Hapvida (HAPV3): Atendimentos por Covid Registram Recuo
| ,

Hapvida (HAPV3): Atendimentos por Covid Registram Recuo

Segundo a Hapvida, os números de atendimentos e internações por covid-19, indicam que a segunda onda está perdendo força.

Por
Atualizado em 29/06/2021

A Hapvida (HAPV3) divulgou na noite desta segunda-feira, 28, um comunicado com atualizações sobre o impacto da covid-19 e as ações adotadas pela companhia.

Segundo o documento, a empresa tem percebido nas últimas semanas uma redução significativa de atendimentos e internações nas regiões onde atua, após o período crítico que começou no final de 2020, especificamente na cidade de Manaus (AM), e se alastrou para as outras cidades e regiões do País.

Os números de atendimentos e internações relacionadas às síndromes respiratórias, incluindo covid-19, indicam que a segunda onda está perdendo força.

Banner will be placed here

O pico de atendimentos, no dia 8 de março deste ano, atingiu 5.975 consultas de emergência. E o pico de internações, com 237 admissões, foi atingido em 15 de março.

De acordo com a Hapvida, em todas as regiões de atuação da companhia, a segunda onda atingiu níveis mais altos do que a primeira.

Agora, em algumas capitais de Estados das regiões Norte e Nordeste, como Manaus (AM), Belém (PA), Fortaleza (CE), Recife (PB) e Salvador (BA), tanto as curvas de casos de pacientes atendidos nas emergências quanto de pacientes admitidos à internação com suspeita da covid-19 já recuaram.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

No interior do Estado de São Paulo, que foi atingido mais tardiamente pela segunda onda da pandemia, há tendência de queda no número de atendimento e internações.

E em Goiânia (GO), os atendimentos e internações apresentam certa estabilidade nas últimas semanas.

A companhia afirma que para a segunda onda havia ampliado a infraestrutura assistencial com um total de 1.567 leitos exclusivos para hospitalizações por covid-19 ao final de março e contratou nos últimos meses cerca de 3 mil profissionais.

Nas cidades onde a fase mais aguda já passou, a empresa começa a desmobilização de equipes e equipamentos.

Mas mantém certa capacidade adicional para eventual caso de um repique de internações.

Melhores Negócios para Investir Hoje? Veja as 3 Empresas com Maior Potencial de Valorização na Bolsa.

Com relação aos procedimentos cirúrgicos eletivos, a empresa afirma que estão sendo realizados normalmente em praticamente todas as regiões e na rede própria o volume de consultas e exames eletivos estão em níveis similares àqueles do período pré-pandêmico.

A Hapvida diz ainda que mantém os investimentos na tecnologia voltada ao atendimento digital (telemedicina), que se mostrou bem-sucedida e foi avaliada pelos usuários como a melhor do Brasil.

Resultado da Hapvida no Primeiro Trimestre de 2021

O resultado da Hapvida (HAPV3) no primeiro trimestre de 2021 (1t21), divulgado no dia 13 de maio, apresentou um lucro líquido de R$ 151,8 milhões no 1T21, uma baixa de -7,8% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

O Ebitda da Hapvida atingiu R$ 466,8 milhões no 1T21, apresentando crescimento de -0,2% na comparação com o 1T20.

A Margem Ebitda da Hapvida totalizou 20,1% no 1T21, apresentando retração de -2,4 pontos percentuais na comparação com o 1T20. 

A Margem Líquida da Hapvida atingiu 6,5% no 1T21, apresentando retração de -1,4 pontos percentuais na comparação com o 1T20.

As ações da Hapvida (HAPV3) acumulam alta de 1,17% na bolsa de valores nos últimos 7 dias e alta de 27,50 nos últimos 12 meses.

Notícias do Mercado Financeiro

Fonte: Estadão Conteúdo.

O Que Ler Agora...

Mostrar Mais

PUBLICIDADE
[Nova]
[Nova]