KISU11 e KNSI11: Análise desses Novos FIIs do Mercado
|

KISU11 e KNSI11: Análise desses Novos FIIs do Mercado

Descubra se esses novos fundos imobiliários são boas oportunidades do mercado financeiro ou não.

Por
Atualizado em 19/10/2020

Nosso mercado de Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs) não para de se desenvolver.

A cada nova divulgação da B3 o número de investidores surpreende, já somos mais de 1 milhão de pessoas recebendo algum dinheirinho de aluguel todo mês sem precisar ter um imóvel para isso.

Mas não é só a quantidade de investidor que importa.

Também é importante levar em conta as novas alternativas que chegam ao mercado a toda hora.

Com algumas nós precisamos ser naturalmente cautelosos, outras nem tanto.

É sempre uma avaliação caso a caso.

Vamos passo a passo.

Banner will be placed here

KISU11

Foi anunciado um novo FII passivo, o KISU11

Um fundo que vai replicar um índice (a la IFIX da vida) criado pela Suno Research que tem apenas 30 FIIs na sua composição.

Como fundo passivo, ele não vai ficar comprando e vendendo FII toda hora nem buscando grandes oportunidades. 

Ele vai simplesmente replicar o tal índice. 

Isso barateia muito o custo de gestão dos investimentos no fundo. 

Sua taxa de administração será de 0,65% ao ano, o que não me parece tão barato assim para gestão passiva.

Enfim, legal por ser mais uma alternativa, mas um pouco frustrante pelo custo ser alto.

O KISU11 só será bom se tiver bastante liquidez na bolsa de valores, nem que seja com o uso de formador de mercado e mantiver aderência ao seu valor patrimonial.

Como formador de mercado, ele atuaria como instituição contratada para ficar comprando e vendendo cotas para facilitar a vida dos investidores.

Quais os Melhores FIIs para 2020? Clique Aqui e Veja Como Receber Dinheiro Extra Todos Os Meses Do Ano.

KNSI11

A outra novidade vem por parte da Kinea, uma das principais gestoras de FIIs do mercado.

Eles estão vindo ao mercado com um novo FII, Kinea Securities (KNSI11).

Esse fundo vai ser um mix de várias estratégias que a gestora já utiliza em outros fundos seus, mais especificamente o KNCR11, o KNIP11 e o KNHY11.

A diferença é que elas estão todas misturadas nesse mesmo FII.

Será um fundo majoritariamente de recebíveis mas que poderá, numa menor proporção comprar cotas de outros FIIs.

A ideia deles é que o fundo tenha 60% do seu patrimônio em recebíveis de baixo ou baixíssimo risco, e os outros 40% em recebíveis e FIIs com maior apetite por risco e consequente maior remuneração esperada.

A Kinea não é a gestora mais arrojada do mundo, então eu acredito que a parcela de ativos arriscados será ou pequena ou nem tão arriscados assim.

Esse perfil é muito por causa de seu sócio majoritário ser o Itaú, que não quer problemas com seus investidores.

Quais os Melhores FIIs para 2020? Clique Aqui e Veja Como Receber Dinheiro Extra Todos Os Meses Do Ano.

Veremos…

Os recebíveis devem ser atrelados à inflação em 70% da carteira e o restante ao CDI.

Normalmente eu costumo dizer para ficar de fora de novidades até que elas se provem eficientes e gerem resultados.

Neste caso da Kinea, não é tão novidade assim, portanto não tenho essa restrição. 

Que venham mais novidades por aí. 

Em poucos dias o Canal Aluguel Inteligente irá aumentar de preço. 

Você tem poucos dias para aderir ao canal pelo preço promocional.

Temos um longo caminho pela frente.

Análise de FIIs

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE