A importação de Gás Natural Liquefeito (GNL) pela Petrobras (PETR4) foi recorde em 2021, com a compra de 23 milhões de metros cúbicos por dia (m3/d), ultrapassando o recorde de 2014, de 20 milhões de m3/d, informou a estatal em nota.

O volume é também 200% maior do que o importado em 2020, de 7,5 milhões de m3/d.

Segundo a Petrobras, o recorde diário ocorreu no dia 1º de outubro do ano passado, de mais de 40 milhões de m3, no auge da crise hídrica, quando a maioria das termelétricas do País precisaram ser acionadas.

No ano, o GNL representou cerca de 30% do total do portfólio da oferta do insumo pela Petrobras aos seus clientes.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

"O recorde de 2021 é resultado das iniciativas adotadas pela companhia para ampliar a oferta de gás natural ao mercado, como, por exemplo, o aumento do terminal de regaseificação do Rio de Janeiro, que passou de 21 milhões de m3/d para 30 milhões de m3/d, o mesmo volume importado da Bolívia."

Resultado da Petrobras no Terceiro Trimestre de 2021  

resultado da Petrobras (PETR4) no terceiro trimestre de 2021 (3t21), divulgado no dia 28 de outubro, apresentou lucro líquido de R$ 31,1 bilhões no 3T21, uma alta de 2.114,4% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.  

O Ebitda ajustado da Petrobras atingiu R$ 60,7 bilhões no 3T21, apresentando crescimento de 81,7% na comparação com o 3T20.

A margem Ebitda ajustada da Petrobras totalizou 59,0% no 3T21, apresentando crescimento de 12,0 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

A margem líquida da Petrobras atingiu 25,6% no 3T21, apresentando crescimento de 27,8 pontos percentuais na comparação com o 3T20.

As ações da Petrobras (PETR4) acumulam alta de 1,78% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 17,63% nos últimos 12 meses.

Fonte: Estadão Conteúdo.