IPO da Havan: temos uma nova joia da bolsa?
|

IPO da Havan: Temos Uma Nova Joia da Bolsa?

A oferta pública de ações da empresa tem como objetivo a captação de R$ 5 bilhões, que serão direcionados a expansão da rede.

Por
Atualizado em 31/08/2020

O ano de 2020 está sendo diferente de todos outros anos anteriores em diversos aspectos. 

Temos uma economia fragilizada, mas por outro lado o país está passando por uma transformação com a queda dos juros

Se encontrarmos um equilíbrio fiscal no pós-pandemia, o longo prazo que nos espera será incrível.

Poderemos ter uma farta rodada de IPOs.

E por falar em IPO, tem um case bastante interessante podendo entrar na bolsa ainda em 2020. 

Banner will be placed here

Se você já viajou de carro nas rodovias de Santa Catarina, já se deparou com uma estátua da liberdade em frente a uma megaloja. 

Essa é Havan, uma das maiores empresas de departamentos do país.

A empresa do emblemático Luciano Hang nasceu em 1986 em um espaço de 45m² em Brusque, Santa Catarina.

Em 1989 a loja ficou pequena exigindo a inauguração de uma nova sede. 

Porém apenas em 1994 a Havan que conhecemos tomou forma. 

Foi inaugurada “A Casa Branca Brasileira”, como foi chamada.

Nesse momento ela se tornou destaque no varejo regional, começando o processo de abertura de filiais. 

Em 2019 a empresa fechou o ano com 149 megalojas em 121 municípios de todas as regiões do país.

A empresa possui seu centro de distribuição em Barra Velha, Santa Catarina. Cabe ressaltar que esse centro está entre os mais modernos do país.

A ambição de Hang é chegar à 200 megalojas até 2022, representando um crescimento de 35% no período. 

Em 2019 a Havan registrou um faturamento superior a 10 bilhões de reais, atingindo um lucro líquido superior a 428 milhões de reais e uma ebitda de R$ 1,1 bilhão. 

Os números impressionam. De 2017 para cá, a receita operacional líquida praticamente dobrou.

A empresa possui rede de 4,2 milhões de cartões de bandeira própria. 

Mas não para por aí, ela comercializa seguros, consórcios de administração próprios e, inclusive, pacotes de viagens.

Produtos como seguros e consórcios apresentam muita margem, não à toa os bancos adoram comercializar. 

Existe a grande possibilidade de nascer um banco digital para se integrar a operação.

O racional da empresa se apresenta muito alinhado com as referências do setor, que direcionam energias a diversificação de produtos e desenvolvimento tecnológico. 

Quais as Melhores Small Caps de 2021? Clique Aqui e Baixe Grátis o Relatório com a Melhor Small Cap.

Por outro lado, o ano de 2020 impactou diretamente a Havan, assim como qualquer outra varejista.

No primeiro semestre a empresa reportou um prejuízo de R$ 127 milhões e uma dívida líquida de R$ 954 milhões.

A oferta primária da empresa tem como objetivo a captação de R$ 5 bilhões, que serão direcionados a expansão da rede, desenvolvimento tecnológico e capital de giro.

Faltam informações para avaliar se as ações serão emitidas com preço justo

O fato inegável é que Hang consegue manter o acelerado crescimento das lojas sem perder a cultura empresarial, ponto crucial para manter o sucesso.

Confesso que estou bem curioso para ver quantas vezes o ebitda o mercado aceitará pagar pela empresa de Hang. 

Raramente gosto de participar de um IPO

Warren Buffett é muito cauteloso quanto o tema é IPO. Veja o que ele falou em uma entrevista para CNBC em 2019: 

“Eu acho que participar de IPOs em períodos de mercado otimista não é algo que as pessoas deveriam considerar, de jeito nenhum”.

O receio de Buffett é sempre sobre pagar a ação mais do que realmente vale.

O emissor da ação, no caso a própria empresa, escolhe o momento de fazer o IPO e muitas vezes pode ser um bom momento para empresa, mas que talvez não seja para o investidor.

Existem exceções, mas não gosto de me basear em exceções.

Por ora, aguardo mais informações técnicas sobre o IPO da Havan

A depender dos múltiplos, a Havan poderá vir a ser uma das integrantes da carteira do Joias da Bolsa.

Análise de Ações

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE