A Méliuz (CASH3) celebrou uma parceria com a Mastercard para oferecer aos usuários o cartão de crédito e da conta com a bandeira.

Com a aliança, as empresas colocam o Brasil como um dos principais países a oferecer um cartão de crédito sem tarja magnética, reduzindo fraudes e custos na emissão, segundo o comunicado ao mercado divulgado nesta terça-feira, 4.

O novo cartão Méliuz será "platinum" e "digital first", contará com a tecnologia de pagamento por aproximação, cashback e criptoback. Além disso, não terá anuidade. 

Lista de espera 

A Méliuz destacou ainda que, em menos de dois meses, a lista de espera para o novo cartão de crédito já superou 500 mil inscritos.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

"Estamos confiantes em entregar um produto seguro, competitivo e sem burocracia aos nossos usuários", finalizou a companhia.

Resultado da Méliuz no Terceiro Trimestre de 2021

O resultado da Méliuz (CASH3) no terceiro trimestre de 2021 (3t21), divulgado no dia 16 de novembro, apresentou um prejuízo líquido de R$ 2,9 milhões no 3T21, apresentando retração no prejuízo de -162,4% no prejuízo em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Méliuz atingiu um prejuízo de R$ 9,3 milhões no 3T21, apresentando retração de -266,1% na comparação com o 3T20.

A margem Ebitda da Méliuz totalizou -15,8% no 3T21, apresentando retração de -35,8 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

A margem líquida da Méliuz atingiu -5,0% no 3T21, apresentando retração de -23,5 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

As ações da Méliuz (CASH3) acumula queda de 7,07% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 15,82% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.