Localiza (RENT3) entra na Carteira Recomendada da XP em Setembro
|

Localiza (RENT3) entra na Carteira Recomendada da XP em Setembro

As ações da Localiza (RENT3) entraram na carteira recomendada da corretora XP Investimentos para o mês de setembro.

Por
Atualizado em 02/09/2020

As ações da Localiza (RENT3) entraram na carteira recomendada da XP Investimentos para o mês de setembro conforme relatório divulgado pela corretora de valores na última terça-feira (01).

No documento os analistas de ações da XP comenta que o mês passado foi marcado por realização do Ibovespa na carteira recomendada da XP e o desempenho ficou um pouco abaixo do “Benchmark”.

A carteira recomendada da XP indicou apenas uma troca, permanecendo as ações da Banco do Brasil (BBAS3), Via Varejo (VVAR3), Locaweb (LWSA3), Lojas Americanas (LAME4). Gerdau (GGBR4), Iguatemi (IGTA3), Localiza (RENT3), Vivara (VIVA3), B3 (B3SA3), Vale (VALE3).

Saem: Movida (MOVI3).

Entram: Localiza (RENT3).

Melhores Ações para 2020: Encontre as Melhores Ações para Investir com Apenas 1 Clique.

Segundo analista, a justificativa para as ações entrarem na carteira recomendada são:

Banco do Brasil (BBAS3)

Durante o mês de agosto, o Banco do Brasil foi o banco com a melhor performance dentre os incumbentes.

A alta foi impulsionada pela nomeação de André Brandão como presidente do banco que é positivo devido ao seu perfil profissional de mercado e sua experiência.

Portanto, a XP manteve a recomendação de Compra baseado em sua carteira de crédito mais defendida, com mais de 40% da carteira nos segmentos de agronegócio e consignado.

Além do possível beneficiamento de fatores não dependentes da economia, como redução de provisões operacionais e custo de captação mais barato via depósitos judiciais e valuation descontado.

Via Varejo (VVAR3)

No mês de agosto, o sólido desempenho das ações foi suportado pelo contínuo otimismo dos investidores em relação ao segmento de e-commerce e  aos sólidos resultados da Via Varejo no 2T20.

Com isso, é esperado que o forte ritmo de crescimento continue, com crescimento de vendas online (GMV) de + 118% A / A no 2S20.

Atualmente, nas estimativas da XP, as ações da Via Varejo são negociadas a múltiplo EV/GMV de 0,7x em 2021 (vs. 1,8x para B2W e 3,2x para Magalu).

Locaweb (LWSA3)

No mês de agosto, as ações da Locaweb tiveram desempenho superior ao do Ibovespa.

O desempenho tem sido suportado pelos sólios resultados do 2T20, mostrando contínua aceleração de crescimento, com o vendas online (GMV) do e-commerce crescendo + 105% A / A.

Com isso, ainda vemos (I) espaço para uma maior aceleração do crescimento do GMV, bem como (ii) espaço para oportunidades de M&A se materializarem (a empresa ainda se encontra em uma posição de caixa líquido de R$ 425 milhões no 2T20).

Por fim, embora os múltiplos pareçam altos, com as ações negociando a múltiplo EV/Receita de 12,5x em 2021 (vs. ~ 11x para competidores globais de SaaS), é esperado que o crescimento da Locaweb ultrapasse o de seus principais pares internacionais.

A XP projeta crescimento anual médio para os próximos três anos de 16% na receita, 27% no EBITDA e 42% no lucro líquido.

Lojas Americanas (LAME4)

No mês de agosto, as ações de Lojas Americanas tiveram um desempenho superior àquele reportado pelo ínidice, com uma provável realização de lucros de investidores, após o desempenho sólido nos últimos dois meses.

No entanto, ainda vemos um forte crescimento, com um forte crescimento médio de lucro de +20% entre 2019 e 2022  e retornos sólidos (ROIC de 28% em 2021).

Nas estimativas da corretora, a operação de lojas físicas da Lojas Americanas (LASA) atualmente negocia a um múltiplo P/L atrativo de 16,1x em 2021.

Gerdau (GGBR4)

O bom desempenho do papel no mês se deu, principalmente, pelas notícias de recuperação da economia pós-pandemia e com as expectativas positivas quando ao setor de construção civil (FGV).

Assim, o mercado aguarda uma recuperação mais rápida do setor com espaço para mais aumentos de preços no segundo semestre.

Iguatemi (IGTA3)

As ações da Iguatemi tiveram performance negativa no mês, mas ainda acima do Ibovespa.

A corretora acredita que o movimento reflita em parte a divulgação de resultados melhores que o esperado referentes ao 2T20, apesar de ainda se tratar de um trimestre desafiador.

Vivara (VIVA3)

No mês de agosto, as ações da Vivara tiveram desempenho superior ao índice Ibovespa.

A ação foi beneficiada pelo contínuo otimismo dos investidores com a retomada gradual das atividades do setor de varejo, com vendas totais estáveis ​​em agosto, de acordo com a companhia.

Nesse contexto, apesar da perspectiva de vendas no curto-prazo continuar desafiadora para a companhia (assim como para o setor de varejo como um todo), ressalta-se que o crescimento do e-commerce  continua a acelerar, com a empresa tendo reportado um forte aumento de + 387% no período vendas de e-commerce no segundo trimestre.

Além disso, os analistas acreditam que a empresa possua um dos balanços mais sólidos da nossa cobertura de varejo (caixa líquido de R$ 264 milhões no 2T20).

B3 (B3SA3)

Durante o mês de agosto, as ações da B3 foram impactadas pelos dados operacionais de julho.

No mês de julho, os volumes apresentaram queda de 10,3% na comparação mensal e aumento de 74,2% anualmente.

No entanto, o número de investidores ativos seguiu crescendo 6,6% mensalmente e 129,3% anualmente, atingindo 2,8 milhões de investidores.

A corretora continua otimista com a retomada do mercado de capitais e com as menores taxas de juros por mais tempo.

Vale (VALE3)

Desempenho ligeiramente acima do mercado acionário, impulsionado principalmente por conta do aumento do dólar (+5,1% no mês), preços mais altos do minério de ferro (atingindo US$125/t) e notícias de redução dos estoques de aço na China, evidenciando o aumento na demanda chinesa pelo produto.

Performance da Carteira Recomendada da XP

Confira abaixo a performance da carteira recomendada Top Picks de ações da XP Investimentos.

Objetivos da Carteira Recomendada da XP

Segundo a XP, a carteira é composta por 10 ativos, tendo cada um o peso igual de 10%.

O intuito da XP é que a média do retorno dos 10 ativos, ao final da mês, supere o benchmark.

A XP considera para a seleção dos ativos um corte de liquidez para que os retornos das recomendações reflitam da forma mais fiel a realidade.

São elegíveis preferencialmente ativos do IBX-100.

*Ibovespa calculado no dia da posição da carteira semanal, não em mês fechado.

Telegram TCA

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE