolidada no trimestre.

No shopping internacional, a empresa apresentou um crescimento de 14% contra o 3T21 devido a sazonalidade do período.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Já a Promobit apresentou um crescimento de 62% contra o 3T21, explicado pelo aumento das campanhas e ações durante o período da Black Friday.

A empresa finalizou 2021 com um GMV total de R$ 5,5 bilhões, sendo R$ 4,5 bilhões referentes ao Méliuz, R$ 852 milhões referentes a nossa vertical shopping internacional e R$ 161 milhões à Promobit.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Méliuz no Terceiro Trimestre de 2021

O resultado da Méliuz (CASH3) no terceiro trimestre de 2021 (3t21), divulgado no dia 16 de novembro, apresentou um prejuízo líquido de R$ 2,9 milhões no 3T21, apresentando retração no prejuízo de -162,4% no prejuízo em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Méliuz atingiu um prejuízo de R$ 9,3 milhões no 3T21, apresentando retração de -266,1% na comparação com o 3T20.

A margem Ebitda da Méliuz totalizou -15,8% no 3T21, apresentando retração de -35,8 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

A margem líquida da Méliuz atingiu -5,0% no 3T21, apresentando retração de -23,5 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

As ações da Méliuz (CASH3) acumula alta de 7,89% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 34,85% nos últimos 12 meses.