O BTG Pactual (BPAC11) encerrou o segundo trimestre de 2021 com lucro líquido ajustado de R$ 1,719 bilhão, representando um crescimento de 74% em relação ao resultado do mesmo período do ano passado, que foi de R$ 987 milhões.

Frente ao trimestre imediatamente anterior, o lucro líquido ajustado subiu 43,6%. De acordo com o banco, o resultado trimestral foi recorde.

O lucro líquido não ajustado somou R$ 1,678 bilhão, acima dos R$ 977 milhões do segundo trimestre de 2020.

O banco reportou receitas totais R$ 3,77 bilhões no segundo trimestre de 2021, crescimento de 52% sobre igual período do ano anterior e de 35% em relação ao primeiro trimestre.

O retorno sobre o patrimônio ajustado cresceu 4,1 pontos-base para 21,6% em 12 meses. Frente ao primeiro trimestre, houve aumento de 5,1 pontos-base.

"Tivemos o melhor trimestre da nossa história, com resultados expressivos em todas as linhas de negócios, crescimento acelerado das nossas franquias de clientes, alta rentabilidade e manutenção de métricas de capital acima da média da indústria", disse o presidente do BTG Pactual, Roberto Sallouti.

O patrimônio líquido do BTG Pactual encerrou o segundo trimestre em R$ 35 bilhões, um crescimento de 36,7% frente ao mesmo período do ano passado e avançou 15,2% em comparação ao primeiro trimestre.

Os ativos totais do banco somaram R$ 335,2 bilhões, valor acima dos R$ 230,4 bilhões do segundo trimestre de 2020 e dos R$ 289,8 bilhões no primeiro trimestre.

O índice de Basileia caiu 2,1 pontos-base para 17,3% no segundo trimestre em relação ao mesmo período do ano passado. No primeiro trimestre, estava em 17,7%.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado da BTG Pactual no Primeiro Trimestre de 2021

O resultado da BTG Pactual (BPAC11) no primeiro trimestre de 2021 (1t21), divulgado no dia 11 de maio, registrou um lucro líquido de R$ 1,17 bilhão no 1T21, apresentando crescimento de 53% na comparação com o 1T20.

Por sua vez, o lucro líquido ajustado do Banco BTG Pactual no 1T21 totalizou R$ 1,197 bilhões.

O índice de eficiência do Banco BTG Pactual totalizou 43% no 1T21, permanecendo estável quando comparado com o mesmo período de 2020.

O Índice de Basiléia é um importante indicador utilizado para medir a solvência das instituições financeiras, que na prática indica o risco de você investir no banco.

As ações do BTG Pactual (BPAC11) acumulam alta de 6,46% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 43,76% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.