Os acionistas da Tesla estão cada vez mais vocais sobre suas frustrações com a oferta de US$ 44 bilhões de Elon Musk para tornar o Twitter privado.

As ações da montadora perderam um quarto de seu valor desde o início de abril, quando Musk divulgou sua participação na plataforma de mídia social, superando a queda de 7% no Nasdaq desde então.

Os acionistas estão preocupados que Musk possa perder o foco na fabricante de veículos elétricos.

"Gostaria que ele se afastasse", disse o sócio-gerente da Future Fund LLC, Gary Black, que possui cerca de US$ 50 milhões em Tesla. Black tem pressionado a Tesla a recomprar suas próprias ações.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Na semana passada, Musk descartou seus planos de financiar parcialmente a compra do Twitter com um empréstimo de margem vinculado à sua participação na Tesla, de acordo com um documento na Securities and Exchange Committee (SEC, a 'CVM' dos EUA), e se comprometeu a adicionar capital próprio para financiar o negócio.

A Tesla não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da reportagem.

Fonte: Estadão Conteúdo.