O que é lucro operacional

Lucro operacional é um meio de medir lucro onde o principal objetivo é realizar uma conexão entre a receita da companhia e as despesas operacionais.

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

Sendo assim, para que se obtenha lucro é necessário um cálculo positivo, caso contrário será obtido somente prejuízos no processo.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Custos e despesas do lucro operacional

Para entender o cálculo realizado para obter o lucro operacional, é necessário entender a diferença entre custo e despesa.

Ambos são tratados de maneiras idênticas, porém se mostram de maneira extremamente distinta na prática.

O custo é definido como o gasto atrelado de maneira direta no processo de produção, enquanto a despesa se refere ao restante.

Considerando o que foi dito, um item ao ser eliminado afeta a produção, e passa a ser uma despesa.

Alguns exemplos de custos são: salário dos funcionários, a matéria-prima, a energia elétrica que é utilizada para produzir os produtos.

Outrossim, alguns outros exemplos de despesa também são cabíveis, como: material do escritório, café servido aos funcionários, etc.

Cálculo do lucro operacional

O lucro operacional se destaca como a principal variável utilizada para definir quanto uma empresa receberia caso se centralizasse apenas em sua atividade-fim.

Sendo assim, é utilizada a seguinte fórmula abaixo no processo:

  • Lucro operacional = Receita - Despesas Operacionais.

São inseridos no cálculo em forma de despesas operacionais os seguintes elementos:

  • Despesas administrativas: material de escritório, custos com funcionários, aluguel do escritório, entre outros;
  • Despesas comerciais: embalagens manutenção de pontos de venda (PDV), gastos com marketing, transporte para visitar clientes, entre outros;
  • Despesas diversas: são aquelas que não se enquadram nas categorias de empresas administrativas ou comerciais.

Esses elementos são imprescindíveis no cálculo do lucro operacional. Para descobrir como calcular o lucro operacional bruto e líquido, acompanhe o texto abaixo.

Lucro operacional bruto e lucro operacional líquido

Apesar da fórmula acima citada ser o suficiente para definir o valor do lucro operacional, é viável adaptá-la de duas maneiras.

No que se refere ao lucro operacional bruto, se demonstra um lucro operacional que não deduz das receitas da empresa:

  • Lucro operacional bruto = Receita bruta - Despesas Operacionais.

Por sua vez, o lucro operacional líquido é descontado das receitas alguns itens como os impostos, além de devoluções dos produtos, de maneira que:

  • Lucro operacional líquido = Receita líquida - Despesas operacionais.

As fórmulas utilizadas no cálculo do lucro operacional são aparentemente simples em um primeiro momento. Apesar disso, é importante estar atento às variáveis a serem incluídas no cálculo.

Lucro operacional, lucro bruto e lucro líquido

Existem diversas formas de medir o lucro de uma empresa. Porém todas possuem a sua devida importância na gestão contábil e estratégica de uma companhia.

Diferente do lucro operacional, o lucro bruto e líquido lidam de maneira direta com os custos no âmbito empresarial.

Vale ressaltar que os custos são todos os gastos que afetam o processo de produção de maneira direta.

Eles se dividem em custos variáveis e custos fixos. A sua fórmula é:

  • Lucro = Receita - Custos.

No que se refere às fórmulas envolvendo o lucro bruto e líquido, elas são:

  • Lucro bruto = Receita - Custos variáveis;
  • Lucro líquido = Receita - Custos totais (fixos + variáveis).

Usando as fórmulas citadas acima, é possível definir o lucro, lucro bruto e lucro líquido em um processo no âmbito empresarial.

O lucro, seja ele bruto ou líquido, é um elemento que move o capital e energia do investidor em seu processo de investimento.

Além disso, é um componente que deve ser estudado de maneira analítica e estratégica pelos sócios e acionistas envolvidos no procedimento.

Sendo assim, é fundamental que os empreendedores busquem sempre novos conhecimentos e abordagens inéditas nos seus negócios para obter a independência financeira.