A JSL (JSLG3) reportou lucro líquido de R$ 29,8 milhões no segundo trimestre, queda de 68% sobre igual período do ano passado, informou a companhia em balanço enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

No critério ajustado, o lucro foi de R$ 34,2 milhões, recuo de 23,8% na mesma base de comparação.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado alcançou R$ 250,7 milhões de abril a junho, o dobro do valor registrado um ano antes.

Com isso, a margem Ebitda atingiu 18,3% no período, acréscimo de 4,5 pontos porcentuais em relação ao mesmo período de 2021.

A receita líquida total alcançou R$ 1,43 bilhão no segundo trimestre, alta de 56% sobre igual intervalo do ano passado.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

"A agilidade em desenvolver novas soluções com nossos clientes e a transparência nas negociações nos permitiram entregar resultados sólidos e consistentes. Na comparação anual, crescemos em faturamento nos principais setores que atuamos com destaque para bens de consumo, siderurgia e mineração, automotivo, papel e celulose e alimentos e bebidas", disse a companhia no comunicado que acompanha o balanço.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

De abril a junho, a JSL fechou R$ 1,4 bilhão em novos contratos, com prazo médio de operação de 47 meses e destaque para os setores de alimentos e bebidas (59%), automotivo (21%) e florestal (8%).

Fonte: Estadão Conteúdo.