O que é IGP-M

IGP-M

O que é IGP-M. Entenda melhor o conceito de IGP-M e descubra sua importância!

O que é IGP-M

IGP-M é a sigla utilizada para Índice Geral de Preços do Mercado, que é um indicador econômico que acompanha a movimentação de preços e mensura a inflação e a atividade econômica no país

O IGP-M é calculado e disponibilizado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas).

Banner will be placed here

Objetivo do IGP-M

O principal objetivo do IGP-M é atuar como indexador base para os preços e reajustes em aluguéis, contas de energia elétrica, planos de saúde e outras tarifas

Além disso, o IGP-M funciona para registrar a variação tanto do valor da moeda quanto da alteração dos preços de produtos e serviços no país

Cálculo do IGP-M

O IGP-M é calculado através de um levantamento de preços de produtos e serviços no mercado, desde o nível de produção industrial e agropecuário, referente a insumos e matérias-primas, até produtos e serviços que chegam ao consumidor final.

O cálculo do IGP-M utiliza a média aritmética ponderada de três outros índices de preços. São eles:

  • IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo), com peso de 60% no cálculo do IGP. Registra a variação de preços de produtos do setor agropecuário e industrial no mercado de atacado, ou seja, nos estágios de transações comerciais a nível de produtor. 
  • IPC (Índice de Preços ao Consumidor), com peso de 30% no cálculo do IGP. Mede a variação de preço de um conjunto fixo de bens e serviços que compõem as despesas habituais de famílias brasileiras com renda mensal que vai de 1 até 33 salários mínimos mensais.
  • INCC (Índice Nacional de Custo da Construção), com peso de 10% no cálculo do IGP. É o índice que realiza o acompanhamento da oscilação de preços do custo da construção civil no país, relativos a materiais e equipamentos, mão de obra e serviços. 

O peso de participação de cada um dos índices que compõem o IGP-M foi estabelecido em correspondência com a distribuição dos gastos que se observam nas Contas Nacionais, que exibem dados sobre geração, distribuição e geração de valor no país.

Após o cálculo, o IGP-M é disponibilizado em duas versões: mensalmente e anualmente, com o acumulado do período.

O cálculo mensal utiliza o período que vai do dia 21 do mês anterior ao dia 20 do mês atual, enquanto o cálculo anual abrange o período dos últimos 12 meses.

IGP-M e Inflação

Ao lado do IGP-M, que é calculado pela FGV, existe também o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que é calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e ambos são indicadores da inflação no país.

O IPCA é o indicador oficial da inflação no país, servindo como norteador para as metas de inflação e para as alterações nas taxas de juros.

Entretanto, como é disponibilizado pelo governo, é importante que haja também um indicador de inflação independente, que possa demonstrar a variação de preços dos mais diferentes produtos e serviços no país, e para isso o IGP-M cumpre sua função e é um indicador confiável.

É importante observar que quanto maior for o IGP-M, maior será a inflação no país, e consequentemente menor será o valor real da moeda, perdendo poder de compra. 

Além disso, uma alta no IGP-M significa maior instabilidade econômica no país e produz maior incerteza econômica para o futuro, podendo desacelerar investimentos no país e uma desaceleração da economia. 

A inflação também afeta diretamente os rendimentos de certos tipos de investimentos, como por exemplo debêntures e títulos do Tesouro Direto, pois possuem suas taxas de juros muitas vezes indexadas à inflação. 

Sendo assim, é importante estudar e escolher investimentos que preservem o poder de compra a longo prazo e possam, se possível e dentro do seu perfil de investidor, possibilitar maiores rendimentos, ou seja, com ganhos acima da inflação.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é IGP-M, consulte o artigo completo sobre IGP-M.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE