A Marcopolo (POMO4) informou na última quarta-feira (16), através de fato relevante, que o Conselho de Administração, aprovou a alteração do modelo de negócio de suas operações localizadas na Índia.

A Companhia firmou contrato de venda de sua participação na empresa indiana Tata Marcopolo Motors, equivalente a 49% das ações da coligada, à acionista remanescente na sociedade, Tata Motors, por USD 13,5 milhões pelo câmbio atual.

Paralelamente, a Companhia firmou contrato de licenciamento para a utilização de sua marca “Marcopolo” por parte da TMML, que, em contrapartida, pagará royalties sobre a receita dos produtos vendidos por aquela empresa, nos modelos atualmente por ela fabricados por um período mínimo de 3 anos.

As empresas continuarão mantendo um canal aberto para colaboração em projetos futuros de tecnologia em carrocerias e para prestação de serviços de consultoria técnica.

A operação não está sujeita a aprovações regulatórias e deverá ser concluída nas próximas semanas, após a realização de procedimentos societários de ambas as partes. O pagamento será realizado após a finalização dessas formalizações.

Resultado da Marcopolo no Terceiro Trimestre de 2020

O resultado da Marcopolo (POMO4) no terceiro trimestre de 2020 (3t20), divulgado no dia 03 de novembro, apresentou um prejuízo líquido de R$ 54,3 milhões no 3t20, versus um lucro de R$ 22,8 milhões em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Marcopolo atingiu um prejuízo R$ 23,8 milhões no 3t20, apresentando retração de -139,5% na comparação com o 3t19.

A margem Ebitda da Marcopolo totalizou -2,8% no 3t20, apresentando retração de -8,4 pontos percentuais na comparação com o 3t19. 

A Margem líquida da Marcopolo atingiu -6,5% no 3t20, apresentando retração de -8,5 pontos percentuais na comparação com o 3t19.

As ações da Marcopolo (POMO4) acumulam queda de 1,38% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 27,02% nos últimos 12 meses.