O que é Heurística

Heurística

O que é Heurística. Entenda melhor o conceito de Heurística e descubra sua importância!

O que é Heurística

Heurística é uma estratégia para tomada de decisões, uma busca pela compreensão dos processos que levam nós seres humanos a escolher respostas mais adequadas. 

A Heurística é um estudo que tenta entender quais atitudes nos levam a escolher um determinado investimento, por exemplo. 

Outro importante ponto da Heurística está em definir os limites das escolhas, garantindo que as estratégias adotadas possam nos levar para os melhores caminhos de investimentos. 

Banner will be placed here

Como funciona a Heurística

De acordo com especialistas na área, os seres humanos têm tendência sistemática de violar a racionalidade em momentos de escolha, em outras palavras podemos tomar decisões baseadas nos sentimentos emocionais. 

As escolhas baseadas nas emoções são tendenciosas aos erros e nos atrapalham na hora de tomar decisões no “calor do momento”. 

Tentando entender como tudo isso funciona dentro da mente humana, os especialistas definiram estratégias na tentativa de driblar esses problemas, essa ciência ficou conhecida como finanças comportamentais. 

A Heurística e os investimentos

No mundo dos investimentos existem milhares de desafios, um deles é a tomada de decisão do investidor, o que ele faz para tomar essas decisões e como lidar com o gerenciamento de risco são pontos importantes para a Heurística. 

Dentro do universo de investimento alguns tipos são mais arriscados, como a renda variável, e soma-se ao fato de tomar decisões racionais na tentativa de amenizar prejuízos. 

Os estudos de finanças comportamentais revelaram que há atalhos mentais armazenados em nosso inconsciente que impactam diretamente em nossas decisões e que podem nos levar aos erros e consequentemente a prejuízos. 

A finanças comportamentais nos mostra que os atalhos mentais mais encontrados nos investidores são: 

  • A ancoragem: não avalia corretamente os critérios que determinam os preços;
  • A contabilidade do Investidor: a forma como o investidor organiza e aplica seu dinheiro, não tendo a visão sistêmica da carteira como um todo;
  • A falácia de Monte Carlo: a dificuldade de compreender a influência dos fatores e sua interdependência; 
  • O efeito dotação: o pensamento de supervalorização dos ativos que possuem 
  • A perda: não associação das perdas a atitudes que se toma;
  • A confirmação: considera afirmações que estão de acordo com seus pensamentos e sentimentos;
  • A confiança: o excesso de confiança pode deixar o investidor cego para outras oportunidades e até mesmo não permitir compreender outros perigos do seu investimento;
  • O Hábito: oposição frente a mudanças de hábitos e cenários;
  • O Efeito de Manada: tomar decisões com base nas escolhas de um grupo.

De acordo com os estudos, os seres humanos têm dificuldades de analisar probabilidades e dados estatísticos na hora de tomar decisões e são facilmente levados para uma análise mais sujeita a emoções.  

Segundos os pesquisadores da Heurística, podemos agrupar as situações que nos levam a tomar decisões em tipos de heurística, são elas: 

  • Take the best: de decisão é tomada por um único motivo
  • Julgamento: nesse contexto o tomar decide de acordo com a sua interpretação do contexto
  • Afeto: crenças e simpatias que norteiam as escolhas
  • Disponibilidade: define a probabilidade de um evento correr com base nas situações em que se lembra de um evento similar.
  • Representatividade: uso da intuição na tomada de decisão
  • Avaliabilidade: avalia determinados fatores e toma decisão com base nelas, mas em um contexto individual. 
  • Tallying ou trade-off: analisa vários cenários, porém traz mais dados e exemplo concentro do cenário em que tende a escolher. 
  • Reconhecimento: usa a memória para reconhecer fatos e situações. 

Compreender e estudar o comportamento humano frente às finanças é conhecer todas as ferramentas e poder aplicá-las em decisões mais inteligentes e que nos levará a menores prejuízos.Tão importante quanto conhecer esses tipos de heurística e os atalhos mentais que nos levam a decidir um investimento também é importante conhecer o perfil de investidor e quais objetivos temos para o investimento.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE