O que é Integração Vertical

Integração Vertical é a expansão de produção e comércio em um setor no qual a empresa já tem participação.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

A integração vertical é muito importante pois com essa expansão a empresa consegue aumentar suas vendas para um mesmo grupo de clientes ou até mesmo diminuir o seu custo de produção.

Além disso, a integração pode criar sinergia tanto em seu próprio processo produtivo e comercial, quanto com outras empresas do mesmo setor.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Integração Vertical e Integração Horizontal

Além da integração vertical, existe uma outra forma de integração, chamada de integração horizontal.

A integração horizontal ocorre quando a empresa entra em novos mercados e públicos, essa diversificação portanto, ocorre em diferentes setores ou com produtos que possuem a mesma hierarquia dentro de suas cadeias produtivas. 

Entre os benefícios da integração horizontal podemos apontar:

  • Diversificação de seus investimentos, se tornando menos afetada por crises locais ou setoriais
  • Realizar uma integração entre seu portfólio com o intuito de utilizar os conhecimentos de um produto e aplicar em outros produtos
  • Ter vantagens competitivas em relação às empresas do seu setor

Essa forma de integração, se feita com sucesso, passa a expandir o valor e reconhecimento da marca, uma vez que cada vez mais pessoas vão ter acesso à seus produtos, sendo portanto, uma forma de expandir e aumentar a lucratividade dessa companhia.

Tipos e aplicação de Integração Vertical

Existem dois principais tipos de integração vertical, sendo elas integração vertical a montante e integração vertical a jusante.

A integração vertical a montante ocorre quando a empresa adquire outras companhias, que trabalham com matérias-primas ou componentes do seu produto final, impactando na parte da cadeia de produção da empresa.

Já a integração vertical a jusante ocorre quando a empresa compra uma companhia que trabalha na parte de distribuição ou venda dos seus produtos, melhorando portanto, a parte relacionada a logística comercial.

Para se iniciar uma integração vertical é necessário entender que a nova solução ou produto que vai ser incluído no portfólio da empresa, não deve causar muito trabalho em sua implementação.

Isso se dá pelo fato de o maior esforço da companhia permanecer na sua linha principal de produtos, aqueles que têm maior reconhecimento e um sucesso já consolidado na marca, e consequentemente um maior impacto no resultado da empresa.

Além desse ponto, as principais questões a serem analisadas durante uma integração vertical são:

  • Quais necessidades do público atual a empresa não consegue suprir
  • Quais implementações ocorreriam de forma mais fácil e com menos mudanças estruturais na linha de produção.
  • Encontrar a melhor maneira de introduzir esse bem em seu portfólio e planejar estratégias para sua comercialização.

Analisar a forma como a empresa se expande é uma parte fundamental que o investidor deve se atentar, pois, empresas que realizam essa integração vertical pode ter uma grande vantagem se comparada a outras empresas do seu setor.

Esse é um ponto que deve ser levado em conta no momento de pensar sobre sua alocação de ativos, buscando empresas mais lucrativas e com vantagens comparativas.

Exemplo de Integração Vertical

Um dos exemplos mais utilizados no caso da integração vertical e também horizontal é a empresa Honda, pois na década de 1960, ela era uma fornecedora de peças da Toyota.

Atualmente a Honda além de ser uma das maiores companhias da área automotiva, ela produz motores e peças de energia para seus produtos, reduzindo portanto, o custo de produção de seus automóveis, motos e outros produtos do seu portfólio.Com isso podemos notar que a Honda realizou tanto a integração horizontal, ao entrar no setor de automóveis com sua própria linha de carros e motos, mas também realizou a integração vertical, produzindo seus próprios insumos e matérias-primas.