O que é Índice de Sharpe

Índice de Sharpe (Sharpe Ratio) é um indicador financeiro que mede a relação entre a rentabilidade de um investimento em relação ao seu risco.

Foi criado por William Sharpe e é muito utilizado especialmente na análise de aplicações financeiras de fundos de investimentos, como uma ferramenta direcionadora para o processo de seleção e escolha.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Explicando o Índice de Sharpe

Os fundos de investimentos possuem diferentes estratégias definidas em relação à classe de ativos em que investem.

Assim, existem fundos que investem apenas em ações, fundos que investem em ações e títulos de renda fixa, fundos que investem em fundos imobiliários, aqueles que investem em criptomoedas, e assim por diante.

Os fundos multimercados, por sua vez, são ainda mais amplos, na medida em que possuem uma cobertura ainda maior de ativos, por vezes investindo em ações, moedas, títulos de renda fixa, fundos de fundos etc, de maneira conjunta.

Ou seja, existe uma diversidade muito grande entre o perfil de cada fundo de investimento.

Nesse sentido, o Índice de Sharpe é capaz de proporcionar uma análise objetiva e simplificada para o investidor tomar a decisão de optar por determinado fundo em relação aos demais.

Isso acontece porque o Índice de Sharpe foi criado com a finalidade de analisar o desempenho de fundos e carteiras de investimentos através do cálculo de qual investimento é capaz de trazer a melhor rentabilidade através do menor risco possível.

A decisão do investidor por um determinado investimento passa por uma escolha entre o quanto ele espera de rentabilidade com o quanto de risco ele está disposto a correr naquele investimento.

Cálculo do Índice de Sharpe

O objetivo do Índice de Sharpe é ser uma ferramenta de análise financeira que determina qual, entre dois fundos diferentes, é aquele capaz de gerar a melhor remuneração por meio do menor risco possível.

Assim, o cálculo por ele utilizado é o seguinte:

IS = (Ri - Rf) / σi 

Em que:

IS = Índice de Sharpe;

Ri = Retorno do fundo ou carteira analisada;

Rf = Retorno livre de risco;

σi = Desvio padrão, ou seja, o risco do ativo (sua volatilidade).

Em um exemplo, imagine que temos a possibilidade de investir em dois fundos de investimentos completamente distintos:

O fundo X aplica apenas em títulos públicos, enquanto o fundo Y é um fundo multimercado que investe em ações, moedas, fundos de índices (ETFs) e fundos imobiliários.

O primeiro com uma rentabilidade de 15% ano ano e com um desvio padrão de 2%, já o segundo fundo com uma rentabilidade de 45% ao ano, porém com um desvio padrão de 7% ao ano.

Para o cálculo é considerado retorno livre de risco as aplicações financeiras com risco zero ou o mais próximo possível disso, sendo as aplicações mais conservadoras.

No exemplo, vamos considerar 10% como a rentabilidade de retorno livre de risco.

Assim, na resolução do exemplo por meio do Índice de Sharpe, temos:

Fundo X: IS = (15% - 10%) / 2% = 2,5

Fundo Y: IS = (45% - 10%) / 7% = 5

Logo, o retorno do fundo X é 2,5 para cada unidade de risco. Diferentemente, o retorno do fundo Y é de 5 para cada unidade de risco. 

Portanto, o fundo Y possui o dobro da rentabilidade do fundo X para cada unidade de risco. Ou seja, o fundo Y é mais rentável do que o fundo X, mesmo possuindo uma maior volatilidade.

Índice de Sharpe e Perfil de Investidor

Como apresentando, o Índice de Sharpe cumpre seu objetivo em oferecer para o investidor uma técnica eficaz para a comparação de diferentes investimentos em prol de uma decisão mais segura e rentável.

Entretanto, é preciso considerar que existem diferentes perfis de investidores, a depender do risco que cada um está disposto a suportar em relação à rentabilidade pretendida.

Assim, é importante conhecer seu perfil de investidor, seus objetivos pessoais e encontrar as melhores aplicações financeiras de acordo com a estratégia traçada por cada um, sendo o Índice de Sharpe mais uma das diversas ferramentas disponíveis para a análise de investimentos.