A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 15, um aumento médio de 14,68% nas contas de luz dos clientes atendidos pela Light (LIGT3), concessionária de distribuição de energia que atua no Rio de Janeiro.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

A empresa atende cerca de 4,5 milhões de unidades consumidoras de 37 municípios do Estado. Os novos valores passam a valer a partir desta terça.

Os efeitos do reajuste serão diferentes para cada grupo de consumidores, devido à variação dos custos que compõem as tarifas de energia.

Para os consumidores atendidos em alta tensão (como as grandes indústrias), o efeito médio será de 12,89%. Já para os residenciais, atendidos em baixa tensão, o aumento será de, em média, 15,53%.

O reajuste aprovado pela Aneel é resultado da chamada "revisão tarifária" da empresa.

O processo é realizado pela agência reguladora a cada cinco ou quatro anos, a depender do contrato da distribuidora, para manter o equilíbrio econômico-financeiro da concessão.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Ao longo da apuração, são analisados diversos aspectos do contrato, diferente do que acontece nos reajustes anuais.

Durante a análise do processo, o relator do processo, diretor Efrain da Cruz, afirmou que o reajuste aprovado nesta terça "não é o desejável", pois está acima dos principais índices de inflação do País.

Ele ressaltou ainda o impacto dos encargos setoriais cobrados via contas de luz para todos os consumidores. Segundo a agência reguladora, os encargos contribuíram para um efeito médio de 6,78%.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Light no Terceiro Trimestre de 2021

resultado da Light (LIGT3) no terceiro trimestre de 2021 (3t21), divulgado no dia 11 de outubro, apresentou um lucro líquido de R$ 364 milhões no 3t21, apresentando alta de 167,6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Ebitda da Light atingiu R$ 413,1 milhões no 3t21, apresentando queda de -29,6% na comparação com o 3t20.

O resultado financeiro da Light totalizou um prejuízo de R$ 428,9 milhões no 3t21, apresentando crescimento de 107,1% no prejuízo quando comparado ao 3t20.

As ações da Light (LIGT3) acumulam alta de 0,45% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 51,26% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.