A International Meal Company Alimentação (MEAL3) anunciou a assinatura de um contrato de parceria comercial com a Raízen Combustíveis, empresa formada pela Cosan (CSAN3) e a Shell.

A informação foi divulgada nesta quarta-feira (10) por meio de comunicado ao mercado financeiro.

Segundo o anúncio, o acordo prevê a apresentação, pela Raízen à IMC, de proprietários e/ou operadores de postos de combustíveis localizados em rodovias nas regiões Sudeste e Sul.

A partir disso, a IMC deve propor a instalação e operação de restaurantes da marca Frango Assado em tais postos.

De acordo com o comunicado, "as condições de tais negócios serão individualmente discutidas entre a IMC e cada potencial interessado".

Em razão da parceria comercial, a IMC pretende negociar também com a Raízen a adoção da bandeira Shell.

Além disso, ainda deve ocorrer a contratação junto à Raízen Combustíveis de fornecimento de combustíveis em postos operados pela IMC.

"Não há qualquer exclusividade por parte da Raízen Combustíveis ou da IMC em razão da celebração do contrato de parceria comercial", informou a IMC. 

De acordo com o comunicado da IMC:

"Seguimos focados com a nossa estratégia de crescer a marca Frango Assado por meio de postos de rodovia já existentes, seja comprando o fundo de comércio do posto ou fazendo parcerias para operar restaurantes de redes de postos".

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa

Resultado da IMC no Segundo Trimestre de 2020

O resultado da IMC (MEAL3) no segundo trimestre de 2020 (2t20), divulgado no dia 31 de agosto, apresentou prejuízo líquido de -R$ 382,8 milhões no 2t20, revertendo lucro de R$ 727 mil em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da IMC atingiu prejuízo R$ 27 milhões no 2t20, revertendo um resultado positivo de R$ 59,4 milhões na comparação com o 2t19.

A margem Ebitda da IMC totalizou -18,0% no 2t20, apresentando retração de 32,8 ponto percentual na comparação com o 2t19. 

A Margem líquida da IMC atingiu -254,2% no 2t20, apresentando retração de -254,4 ponto percentual na comparação com o 2t19.