O IRB Brasil Re (IRBR3) encerrou o segundo trimestre deste ano com prejuízo de R$ 206,9 milhões. A perda obtida no mesmo trimestre de 2020 havia sido de R$ 656,7 milhões.

Entre abril e junho, os prêmios emitidos somaram R$ 2,160 bilhões apontando queda de 15,1% em relação aos R$ 2,544 bilhões registrados no mesmo período do ano passado.

Os prêmios retidos encolheram 7% na mesma base de comparação e totalizaram R$ 1,590 bilhão, enquanto o prêmio ganho subiu 0,2%, para R$ 1,732 bilhão.

Os sinistros retidos no segundo trimestre custaram R$ 1,658 bilhão, ante R$ 2,339 bilhões no segundo trimestre de 2020, redução de 29%.

O resultado de "underwritting", negativo em mais de R$ 1 bilhão há um ano, entre abril e junho ficou negativo em R$ 337,2 milhões, baixa de 67,5%.

O índice de sinistralidade total foi de 95,7% no segundo trimestre, após registrar o pico de 135% no mesmo período de 2020.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado do IRB Brasil no Primeiro Trimestre de 2021

O resultado do IRB Brasil (IRBR3) no primeiro trimestre de 2021 (1t21), divulgado no dia 14 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 50,8 milhões, apresentando crescimento de 44,9% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A Margem Bruta da IRB Brasil atingiu 3,9% no 1T21, apresentando retração de -0,4 ponto percentual na comparação com o 1T20.

A Margem Líquida da IRB Brasil atingiu 2,7% no 1T21, apresentando crescimento de 1,9 ponto percentual na comparação com o 1T20.

As ações da IRB Brasil (IRBR3) acumulam queda de 6,67% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e queda de 28,43% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.