As vendas totais do portfólio de shoppings do Iguatemi (IGTI11) cresceram 30,2% no segundo trimestre de 2022 em relação ao mesmo intervalo de 2019, para R$ 4,3 bilhões.

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

A companhia destaca que o montante é um recorde para o período, com 8 shoppings crescendo mais do que 30% na mesma base comparativa.

Nas vendas mesmas lojas (SSS), a companhia reportou alta de 31% no segundo trimestre, sobre o mesmo período de 2019, segundo a prévia operacional divulgada nesta quarta-feira, 13, pela empresa.

"A retomada das vendas atrelada às economias no condomínio continua trazendo espaço para retirada dos descontos, sem impactar indicadores como custo de ocupação e inadimplência líquida, que ficaram abaixo do segundo trimestre de 2019", diz o comunicado.

A empresa complementa que esse cenário ocorreu mesmo com crescimento de 56,2% no SSR (aluguéis mesmas lojas) e de 42,1% no SAR (aluguéis mesmas áreas) no segundo trimestre de 2022 ainda na comparação com a mesma época de 2019.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Em junho, o crescimento foi de 59,1% no SSR e 42,5% SAR ante o mesmo mês de 2019.

"A recuperação das vendas, somadas aos esforços de contenção dos custos de condomínio, fez com que retornemos aos nossos custos de ocupação históricos, o que nos possibilitou não só aumentar a cobrança dos aluguéis atuais, como também receber aluguéis passados, refletindo numa inadimplência negativa de 2,3% no trimestre", complementa a empresa.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Resultado da Iguatemi no Primeiro Trimestre de 2022

O resultado da Iguatemi (IGTI3) no primeiro trimestre de 2022 (1t22), divulgado no dia 03 de maio, apresentou prejuízo de -R$ 16,4 milhões no 1t22, uma baixa de 141,2% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Iguatemi atingiu R$ 147,8 milhões no 1T22, apresentando crescimento de 53,7% na comparação com o 1T21.

A margem Ebitda da Iguatemi totalizou 64,7% no 1T22, apresentando crescimento de 8,1 pontos percentuais na comparação com o 1T21. 

A margem líquida da Iguatemi atingiu -7,2% no 1T22, apresentando retração de -30,6 pontos percentuais na comparação com o 1T21.

Fonte: Estadão Conteúdo.