O que é Leilão Reverso

Leilão Reverso é um tipo de leilão, porém as posições tradicionais de comprador e vendedor são alteradas: ao invés de vários potenciais compradores e um vendedor oferecendo o produto, são vários potenciais vendedores e somente um comprador.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Esse modelo de leilão geralmente é utilizado para comprar produtos em uma quantidade maior do que o usual, ou quando empresas desejam realizar prestações de serviços em um longo período.

O comprador escolhe aquele que oferece o produto com um menor preço. Assim, o vendedor precisa utilizar uma boa estratégia para vender o produto com o melhor preço possível e, ao mesmo tempo, obter lucros com a venda. 

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona o Leilão Reverso

Para entender o funcionamento do Leilão Reverso, vale fazer algumas comparações com o leilão tradicional para elucidar as diferenças entre os dois.

No leilão tradicional, existem diversos compradores que competem entre si para dar o maior lance e obter bens e serviços. Assim, nesse modelo, os preços vão aumentando, até que ninguém esteja disposto a pagar mais e o maior lance ganha.

Em um Leilão Reverso, por outro lado, são vários vendedores disputando entre si para que o comprador escolha o seu produto ou serviço. Neste caso, os preços vão diminuindo, até que o lance de valor mais baixo consiga ganhar.

Esse tipo de leilão ocorre, geralmente, pela internet e é utilizado por empresas que precisam de matérias primas para fabricar algum equipamento, para a prestação de algum tipo de serviço ou oferecimento de um produto.

Dessa forma, as empresas conseguem conhecer novos fornecedores com mais facilidade, além de possibilitar que elas façam um planejamento e escolham o serviço ou produto que mais se adequa ao orçamento.  

Um bom exemplo de Leilão Reverso é o processo de licitação feito pelo Estado para comprar produtos e contratar serviços. O Estado, neste caso, é o único comprador, e existem diversas empresas que estão vendendo seus serviços. 

A proposta com valor mais baixo e mais atrativa para o Estado ganha o leilão e pode fornecer o seu serviço para a administração pública. 

Vantagens do Leilão Reverso 

O Leilão Reverso, se utilizado com sabedoria por compradores e vendedores, pode ser muito útil e vantajoso para ambas as partes.

Isso porque o aumento da competitividade provoca uma redução dos preços, além de também fornecer lucros para os vendedores por conta do volume de produtos vendidos, ou o tempo de prestação de serviço que o contrato fornece.

Esse procedimento também ajuda no Sourcing da empresa, ou seja, na análise do orçamento que deve ser gasto com determinados produtos e serviços, permitindo que seja feito um bom planejamento financeiro.

Outras vantagens para compradores e vendedores são:

  • maior opção de fornecedores e clientes;
  • redução de custos para o comprador;
  • Aumento da visibilidade da empresa no mercado;
  • Transparência no processo;
  • Facilidade de compra e venda; 

Desvantagens do Leilão Reverso

Para um vendedor participar de um Leilão Reverso, é necessário levar em consideração os custos de produção e a margem de lucro mínima que ele deve aceitar.

Da mesma forma que as pessoas precisam fazer um planejamento financeiro pessoal, as empresas que participam do Leilão Reverso precisam se planejar também. 

Caso contrário, ganhar o leilão pode significar um enorme endividamento, uma vez que o valor recebido pode não cobrir os custos para a realização do serviço ou produção do material. 

Uma outra desvantagem apresentada pelo Leilão Reverso é que ele não funciona para a negociação de qualquer tipo de produto ou serviço. É necessário que haja muitos vendedores de um mesmo produto para garantir a integridade da disputa.

Além disso, para os compradores, esse modelo de leilão pode levá-los a escolher o vendedor de menor preço sem considerar a qualidade do produto. Isso pode gerar um grande prejuízo, visto que o produto pode ser de má qualidade.

,Assim, vendedor e comprador devem fazer ponderações antes de entrar no Leilão Reverso. O primeiro deve se atentar para o preço do lance para não acabar se endividando, e o segundo deve tomar cuidado com a qualidade do produto oferecido.