O que é IBC-BR

IBC-BR é um indicador de crescimento econômico no Brasil, e tem a finalidade de auxiliar o Banco Central brasileiro a tomar decisões sobre a política monetária e da taxa básica de juros (Taxa Selic).

IBC-BR é a sigla para Índice de Atividade Econômica do Brasil e é muito utilizado para fazer uma projeção de crescimento econômico do país utilizando como base diversos fatores.

Até o ano de 2010, o IBC-BR era um índice que observava os índices econômicos das regiões brasileiras, mas a partir desse ano, começou a ser aplicado como uma medida nacional

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona o IBC-BR

O IBC-BR é calculado e projetado pelo BACEN na tentativa de traçar um crescimento econômico mais fiel à realidade do país. 

O principal objetivo do IBC-BR é monitorar a atividade econômica considerando as atividades industriais, que podem impactar diretamente o PIB (Produto Interno Bruto). 

De acordo com o IBC-BR, o Banco Central pode adotar medidas e tomar decisões na política monetária e nas taxas de juros com base em índices com metodologias sólidas. 

O IBC-BR é um importante indicador de controle da inflação, pois é por meio dele que é identificado o comportamento do crescimento econômico nacional, podendo ser comparado com os índices de outros períodos. 

Com essas informações em mãos, o Banco Central pode adotar medidas mais restritivas com a inflação aumentando a taxa de juros básica (Taxa Selic) com a finalidade de conter uma recessão econômica, por exemplo. 

O IBC-BR auxilia nos períodos de volatilidade do mercado financeiro, uma vez que analisa a saúde financeira do Brasil. 

Diferença entre PIB e IBC-BR

Apesar dos dois indicadores serem bastante similares, há grandes diferenças entre as metodologias aplicadas em cada um deles. 

Os pontos divergentes entre as duas metodologias são:

  • Cálculo: O PIB é mais complexo e demorado, pois considera informações como a produção brasileira, a demanda dos bens e produtos e entre outros indicadores. Enquanto o IBC-BR considera apenas a produtividade da indústria.
  • Periodicidade: Conforme citado, o PIB é um indicador que demora mais tempo para ser composto, geralmente é divulgado no final de cada trimestre. Em contrapartida, o IBC-BR é divulgado a cada 45 dias. 
  • Responsável: O IBC-BR é calculado e divulgado pelo próprio Banco Central, e o PIB é realizado pelo IBGE

Apesar de semelhantes, o Banco Central utiliza muito das projeções realizadas pelo IBC-BR, pois a análise dos últimos 45 dias tenta ser mais fiel ao real momento da economia nacional. 

IBC-BR e os investimentos

Para o mercado financeiro, o IBC-BR é uma importante ferramenta que auxilia na tomada de decisão dos investidores, pois pode dar uma ideia de como está a economia nacional e as possíveis medidas adotadas pelo Banco Central. 

Para os investidores na renda fixa, um IBC-BR em frequente queda, por exemplo, é um sinal de que o país está enfrentando uma recessão econômica e que provavelmente o Banco Central tomará medidas alterando a taxa de juros básica (Taxa Selic).

Muitos dos tipos de investimentos na renda fixa consideram as taxas de juros básicas como um principal parâmetro de rendimento, sendo assim um possível impacto no curto prazo. Alguns investimentos poderão render menos ou mais, dependendo das medidas adotadas. 

Para o investidor da renda variável o IBC-BR pode ser um importante parâmetro de volatilidade do mercado e um indicador de cenário econômico, sendo um fator de impacto nos investimentos. 

Nesse contexto, ressalta-se que a divulgação do IBC-BR pode alavancar ou reduzir os investimentos na renda variável, pois está diretamente relacionado com o fator de confiança de mercado dos investidores. 

Obviamente se o IBC-BR se mostrar em constante crescimento os investidores estão mais otimistas e ao contrário também é válido.