O que é Leilão de Abertura

Leilão de Abertura é um tipo de leilão que antecede a abertura do pregão da bolsa de valores. Ele ocorre durante os 15 minutos anteriores à abertura do pregão regular e serve como um “pré-market”. 

Nesse tipo de leilão, os investidores podem registrar suas ofertas de compra e venda de ações, mas elas não serão negociadas antes do leilão regular começar. 

Assim, o Leilão de Abertura tem como objetivo principal definir os preços de abertura de determinados ativos e para os investidores testarem os possíveis preços que serão ofertados na rodada oficial. 

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona o Leilão de Abertura

Como o próprio nome já revela, o Leilão de Abertura ocorre antes do leilão regular, mais especificamente 15 minutos antes da abertura do pregão, porém esse horário pode sofrer alterações ao longo do ano.

Nesse leilão, os investidores podem registrar as ofertas antecipadamente através do Home Broker. Contudo, como ainda se encontram no pré-leilão, elas só serão negociadas a partir da abertura do leilão regular.

Dessa forma, o principal objetivo do Leilão de Abertura é definir os potenciais preços dos ativos que estão participando, sendo que, geralmente, os ativos que participam desse leilão são aqueles com maior liquidez.

Nesse sentido, o Leilão de Abertura tem uma grande importância para a transparência e organização do mercado, bem como para garantir a democracia da definição dos preços.

O sistema que define o preço de abertura é chamado de match-making. Nele, a bolsa estabelece o preço que os ativos devem começar a ser negociados, considerando as ofertas realizadas no Leilão de Abertura e o preço que apresentou maior número de negociações.

Vale ressaltar que participar do Leilão de Abertura não garante que o investidor, necessariamente, irá ganhar o leilão do ativo em questão.

Para isto acontecer, é necessário que as ofertas de compra e venda se casem para, posteriormente, haver uma negociação entre vendedor e comprador durante o leilão regular para finalizar a transação. 

Para quem serve o Leilão de Abertura  

O Leilão de Abertura é destinado para os investidores que desejam negociar os ativos pelo preço que foram ofertados no período anterior ao pregão, garantindo que isso seja feito de forma transparente e equilibrada.

Não existe distinção ou especificação para conseguir participar do Leilão de Abertura. Qualquer investidor consegue participar desse processo, desde que tenha registrado a oferta de compra e venda nos 15 minutos anteriores ao leilão regular.

Ele pode ser uma estratégia interessante para os investidores que buscam obter lucro nos primeiros momentos de abertura do pregão. O Home Broker de algumas corretoras pode facilitar o processo, uma vez que eles registram as ofertas a qualquer momento

Leilão de Abertura  e Leilão de Fechamento

Além do Leilão de Abertura, existe outro tipo de leilão que ocorre nos instantes próximos ao leilão regular, que é o caso do Leilão de Fechamento. Como o próprio nome também revela, ele acontece nos últimos cinco minutos do pregão.

Ao contrário do Leilão de Abertura, que não possui critérios para a participação dos ativos nos registros de ofertas, no Leilão de Fechamento só são aceitas ações que fazem parte de alguma das carteiras teóricas dos índices da B3.

Ele tem um horário para início e fim, além de que, no geral, as ofertas não podem ser canceladas, somente se houver uma oscilação muito atípica de uma ação.

Assim, o Leilão de Abertura e o Leilão de Fechamento têm o objetivo de registrar as ofertas de compra e venda, respectivamente, antes e depois do leilão regular.

Isso significa que, em ambos os casos, não há negociação imediata, somente registro da oferta. Mesmo assim, esses leilões são essenciais para organizar os preços e equilibrá-los diante da volatilidade do mercado.