Vou dividir um segredo exclusivo do canal Joias da Bolsa: nós não possuímos banco de varejo no portfólio.

Você não vai encontrar grandes nomes como Banco do Brasil (BBAS3), Bradesco (BBDC4), Santander (SANB11) ou Itaú (ITUB4) na carteira de investimentos

Vale dizer que investir nos "bancões" não é algo ruim, inclusive já investimos em outros momentos. 

Contudo, entendemos que agora existam oportunidades mais atraentes no mercado de ações.

Isso não quer dizer que estamos nos distanciando do setor financeiro.

Na carteira do Joias, além de uma grande seguradora que hoje negocia a preços muito descontados, possuímos um banco de investimentos com enorme potencial. 

Se você pensou no BPAC11, passou perto. 

Me refiro às ações BRBI11 do Banco Br Partners, um mini Banco BTG.

Você já ouviu falar? 

Caso ainda não conheça, faço questão de te apresentar.

O Banco BR Partners, é um dos principais bancos de investimentos independente no Brasil, líder em assessoria financeira e crédito estruturado. 

Fez sua abertura de capital (IPO) recentemente e se encontra numa fase de expansão interessante. 

Como Escolher Boas Ações? Baixe o Checklist de 5 Critérios para Analisar Ações.

O grupo BR Partners é uma holding constituída em 2009 por um grupo de executivos de relevante experiência no mercado financeiro

Inicialmente a companhia atuava como boutique de investimentos, com foco em fusões e aquisições (M&A) e consultoria financeira

Ao longo de sua história ampliou o leque de produtos e escopo de atuação e atualmente tem foco em:

Desde que começamos a acompanhar a empresa, somos surpreendidos positivamente a cada novo resultado trimestral.

Recentemente a empresa divulgou os resultados do quarto trimestre de 2021 e novamente não decepcionou.

A receita líquida em 2021 cresceu impressionantes 49%, totalizando R$ 331 milhões.

O lucro líquido superou 56% de crescimento, alcançando R$ 139 milhões. 

Crescer nessa velocidade e intensidade normalmente é acompanhada de queda nas margens e rentabilidade na maioria das empresas, mas não foi o caso da Br Partners

O ROE atingiu 26%, o Índice de Eficiência atingiu 33% e o Índice de Remuneração foi de 25% em 2021.

Avanço de resultados trimestrais do BRBI11
Avanço de resultados trimestrais do BRBI11.

Analisando o quarto trimestre de 2021 em comparação com o terceiro trimestre, percebemos uma queda nas receitas e lucros.

Mas vale destacar que o terceiro trimestre foi o mais forte em geração de receitas na história da empresa.

Além disso, o fechamento de algumas operações de Investment Banking foi postergado para o início de 2022, o que impactou as receitas da área no período.

Apesar da queda no resultado trimestral, como já mencionado na comparação anual, o resultado da empresa foi extremamente positivo.

Histórico de lucros e margens do BRBI11
Histórico de lucros e margens do BRBI11.

Outro aspecto positivo foi o crescimento acelerado da carteira de crédito expandida na comparação de 2021 contra 2020, com um índice de Basileia saudável.

O IPO fortaleceu ainda mais a empresa no ano de 2021, elevando a operação a outro nível. 

A administração das empresas, no início de cada ano, fazem suas projeções baseado no que esperam agregar de resultados e nos desafios econômicos que esperam encontrar.

Neste caso, a BRBI11 mais do que entregou seu dever de casa, já que os resultados obtidos superaram aqueles prometidos pela gestão da empresa.

Onde Investir na Queda da Bolsa? Baixe a Lista de 3 Ações para Investir Agora.

Em 2020, a  empresa pode se beneficiar com movimentos de M&A, pois existem determinados setores da economia com oportunidades de crescimento inorgânico, tais como:

  • Agronegócio;
  • Saúde;
  • Telecomunicações;
  • Energia;
  • Serviços financeiros.

Por questões de regulamentação, apenas investidores qualificados tinham acesso às ações da BRBI11. 

Para solucionar este problema, a empresa optou por fazer um Follow on enquadrado pela CVM400, assim todo tipo de investidor poderá negociar as ações da empresa, gerando maior liquidez para o mercado

A BRBI11 é mais do uma empresa de crescimento, ela propôs um payout de 61%, o que acaba sendo muito atrativa para os acionistas que poderão desfrutar de crescimento e dividendos em um único lugar.

Se aprovado esse dividendo representaria um Dividend Yield de 4,5%.

Continuamos confiantes na tese aqui no Joias

A empresa está inserida em um mercado de crescimento consistente, com perspectivas positivas em todas as suas linhas de negócio e permanece com preços atrativos.

Seria insanidade da minha parte, não incluí-la na nossa carteira.