O que é Horário de negociação da bolsa

Horário de negociação da bolsa ocorre entre as 10h e as 17h entre os dias de segunda a sexta-feira. 

Entretanto, o horário pode ser alterado devido a horários de verão no hemisfério Norte ou feriados prolongados no Brasil. 

O investidor deve-se atentar ao calendário disponibilizado pela bolsa de valores brasileira (B3), no qual é detalhado os dias de abertura e fechamento assim como os demais horários de after-market.

O Horário de negociação da bolsa pode variar de acordo com o mercado escolhido pelo investidor, o mercado a vista, por exemplo, se inicia às 10 horas da manhã e às 16:55 é iniciado o call de fechamento e as 17 horas é o fechamento. 

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funciona o Horário de negociação da bolsa

Existem alguns momentos que o investidor deve entender antes de iniciar uma aplicação na renda variável, entre eles: 

  • Pré-abertura: são os 15 minutos antecedentes ao início das negociações e é feito o registro das ofertas de compra e venda, mas a efetivação das ordens são realizadas somente após o início do pregão. 

Nesse momento ocorre a formação de preço das ações e é um bom momento para avaliar tendências dos ativos financeiros e de previsão de sua performance naquele dia. 

As ofertas aplicadas na pré-abertura não podem ser canceladas, uma vez que isto afetaria diretamente nos valores do leilão das ações. 

  • Call de fechamento: ocorre nos últimos 5 minutos antes do fechamento do pregão do dia, para ser mais exato, entre as 16 horas e 55 minutos às 17 horas. 

Esses minutos são realizados as últimas ofertas de compra e venda do dia e assim é estabelecido o preço justo de fechamento das ações naquele dia. Vale ressaltar que nesse momento só participam as ações que fazem parte de algum índice da B3.

  • After-Market: é o momento que ocorre após o fechamento, como uma espécie de prorrogação que se inicia às 17 horas e 25 minutos e tem duração de 35 minutos, encerrando às 18 horas. 

Esse momento foi recentemente implementado dentro da bolsa de valores, pois se entendeu que há investidores que não conseguem operar no horário do pregão da bolsa (10h às 17h). 

Dessa forma, investidores médios e pequenos têm a oportunidade de realizar negociações após o horário comercial. 

Entretanto, ressalta-se algumas restrições para operar nesse período: 

  • A volatilidade dos preços não pode ser superior a 2% comparado ao fechamento de pregão normal;
  • O valor máximo permitido de negociação por CPF é de R$900 mil.

Atualmente, a B3 ampliou os instrumentos autorizados a negociação no after-market são eles: 

  • Todos os ativos de mercado a vista;
  • ETFs ou Fundos de Índices;
  • BDRs ou Brazilian Depositary Receipts, ou seja, opção de investimentos de empresas listadas no exterior;
  • Fundos de investimentos;
  • Termo, ou seja, opção de pagamento em datas futuras;
  • Bovespa Mais, consideradas empresas emergentes;
  • Mercado de balcão organizado.

As demais opções de investimentos possuem horários específicos como por exemplo opções de dólar futuro que não opera no after-market e suas negociações ocorrem entre as 9 horas da manhã ás 18 horas. 

Cada futuro de commodity tem seus próprios horários e muitas vezes se aproximam dos horários comerciais, e, portanto, é importante ficar atento ao site da B3 e a possíveis mudanças de horários de acordo com o horário de verão etc. 

Horário de negociação da bolsa e os investidores

Tão importante é compreender os tipos de investimentos é necessário entender seus meios de funcionamento e seus horários de negociações com a finalidade de identificar as melhores oportunidades de retorno.

Vale ressaltar que o investidor deve-se programar para operar na renda variável, incluindo desde os horários de negociação ao capital total investido em cada ativo de sua carteira.