Tem um fato que está me incomodando muito nos últimos meses. 

Vejo um número crescente de "especialistas em investimentos" na internet disseminando conteúdo extremamente superficiais aos novos investidores

Isso é perigoso. 

Recorrentemente percebo que existe uma "verdade absoluta" em considerar uma empresa boa aquela que apresenta um ROE elevado, P/L baixo e endividamento controlado. 

Não posso negar que essa combinação pode fazer você encontrar uma boa empresa, mas o contrário também é verdadeiro. 

Um ROE elevado pode estar escondendo um não recorrente expressivo.

Lembre-se que dentro do lucro podem estar valores oriundos das mais diversas origens.

Um P/L baixo, pode estar indicando uma baixa expectativa do mercado financeiro frente a possível queda de resultados da empresa.

E um endividamento supostamente controlado, pode estar indicando que a empresa não tem mais para onde crescer, logo, uma alavancagem não faria sentido.

Isso me lembra a história de Jeff Seder

Seder trabalhou muitos anos como analista no Citigroup, até que em determinado período abriu mão do que fazia para se dedicar exclusivamente a prever o resultado das corridas de cavalos.

Havia uma máxima no mercado que dizia que os cavalos para se tornarem campeões, necessitavam de Pedigree

Era uma visão tradicional entre os criadores de cavalos. 

O perfil de analista de Seder fez com que ele buscasse mais dados para tomar decisões. 

Ele considerou desde as medidas das narinas até a densidade da fibra muscular de contração rápida.

Descobriu, inclusive, que o tamanho do coração era especialmente uma importante característica dos cavalos com potenciais de se tornarem campeões.

Esta descoberta trouxe muita assertividade nas escolhas feitas por Seder. 

Percebe que não adiantava apenas avaliar o pedigree? Outros dados são necessários para uma análise preditiva. 

No mercado de ações é exatamente igual. 

Não estou dizendo que precisamos tornar mais complicado a seleção de ações, estou apenas dizendo que precisamos ter uma abordagem mais completa e profunda.

Ser simples é bom, ser simplório é péssimo.

Fugindo do que comumente é apresentado na internet, você se possibilita a encontrar grandes oportunidades, assim como faço no Joias da Bolsa. 

Qual a Melhor Small Cap na Bolsa? Veja Aqui a Melhor Small Cap para Você Investir Hoje!

Entenda…

Saindo dos padrões quantitativos, você tem condições de comprar ações com muito potencial em momentos que não poderia.

Quando inclui JPSA3 na carteira do Joias da Bolsa, a empresa negociava há um ROE baixo e um endividamento que para alguns poderia ser elevado. 

Basicamente um ROE abaixo de 7 e uma dívida bruta próxima a 100% do patrimônio líquido.

Ora, se considerarmos os padrões apresentados por alguns influencers por aí, ela seria imediatamente descartada, sem ao menos considerar os motivos e as características do segmento de atuação.

Jereissati (JPSA3) para quem não sabe é uma holding que detém 89.345.270 ações do Iguatemi (IGTA3), correspondentes a mais de 50% do total.

O setor de shopping centers foi severamente afetado pelos desdobramentos da pandemia.

O abre e fecha das lojas prejudicam as receitas dos shoppings, já que os aluguéis são a principal fonte de receita.

Com os shoppings fechados, os estabelecimentos não vendem. Sem vendas, sem receitas.

Qual a Melhor Small Cap na Bolsa? Veja Aqui a Melhor Small Cap para Você Investir Hoje!

Aí surge o desafio: se as lojas não têm condições de pagar os aluguéis, os shoppings são obrigados a flexibilizar os pagamentos, gerando consequências diretas nos seus resultados.

Isso penalizou os fundamentos de todos os shoppings. 

Aí vai uma pergunta: Esse cenário vai permanecer ou tem previsão de normalização?

A resposta é meio óbvia, afinal, tudo é eterno até que acaba. 

Hoje estamos com aproximadamente 10% de valorização nas ações da JPSA3, mas saiba que ela tem muito mais a entregar. 

Não se limite a utilizar "manuais"  publicados por aí. 

Muitos querem resultados diferentes, mas são poucos os que fazem algo para obtê-los.

JPSA3 está na terceira colocação na ordem de importância da carteira Joias da Bolsa e representa 8% do total.

Saiba que toda a carteira  de ações foi construída considerando a análise das correlações e riscos, portanto saber apenas uma ação não resolverá sua carteira.

Além disso, concentrar recursos em apenas um ou poucos investimentos é muito perigoso.