Mario Gabelli é uma potência no investimento em valor, tendo como suas inspirações os pioneiros Benjamin Graham e David Dodd.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

A reputação de Gabelli como um comprador de ações de sucesso decolou nos anos 80, quando obteve sucesso encontrando pechinchas nos setores de mídia e telecomunicações.

O investidor também trouxe ótimos resultados com a Gamco, um fundo mútuo e empresa de investimentos que fundou em 1977.

A fama de Mario Gabelli como grande investidor de sucesso rendeu seu nome no "Barron's All Century Team", uma lista dos gerentes de portfólio da indústria de fundos mútuos mais influentes.

Sua fortuna atualmente é estimada em US$ 1,7 bilhão pela Forbes, o que o coloca como a 1725ª pessoa mais rica de 2023.

Conheça mais da trajetória do fundador e CEO da Gamco Investors.

Quem é Mario Gabelli 

Mario J. Gabelli é um investidor em ações e analista financeiro norte-americano, fundador, presidente e CEO da Gabelli Asset Management Company Investors (Gamco Investors), uma empresa de investimentos com sede em Greenwich, Connecticut. 

Ele também atua como presidente executivo do Associated Capital Group, uma empresa de gestão de investimentos que se separou da Gamco em 2015.

Vida e carreira

Mario Joseph Gabelli nasceu em 19 de junho de 1942, no Bronx, distrito da cidade de Nova York, Estados Unidos.

Filho de imigrantes italianos, Gabelli aprendeu cedo o valor do trabalho duro e da educação. Seus pais estudaram apenas até a sexta série, mas ele queria fazer diferente.

Desde pequeno mostrou um lado empreendedor. Primeiro, engraxava sapatos na estação de metrô do Bronx para ganhar dinheiro. Depois, trabalhou como carregador de tacos de golfe em clubes de elite no rico subúrbio de Westchester County, em Nova York.

Lá, muitos sócios trabalhavam em Wall Street e suas conversas durante os jogos inevitavelmente tratavam de ações. 

O jovem Gabelli prestava atenção e comprou suas primeiras ações quando tinha 13 anos. 

O bom desempenho escolar lhe rendeu uma bolsa de estudos para a Fordham University, onde se formou em contabilidade em 1965. 

Após a formatura ganhou outra bolsa de estudos, desta vez para a escola de negócios da Universidade Columbia, onde, três décadas antes, haviam se desenvolvido os conceitos de análise de ações e de “value investing”.

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Após se formar, em 1967, Gabelli trabalhou na Loeb, Rhoades & Co como analista, cobrindo automóveis, equipamentos agrícolas e conglomerados. 

Em 1976, ele abriu sua própria empresa, a Gabelli & Co., uma corretora institucional. Logo depois formou a Gabelli Investors, mais tarde renomeada para Gamco Investors, a fim de administrar dinheiro de clientes.

O primeiro veículo de investimento da Gabelli para o público em geral, o Gabelli Asset Fund, lançado em março de 1986.

Mario Gabelli foi nomeado gerente de portfólio do ano da Morningstar em 1997, depois gerente de dinheiro do ano pela Institutional Investor em 2011 e é membro da equipe All Star Century da Barron.

Ele atua nos conselhos do Boston College, da Roger Williams University, da Columbia University Graduate School of Business, da American-Italian Cancer Foundation, da Foundation for Italian Art & Culture e é curador da Winston Churchill Foundation dos Estados Unidos e da Fundação EL Wiegand. 

Na vida pessoal, Gabelli mora com sua segunda esposa, Regina Pitaro. Ele e sua primeira esposa, Elaine, mãe de seus quatro filhos, se divorciaram em 1996.

Como filantropo, Gabelli é signatário do The Giving Pledge, um compromisso dos indivíduos e famílias mais ricos do mundo de destinar a maior parte de sua riqueza para a caridade.

Ele ainda faz doações por meio de sua fundação, Gabelli Foundation, Inc, que se concentra principalmente na educação.

Estratégia de investimento de Mario Gabelli

Mario Gabelli é um defensor da escola de investimento em valor (value investing), citando Graham e Dodd como os principais contribuintes para seu processo de pensamento. 

Gabelli colocou em prática a teoria de investimento em valor que aprendeu na Columbia University logo no seu primeiro emprego em Wall Street.

A ele é creditada a metodologia de Valor de Mercado Privado, ou seja, o preço que um comprador estratégico informado pagaria por uma empresa no mercado privado, ou o valor intrínseco mais algum prêmio.

A estratégia de investimentos de Mario Gabelli busca determinar as empresas não por lucros, mas por fluxo de caixa, analisando uma empresa detalhadamente para calcular o que chamava de valor de mercado privado:

Não o preço de uma ação pelo qual uma ação estava sendo vendida na bolsa, mas o preço por ação que alguém estaria disposto a pagar para comprar toda a empresa.

Após definir o “valor intrínseco” de uma empresa, Gabelli, como outros investidores em valor, busca ações que estejam cotadas abaixo desses valores.

Questionado sobre as qualidades de um grande investidor em entrevista para o Guru Focus, Gabelli destacou duas coisas: paciência e experiência.

Segundo ele, uma boa mentalidade financeira permite ao investidor pensar a longo prazo e torna menos provável que alguém caia na armadilha mental de comprar especulativamente, em vez de com base no valor.

"Além da paciência, acumular conhecimento das indústrias durante um longo período de tempo [também é importante]. Então, seguindo a indústria automobilística como tenho feito por quarenta ou cinquenta anos, e a indústria de equipamentos agrícolas e o negócio de entretenimento, você pode adotar a mudança mais rapidamente e se o mercado de ações, que chamamos de Sr. Mercado, cair ... você pode ver quais empresas são uma oportunidade interessante, são fracas o suficiente e quanto tempo você tem para segurá-las."

Carteira Recomendada? Faça um Diagnóstico Online e Receba uma Carteira Gratuita.

Já em entrevista para a Forbes ele descreve seu estilo de investimento como "simples".

"Me formei em contabilidade em Fordham e estudei finanças e impostos na pós-graduação de Columbia. Você basicamente analisa relatórios anuais. Mas o mais importante é acompanhar as indústrias. Ler todas as revistas especializadas, ir a todas as conferências, comparar cinco, seis empresas. Quando visitar a empresa X, que faz pastilhas de freio, aproveite e pergunte como está o setor. Na empresa Y pergunte sobre a empresa X. E assim por diante."

Mario Gabelli não se deixa influenciar pelas tendências passageiras do mercado ou pelas últimas novidades. 

Sua abordagem para escolher um vencedor está enraizada em uma pesquisa rigorosa e um olhar atento para o valor, juntamente com uma pesquisa aprofundada nas finanças da empresa.

Gabelli acredita firmemente no valor dos investimentos de longo prazo e que se os fundamentos da empresa são sólidos, um soluço é apenas temporário.

Para os novos investidores, Mari Gabelli deixa um conselho: 

"Se você é um investidor jovem, de 20 anos, que cresceu jogando Fortnite, você quer provavelmente ganhos no curto prazo. Minha recomendação é: pense no longo prazo. Essa é a noção de composição de valor durante um longo tempo. Tenho um gráfico que uso quando dou palestras na faculdade sobre como se tornar um bilionário. Recomendo economizar um café (e isso não é uma crítica à Starbucks) e investir esse dinheiro. Você está investindo US$ 35 (R$ 184) em uma semana, e cresce em 4%, 6%, 8% ao ano. Onde você vai estar daqui a 40 anos? E se quiser expandir mesmo, tome uma cerveja a menos. E se você tiver a sorte de ter um avô ou pai que pode iniciar um plano de investimento para a universidade, o governo permitirá que você pegue uma parte disso e coloque em uma conta de aposentadoria", disse ele à Forbes.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.