Em Wall Street, os índices futuros das principais bolsas operam em leve baixa nesta terça-feira (5), com o mercado avaliando a chance de uma desaceleração global, a medida que o Federal Reserve (Fed) sinaliza um aumento mais agressivo nas taxas de juros como forma de combater a inflação.

Quer Aumentar a Rentabilidade dos Investimentos? Receba um Aconselhamento Gratuito.

Os investidores também estão aguardando o payroll de junho, que deve dar pistas de como o aumento dos custos de empréstimos e a inflação estão afetando o mercado de trabalho. Às 7h47 (horário de Brasília), o índice futuro de Dow Jones caia -0,42%, S&P 500 desvalorizava -0,44% e Nasdaq caia -0,57%.

Na Europa, os principais benchmarks operam em baixa refletindo o sentimento de cautela dos investidores, em meio as preocupações de uma possível recessão econômica e dados econômicos mais fracos da Zona do Euro.

O PMI composto do setor de serviços da Zona do Euro caiu para 52 pontos no mês de junho, alcançando a sua mínima em 22 meses, segundo dados divulgados nesta terça-feira (5) pela S&P Global.

Embora o indicador tenha ficado acima da marca de 50,0 pontos, que separa decréscimo de crescimento, a queda é vista de forma preocupante, pois aumento o risco de declínio econômico. Às 7h51 (horário de Brasília), o índice IBEX 35 desvalorizava -0,44%, CAC 40 caia -1,08% e Euro Stoxx 50 desvalorizava -0,78%.

Na Ásia, as principais bolsas fecharam de forma mista, mesmo com sinais de novas ondas de infecções por Covid-19 na China, e preocupações com a elevação das taxas de juros para frear a inflação.

Enquanto isso, o governo japonês aprovou auxílio de US$ 200 milhões para neutralizar a insegurança alimentar global causada pela invasão russa da Ucrânia. O Kospi subiu 1,80% aos 2.341,78 pontos, o Nikkei 225 valorizou 1,03% aos 26.423,47 pontos e o China A50 subiu 0,05% nos 14.958,67 pontos.

No Brasil, o Ibovespa futuro com vencimento em agosto, opera em baixa de -0,81% nos 98.720 pontos na manhã desta terça-feira (5), acompanhando a cautela do mercado em Wall Street.

No mercado de juros futuros, a tendência é de alta, com os contratos futuros de DI valorizando. Às 9h22 (horário de Brasília), o DI futuro para janeiro de 2023 sobe 0,01 ponto a 13,73%, o DI futuro para janeiro de 2024 sobe 0,02 ponto a 13,47% e o DI futuro para janeiro de 2025 sobe 0,03 ponto a 12,79%.

No campo político, a vice-procuradora-geral da República Lindôra Maria Araújo requereu, na segunda, ao Supremo Tribunal Federal, que sejam colhidos os depoimentos dos ex-presidentes da Petrobras Roberto Castello Branco e do Banco do Brasil, Rubem Novaes, sobre uma suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na estatal.

Em outros mercados, os preços do petróleo operam em baixa nesta terça-feira, em meio as preocupações de uma recessão econômica global. Às 8h15 (horário de Brasília), o petróleo tipo Brent cai -1,60% para US$ 111,68 o barril.

Agenda Econômica do Dia

Nos destaques econômicos dos Estados Unidos, no dia de hoje (5), às 11h00 o mercado aguarda a divulgação da variação nas encomendas à indústria de maio.

No Brasil, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta terça-feira (5), que a produção industrial avançou 0,3% em maio, e acumula uma queda de -2,6% no ano.

De acordo com a Pesquisa Industrial Mensal (PIM), pode ser observada uma melhora no desempenho da indústria nos últimos quatro meses que pode estar relacionada às medidas de incremento da renda implementada pelo governo como a liberação de recursos do FGTS e antecipação do 13º para aposentados e pensionistas.

Dólar

O dólar comercial iniciou a sessão desta terça-feira (5), com viés de alta de 0,54%, a R$ 5,354.

Pouco depois das 9h00 (horário de Brasília), o dólar era negociado aos R$ 5,354 para compra, e aos R$ 5,355 para venda.

A moeda norte-americana acumula uma valorização de 1,92% em julho e uma baixa de -4,28% no acumulado de 2022.

Melhores Ações para 2022: Encontre as Melhores Ações para Investir com Apenas 1 Clique.

Indicadores Econômicos

Confira os principais indicadores econômicos hoje:

IndicadorValor
DólarR$ 5,354
IPCA+0,47%
IGP-M+0,59%
CDI+0,098098%
Selic+13,25%
Poupança+0,663900%

Como Acompanhar o Mercado Financeiro? Baixe o Aplicativo com Análises de Especialistas

Preços das Criptomoedas Hoje

O valor de mercado global de criptomoedas agora é de US$ 0,90 trilhão, um aumento de 3,87% em relação ao último dia, de acordo com dados do CoinMarketCap.

O Bitcoin (BTC) foi negociado entre US$ 19,120 mil e US$ 20,500 mil nas últimas 24 horas. A partir das 09:00 (UTC) de hoje, o BTC está sendo negociado a US$ 19,856 mil, um aumento de 3,80%.

A maioria das principais criptomoedas por valor de mercado está sendo negociada em alta. Os destaques do mercado incluem LDO , CVX e DYDX , com alta de 31%, 23% e 19%, respectivamente. Veja as cotações das principais criptomoedas hoje do Mercado:

IndicadorPreço24h7dCapitalização
BitcoinUS$ 19.752,78+1,3%-4,8%US$ 376,9 B
EthereumUS$ 1.129,37+4,8%-5,4%US$ 135,0 B
Binance CoinUS$ 228,69+3,3%-2,2%US$ 37,3 B
SolanaUS$ 34,54+3,0%-10,3%US$ 11,8 B

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022.

Commodities

Confira os números das principais commodities hoje:

CommodityValor (US$)Oscilação
Ouro1.801,65+0,01%
Prata19,770+0,52%
Cobre3,5030-1,79%
Petróleo WTI107,94-0,45%
Petróleo Brent111,68-1,60%

Não deixe de acompanhar diariamente o Morning Call TheCap no seu celular, baixe o aplicativo do mercado financeiro gratuitamente agora!

Assim fechamos mais um Morning Call, bons investimentos a todos!

Informe o DDD + 9 dígitos