O que é Inc. - Incorporated

Inc. - Incorporated é a sigla utilizada para entidades (geralmente empresas) nas quais do ponto de vista jurídico seu patrimônio se encontra separado das pessoas que fazem parte da mesma. 

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

É um formato jurídico que as entidades podem adotar que faz com que os ativos dos sócios e investidores sejam mantidos separados dos ativos da empresa.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona uma Inc.

As empresas podem adotar diferentes modelos de estrutura jurídica, econômica e social. Nesse sentido, a adoção do formato Inc. é referente ao modo como a organização se estrutura em relação a seus sócios e das pessoas que fazem parte da empresa.

Uma empresa registrada como Inc. possui um patrimônio não associado com o dos sócios, acionistas e diretores, ou seja, a responsabilidade do negócio é limitada.

Isso significa que, embora haja sócios e eles possam auferir lucros através de dividendos provenientes ações e da valorização da empresa, eles não podem ser responsabilizados por eventuais danos ou dívidas geradas pela má gestão da empresa.

O formato jurídico empresarial Inc. é aconselhável para grandes companhias e não para pequenas ou médias empresas.

Portanto, uma empresa se torna Inc. quando é registrada dessa forma e passa a utilizar das características dessa denominação em seu funcionamento.

Aspectos positivos de uma Inc.

As empresas registradas como Inc. passam a ter algumas vantagens e benefícios decorrentes dessa modalidade empresarial. 

A seguir temos algumas vantagens e benefícios que uma Inc. possui, tanto para seus acionistas quanto para a própria empresa:

  • A possibilidade de que a empresa realize uma Oferta Pública de Ações, incluindo sua participação efetiva no Mercado de Capitais
  • A transferência de propriedade se dá de maneira mais fácil, espontânea e segura, pois está sob mediação e vista do mercado;
  • Restrições fiscais mais brandas, favorecendo a empresa de modo com que tenha menores prejuízos;
  • Favorece a proteção dos ativos e bens dos sócios no caso de um eventual litígio ou problema financeiro gerados por má gestão, crises econômicas no país, etc.
  • Favorece a aquisição de capital para o desenvolvimento da empresa, que pode ser proveniente da venda de ações, empréstimo junto a bancos ou instituições financeiras ou ambos;
  • Cria um ambiente de maior transparência e segurança da companhia em relação ao mercado e à sociedade, possibilitando uma abertura e um acesso mais amplo de sua cobertura; entre outros.

Empresas Inc. e Mercado Financeiro

Como foi exposto, empresas registradas como Inc. podem elaborar e negociar a venda de suas ações na Bolsa de Valores.

É uma maneira das empresas abrirem a participação societária da empresa através da captação de recursos que podem trazer ganhos principalmente a médio e longo prazo para os acionistas.

Portanto, é uma via de mão dupla. 

Pois a empresa obtém capital para realizar investimentos direcionados ao crescimento da companhia enquanto os acionistas recebem dividendos proporcionais à sua participação e podem auferir lucros na valorização da companhia.

Entretanto, o mercado de ações está inserido na modalidade de renda variável, portanto é necessário compreender suas vantagens e riscos para tomar a melhor decisão de investimento.

Além disso, é interessante observar que é recomendável uma análise prévia da empresa para investir na compra de suas ações.

A análise fundamentalista, por exemplo, oferece ao investidor um cenário amplo da situação da empresa, do histórico de seu desempenho, de sua perspectiva de crescimento, entre outros dados relevantes.

É uma forma mais segura através da qual o investidor pode decidir suas estratégias de investimento e em quais empresas vale a pena investir ou não.Somado a isso, por fim, é importante considerar que é possível investir também em empresas através de renda fixa e existem modalidades de produtos financeiros para isso, como por exemplo as debêntures.