O conselho de administração da JHSF (JHSF3) aprovou a 1ª emissão de nota promissória comercial no valor de R$ 100 milhões com distribuição pública e esforços restritos, que terá como custodiante o banco Bradesco.

A nota não terá garantias, será em série única e o vencimento em até 365 dias.

A remuneração seguirá a variação do CDI mais 1,40% ao ano. O pagamento ocorrerá no vencimento do papel.

Segundo a companhia, os recursos obtidos na emissão serão integralmente utilizados para a recompra de ações da companhia e para gestão ordinária dos negócios.

Melhores Oportunidades do Mercado Financeiro? Veja as 3 Ações com Maior Potencial de Valorização Hoje.

Resultado da JHSF no Segundo Trimestre de 2021

O resultado da JHSF (JHSF3) no segundo trimestre de 2021 (2t21), divulgado no dia 05 de agosto, apresentou lucro líquido de R$ 321,4 milhões no 2t21, uma alta de 26,4% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda ajustado da JHSF atingiu R$ 444,4 milhões no 2T21, apresentando crescimento de 158,8% na comparação com o 2T20.

A margem Ebitda ajustada da JHSF totalizou 67,1% no 2T21, apresentando retração de -1,0 ponto percentual na comparação com o 2T20. 

A margem líquida da JHSF atingiu 48,5% no 2T21, apresentando retração de -52,3 pontos percentuais na comparação com o 2T20.

As ações da JHSF (JHSF3) acumulam alta de 0,16% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 8,85% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.