HTMX11: Fundo Imobiliário Hotel Maxinvest Vale a Pena?
| ,

HTMX11: Fundo Imobiliário Hotel Maxinvest Vale a Pena?

Conheça o Fundo Imobiliário Hotel Maxinvest (HTMX11): Dividendos, Rentabilidade, Subscrição e Riscos.

Por
Atualizado em 29/10/2020

Fundo Imobiliário Hotel Maxinvest (HTMX11) mantém suspensão de dividendos em maio. 

Embora a forte queda registrada em março tenha impactado todos os fundos imobiliários, os segmentos de shoppings e hotéis foram os mais afetados. 

Para o  fundo HTMX11, manter a suspensão dos rendimentos mensais se mostra a melhor alternativa. 

Em seu mais recente fato relevante (29 de maio), a administradora do Fundo explicou que a decisão ocorre devido às dificuldades e incertezas causadas pelo coronavírus no ramo hoteleiro. 

A administradora não descarta a possibilidade de uma distribuição semestral única, a depender dos resultados obtidos no período.    

Se você busca maneiras mais eficientes de ampliar seu capital e receber uma renda mensal isenta de IR, deve investir nos melhores fundos imobiliários, principalmente os FIIs que compõem o IFIX (índice dos FIIs listados em bolsa).

Por isso, conhecer as características do HTMX11 é fundamental!

Neste artigo, você entenderá: 

  • O que é HTMX11;
  • Rendimentos do HTMX11;
  • Resumo da Carteira do HTMX11;
  • Liquidez do HTMX11;
  • Principais riscos do HTMX11;
  • Se o HTMX11 vale a pena. 

Leia até o final e descubra se o Fundo Imobiliário Hotel Maxinvest (HTMX11) Vale a Pena e deve fazer parte de sua carteira de investimento! 

Quais os Melhores FIIs para 2021? Clique Aqui e Receba Dinheiro na Sua Conta Todos Meses.

O que é HTMX11 FII?

O código HTMX11 identifica o Fundo Imobiliário Hotel Maxinvest, administrado e gerido pela BTG Pactual.

Trata-se de um fundo do tipo tijolo, onde a maior parte dos recursos é investida em imóveis físicos. 

No HTMX11 o foco são os hotéis. Em sua carteira atual existem propriedades em 23 distintos hotéis localizados na cidade de São Paulo, SP. 

Iniciado em janeiro de 2007, o IPO do HTMX11 trouxe ao mercado cotas comercializadas a R$ 100 cada uma. 

Em maio de 2020, o patrimônio total do fundo era superior aos R$ 183 milhões.

Banner will be placed here

HTMX11 Rendimentos

O fundo HTMX11 não distribuiu dividendos nos meses de março, abril e maio de 2020 em razão da pandemia do coronavírus, que impactou fortemente os fundos de seu segmento. 

A BTG Pactual – administradora do fundo – explicou aos cotistas através dos fatos relevantes relacionados que, a depender do resultado dos imóveis, poderá ser feita uma distribuição única, de caráter semestral. 

Esse posicionamento austero visa proteger o patrimônio dos investidores. 

A última distribuição de rendimentos mensais do HTMX11 ocorreu em fevereiro/20, pelo valor de R$ 0,71, o que significa 0,49% sobre o valor de cota no fechamento do mês, que foi de R$ 155. 

A tabela abaixo mostra os rendimentos do fundo desde o início de 2018. Valores em Reais. 


JanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDez
20200,580,710,000,000,00






20191,080,580,771,071,600,640,620,550,931,040,980,47
20180,710,330,430,630,510,570,500,950,791,230,991,31

Fonte: Informes de Rendimentos. 

Entre junho/19 e maio/20 (12 meses) o fundo acumulou rendimentos de R$ 6,52, o que corresponde a 5,96% sobre o valor de cota no fechamento de maio/20 (R$ 109,45).  

O gráfico abaixo mostra a composição dos rendimentos mensais do HTMX11 desde maio de 2019. Valores em Reais. 

Rendimentos Mensais HTMX11
Rendimentos Mensais HTMX11. Fonte: Relatório Gerencial.

Quais os Melhores FIIs para 2021? Clique Aqui e Receba Dinheiro na Sua Conta Todos Meses.

Resumo da Carteira do HTMX11 

A carteira do HTMX11 é formada por 457 quartos (unidades hoteleiras) distribuídos em 23 hotéis situados na capital Paulista.

Entre os hotéis onde o HTMX11 investe estão grandes players do mercado nacional e internacional, como as redes Ibis, Estanplaza e Meliá.  

Seus recursos são maiormente destinados à hotéis de classe média alta. De acordo com a classe de ativos, sua carteira apresentava a seguinte composição em maio de 2020: 

  • Básicos (Budget): 4%
  • Acessíveis (Economic): 14%
  • Padrão Médio (Mid-Scale): 42%
  • Padrão Médio-Alto: 40%
Alocação de Ativos HTMX11
Alocação de Ativos HTMX11. Fonte: Relatório Gerencial.

Quanto à localização, a principal região de atuação do fundo é a Vila Olímpia – Itaim, região conhecida por ser dos principais eixos corporativos de São Paulo. 

De fato, a segunda região com maior concentração de ativos do HTMX11 é a Berrini, igualmente conhecida por seu potencial corporativo. 

Em relação à concentração da carteira por região, a posição do HTMX11 em maio/20 era a seguinte:

  • Vila Olímpia-Itaim: 46% 
  • Berrini: 33%
  • Paulista: 10%
  • Jardins: 4%
  • Chácara Santo Antônio: 3%
  • Moema-Congonhas: 2%
  • Ibirapuera: 2%
Alocação de Ativos HTMX11 por região
Alocação de Ativos HTMX11 por região. Fonte: Relatório Gerencial.

Resultados Operacionais HTMX11

Os hotéis presentes na carteira do HTMX11 registraram ocupação média de 60% em janeiro de 2020. Em 2019, o mês registrou ocupação média de 55%. 

Janeiro vem se mostrando com menor ocupação há já alguns anos, provavelmente devido às características dos hotéis, que são focados no fluxo corporativo. 

Em fevereiro, se notou uma elevação do percentual de ocupação, encerrando o mês com 65%. No ano anterior, a ocupação registrada no mês era de 69%. 

Março, o nefasto mês onde a pandemia do coronavírus se instalou e iniciou-se a quarentena, registrou queda significativa, fechando com 36% de ocupação, contra os 67% registrados no ano anterior. 

O gráfico abaixo mostra a taxa de ocupação média durante o primeiro trimestre de 2020. 

A imagem mostra ainda a evolução do valor da diária cobrada, em Reais.

Ocupação Média HTMX11
Ocupação Média HTMX11. Fonte: Relatório Gerencial.

A Receita por quarto disponível (RevPAR) registrada pelo fundo em janeiro foi de R$ 200 por dia. 

Em fevereiro, o montante subiu e finalizou em R$ 226/dia. Já em março, o valor caiu para R$ 142, conforme se vê na imagem abaixo.

RevPAR HTMX11
RevPAR HTMX11. Fonte: Relatório Gerencial.

O gráfico abaixo apresenta a variação da renda distribuída pelos hotéis que compõem a carteira do fundo. 

Cabe salientar que a distribuição de março/20 apresentou queda de 100% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

A perda substancial de receita ocorreu devido aos impactos do coronavírus, que afetou fortemente as operações hoteleiras. 

Receita Mensal por Unidade HTMX11
Receita Mensal por Unidade HTMX11. Fonte: Relatório Gerencial.

Ativos HTMX11

O Fundo Imobiliário HTMX11 possui 457 unidades hoteleiras em 23 hotéis na cidade de São Paulo, capital. 

A tabela abaixo mostra os detalhes sobre seus ativos. 

HotelUnidadesÁrea (m2)% receitas FII
Ibis Styles Faria Lima741.360,865,30%
Ibis São Paulo Morumbi561.008,0011,74%
Itaim São Paulo by Atlantica3456,000,18%
Estanplaza Funchal25790,376,27%
Nobile Paulista Prime10273,400,40%
Comfort Nova Paulista147,330,22%
Meliá Jardim Europa6230,962,24%
Ibis São Paulo Paulista5141,600,89%
Blue Tree Faria Lima8354,262,61%
Ibis Budget Paulista11203,522,46%
Tryp Berrini6197,470,48%
Tryp Iguatemi9259,023,27%
Wyndham Berrini9261,270,74%
Intercity Premium Ibirapuera4266,000,76%
Ibis Budget Jardins10262,981,42%
Estanplaza Nações Unidas5199,910,69%
Estanplaza Ibirapuera13399,501,97%
Intercity Nações Unidas9422,092,67%
Gran Estanplaza51885,1816,76%
Tryp Paulista21632,709,20%
Estanplaza Berrini20578,523,17%
Estanplaza Internacional401.112,747,78%
Staybridge Suites São Paulo613.472,0510,43%

Fonte: Informe Trimestral. 

Negociação e Liquidez HTMX11

Foram registradas 5.710 negociações do HTMX11 em maio de 2020, somando um volume de R$ 25,74 milhões. A média foi de R$ 261 mil por dia aproximadamente. 

Nos 12 meses anteriores, o total de negociações ascendeu a 78.503, totalizando um volume de R$ 113,81 milhões. 

A média mensal registrada no período foi de R$ 9,48 milhões ao mês. 

No gráfico abaixo veja a evolução das negociações do HTMX11 entre maio de 2019 e abril de 2020. A imagem mostra ainda a evolução do número de cotistas no período.

Negociação e Liquidez HTMX11
Negociação e Liquidez HTMX11. Fonte: Relatório Gerencial.

Riscos do HTMX11

Assim como outros fundos imobiliários, o HTMX11 apresenta certos riscos. Os principais riscos do VTLT são: Liquidez e riscos próprios do setor hoteleiro. 

Liquidez

O risco de liquidez se refere ao tempo necessário para a conversão de um papel em dinheiro. 

Os fundos imobiliários são constituídos como condomínio fechado, o que impossibilita o resgate antecipado de cotas.

A venda delas fica à mercê do mercado secundário que, no Brasil, nem sempre apresenta grande liquidez geral. 

O HTMX11 apresenta certa liquidez no mercado secundário na atualidade (aproximadamente R$ 261 mil ao dia em maio/20). 

Cabe ressaltar, porém, que  não existem garantias sobre o preço de venda, nem sobre o tempo para ela, mesmo quando o fundo mostra liquidez consistente. 

Riscos Próprios do Setor Hoteleiro

O setor hoteleiro apresenta certos riscos próprios, tais como: 

  • Redução dos incentivos governamentais, como divulgação do turismo;
  • Concorrência nacional e internacional de outros destinos;
  • Limitações na estrutura de infraestrutura de transporte;
  • Eventos intempestivos que afetem o mercado. 

Em todos os casos cabe a possibilidade de uma diminuição da rentabilidade ou rendimentos do fundo. 

Um exemplo recente é a pandemia do COVID19, que levou à paralisação das atividades hoteleiras. 

Especialmente em São Paulo, onde se localizam os ativos do fundo, a situação ainda agora (junho/20) é complexa e apresenta desafios. 

Quais os Melhores FIIs para 2021? Clique Aqui e Receba Dinheiro na Sua Conta Todos Meses.

Dados do HTMX11

Conheça agora os principais dados do fundo imobiliário HTMX11:

  • Razão Social: Fundo de Investimento Imobiliário Hotel Maxinvest
  • CNPJ: 08.706.065/0001-69
  • Administrador: BTG Pactual
  • Público Alvo: Investidores em Geral
  • Segmento: Renda Ativa – Hotel
  • Patrimônio Total  (04/2020): R$ 183.695.501,22
  • Taxa de Gerenciamento de Ativos: 0,30% ao ano sobre o valor dos imóveis
  • Taxa de Administração: 0,50% ao ano sobre o valor total de ativos
  • Taxa de Consultoria: 0,20% ao ano sobre o patrimônio líquido
  • Taxa de Performance: 20% sobre o lucro na venda dos imóveis
  • Início do Fundo: 07 de novembro de 2012
  • Quantidade de Emissões: 14
  • Número de Cotistas (04/2020): 20.969
  • Número de Cotas do HTMX11: 1.257.022
  • Regulamento do HTMX11
  • Relatório Gerencial  HTMX11
  • HTMX11 Site Oficial (RI)

HTMX11 Subscrição

A subscrição um direito do investidor de um fundo imobiliário. Ele assegura que o cotista possa manter seu percentual de participação no fundo ante uma nova emissão.

Na prática, o fundo emite novas cotas (geralmente a preço mais baixo) e o cotista tem a preferência na compra, sempre proporcional ao número atual de cotas que possuir do fundo.

Caso não queira usar o direito de subscrição, alguns fundos permitem que você venda esse direito através do home broker da sua corretora de valores.

As últimas emissões de cotas do HTMX11 foram destinadas apenas a investidores profissionais (Oferta ICVM 476). 

Em março de 2020 foi aprovada uma nova emissão (15ª). No entanto, devido aos impactos do coronavírus sobre o mercado, ainda não existe data prevista para que ela se torne efetiva. 

Dúvidas sobre HTMX11

Veja as dúvidas mais comuns sobre o HTMX11.

Como comprar HTMX11?

A compra de cotas do HTMX11 é feita através das corretoras de valores. Abrir sua conta em uma delas e transferir o montante que deseja investir para ela são os primeiros passos. 

Então, basta acessar o Home Broker, buscar o fundo pelo código (HTMX11) e selecionar o número de cotas e valor a pagar. 

Envie a ordem de compra e aguarde a confirmação. 

Onde achar o informe de rendimentos do HTMX11?

O informe de rendimentos do HTMX11 é disponibilizado pela gestora em seu site oficial

Onde achar o relatório gerencial do HTMX11?

O relatório do HTMX11 está disponível no site oficial do fundo. Além disso, você o encontra neste artigo, na seção Dados do HTMX11

Como declarar o fundo imobiliário HTMX11 no IR?

Para descobrir como declarar o fundo imobiliário HTMX11 no imposto de renda, consulte o artigo como declarar o imposto de renda sobre investimentos.

Quais os Melhores FIIs para 2021? Clique Aqui e Receba Dinheiro na Sua Conta Todos Meses.

HTMX11 Vale a Pena?

O fundo imobiliário HTMX11 investe em hotéis. Na atualidade, sua carteira apresenta 457 unidades (quartos), divididos entre 23 hotéis de São Paulo, capital. 

Ele está no mercado desde 2007, entregando resultados consistentes e atraentes para seus cotistas. 

Hoje, o fundo leva 3 meses sem distribuição  de dividendos: o mercado hoteleiro foi fortemente impactado pela recente pandemia e a posição austera frente a incerteza se justifica. 

O HTMX11 apresenta uma boa diversificação dentro de seu segmento e é gerido por instituição competente. Embora existam diversas taxas a pagar, o fundo se mantém competitivo nesse quesito. 

Dito isso, o HTMX11 é um bom fundo, que pode compor uma parte cautelosa de sua carteira. 

Lembre-se que é preciso manter o foco em uma alocação de ativos segura e de acordo com o seu perfil de investidor.

Descubra o seu perfil através deste teste online e receba uma sugestão de alocação para a sua carteira de investimentos.

Agora me conta uma coisa: Qual é o fundo imobiliário que quer conhecer melhor? 

Responda nos comentários! A próxima análise pode ser a que você pediu. 

Análise de FIIs

Disclaimer: Declaro que as informações contidas neste texto são públicas e que refletem única e exclusivamente a minha visão independente sobre a companhia, sem refletir a opinião do The Capital Advisor ou de seus controladores.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE