Nos Estados Unidos, os índices futuros das principais bolsas operam em baixa nesta segunda-feira (9), com os investidores cautelosos devido à alta inflação, embora o Federal Reserve (Fed) tenha aumentado as taxas de juros agressivamente.

O Federal Reserve (Fed) aumentou as taxas de juros em 50 pontos-bases, e o payroll de abril veio dentro do esperado pelos economistas consultados da Dow Jones, com a adição de 430.000 empregos às folhas de pagamento não-agrícolas.

O resultado do payroll de abril veio acima do esperado pelo mercado, refletindo a força do mercado de trabalho na maior economia do mundo e colocando o foco nos dados de inflação dos Estados Unidos, que devem sair no meio desta semana. Às 7h55 (horário de Brasília), o índice futuro de Dow Jones desvalorizava -1,66%, S&P 500 caía -1,98% e Nasdaq desvalorizava -2,49%.

Na Europa, as principais bolsas operam em baixa, acompanhando o sentimento global, à medida que as preocupações dos investidores com a inflação aumenta, e com atenção na guerra na Ucrânia.

Além disso, a aversão ao risco dos investidores europeus aumentaram após as ações caírem no final da última semana de negociação devido a uma derrota nos mercados dos EUA, com Wall Street registrando seu pior dia desde 2020 na quinta-feira. Às 8h34 (horário de Brasília), o índice IBEX 35 desvalorizava -0,90%, CAC 40 caía -2,09% e Euro Stoxx 50 desvalorizava -2,18%.

As bolsas asiáticas amanheceram em baixa nesta segunda-feira, à medida que os bloqueios de Covid-19 na China pioraram as perspectivas de crescimento econômico, e com os investidores preocupados com a inflação.

O iene japonês caiu brevemente para 131,34 em relação ao dólar, seu nível mais baixo em 20 anos. O Shanghai subiu 0,09%, aos 3.004,14 pontos, o Kospi desvalorizou -1,27% aos 2.610,81 pontos e o China A 50 caiu -1,23% aos 12.942,53 pontos.

No Brasil, o Ibovespa futuro com vencimento em junho, opera em baixa de -1,64% nos 104.546 pontos na manhã desta segunda-feira (9), acompanhando os mercados globais.

No mercado de juros futuros, a tendência é de alta, com os contratos futuros de DI valorizando. Às 9h19 (horário de Brasília), o DI futuro para janeiro de 2023 sobe 0,05 ponto a 13,40%, o DI futuro para janeiro de 2024 sobe 0,09 ponto a 13,18% e o DI futuro para janeiro de 2025 sobe 0,10 ponto a 12,64%.

No campo político, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lançou no sábado sua pré-candidatura a presidência da República. Em seu discurso, Lula evocou o legado deixado pelos seus governos e afirmou que sua causa é “restaurar a soberania do Brasil”.

Em outros mercados, os preços do petróleo operam em baixa nesta segunda-feira, pressionados pela alta do dólar e medidas restritivas por coronavírus na China. Às 8h22 (horário de Brasília), o petróleo tipo Brent caia -2,26% para US$ 109,85 o barril.

Agenda Econômica do Dia

Nos destaques econômicos dos Estados Unidos, no dia de hoje (9), às 11h00 será divulgado o os estoques no atacado mensal.

Na agenda doméstica, o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV Ibre) divulgou nesta segunda-feira (9), que a inflação medida pelo IPC-S desacelerou para 0,83% na primeira quadrissemana de maio de 2022 , e acumula alta de 10,64% nos últimos 12 meses.

De acordo com a pesquisa, o maior contribuinte para a desaceleração do IPC-S veio do grupo de habitação, com o menor preço da tarifa de eletricidade residencial, cujo preço variou -10,78%, ante -6,78% na edição anterior do IPC-S.

Dólar

O dólar comercial iniciou a sessão desta segunda-feira (9), com viés de alta de 1,21%, a R$ 5,137.

Pouco depois das 9h00 (horário de Brasília), o dólar era negociado aos R$ 5,136 para compra, e aos R$ 5,137 para venda.

A moeda norte-americana acumula uma valorização de 3,26% em maio e uma baixa de -7,83% no acumulado de 2022.

Melhores Ações para 2022: Encontre as Melhores Ações para Investir com Apenas 1 Clique.

Indicadores Econômicos

Confira os principais indicadores econômicos hoje:

IndicadorValor
DólarR$ 5,137
IPCA+1,62%
IGP-M+1,41%
CDI+0,175071%
Selic+12,75%
Poupança+0,667100%

Como Acompanhar o Mercado Financeiro? Baixe o Aplicativo com Análises de Especialistas

Preços das Criptomoedas Hoje

O valor do mercado global de criptomoedas agora é de US$ 1,53 trilhão, uma queda de -3,49% em relação ao último dia, de acordo com dados do CoinMarketCap.

O Bitcoin (BTC) foi negociado entre US$ 33,141 mil e US$ 34,857 mil nas últimas 24 horas. A partir das 09:00 (UTC) de hoje, o BTC está sendo negociado a US$ 33,664 mil, uma queda de -2,87%.

A maioria das principais criptomoedas por valor de mercado está sendo negociada em baixa. Os melhores desempenhos do mercado incluem FORTH , GAL e NEAR , com alta de 37%, 14% e 10%, respectivamente. Veja as cotações das principais criptomoedas hoje do Mercado:

IndicadorPreço24h7dCapitalização
BitcoinUS$ 33.005,80-5,3%-14,5%US$ 628,3 B
EthereumUS$ 2.385,34-7,3%-15,7%US$ 288,5 B
Binance CoinUS$ 330,16-7,8%-15,5%US$ 55,6 B
SolanaUS$ 71,43-9,8%-20,4%US$ 24,1 B

Qual Criptomoeda Comprar Hoje? Baixe Grátis o Relatório da Criptomoeda Promissora para 2022".

Commodities

Confira os números das principais commodities hoje:

CommodityValor (US$)Oscilação
Ouro1.857,50-1,33%
Prata21,746-2,78%
Cobre4,1333-3,13%
Petróleo WTI107,06-2,47%
Petróleo Brent109,85-2,26%

Não deixe de acompanhar diariamente o Morning Call TheCap no seu celular, baixe o aplicativo do mercado financeiro gratuitamente agora!

Assim fechamos mais um Morning Call, bons investimentos a todos!

Informe o DDD + 9 dígitos