O que é Green Bonds

Green Bonds é um termo utilizado para títulos de renda fixa que financiam projetos que priorizam a sustentabilidade em relação ao meio ambiente e à sociedade. 

 Green Bonds pode ser traduzido como Títulos Verdes em português.

Os títulos Verdes são emitidos para projetos relacionados ao meio ambiente e passam por uma consultoria e auditoria sempre que possível para certificar que o recurso arrecadado dos investimentos está de acordo com o objetivo da emissão do título. 

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Como funcionam os Green Bonds

Os títulos verdes são emitidos no Brasil por duas instituições: a Febraban (Federação Brasileira de Bancos e o CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável). 

De acordo com a Febraban os projetos ambientais e sociais devem cumprir alguns requisitos a mais dos títulos de dívida comuns, são eles: 

  • Recursos destinados a projetos Verdes
  • Rotulados como verdes e promovidos dessa forma junto aos investidores
  • Transparência e documentação sobre o uso do recurso financeiro
  • Credenciais verdes dos projetos recebem avaliação externa

Os títulos verdes destinam seus recursos a diversos tipos de projetos socioambientais como por exemplo: 

  • Energia renovável
  • Eficiência energética, 
  • Prevenção e controle da poluição 
  • Transporte limpo 
  • Adaptação às mudanças climáticas 

A maior parte dos projetos são da temática de mudanças climáticas, por isso são chamados também como títulos climáticos

Conforme descrito anteriormente, todos os títulos passam por uma consultoria e auditoria periódica dos projetos o que encarece o processo de emissão de títulos verdes. Entretanto, em alguns países há um incentivo fiscal que viabiliza a emissão dos títulos. 

Investimentos em Green Bonds

A agenda 2030 da ONU (Organizações das Nações Unidas) estabeleceu em 2015, 17 objetivos para o desenvolvimento sustentável do planeta, entre eles os objetivos de Energia Limpa e Acessível (7º objetivo) e o Ação Contra a Mudança Climática (13º objetivo). 

Nesse contexto, diversas empresas pautaram suas ações baseadas nesses objetivos, dessa forma, esperasse que nos próximos anos tenhamos um grande aumento de investimentos nesses tipos de projetos.  

Outra pauta que vem para somar, é o ESG, do termo inglês Meio Ambiente, Social e Governança Corporativa, que avalia as empresas de acordo com seus impactos e desempenhos nas áreas citadas. 

As empresas que priorizam suas condutas em meio ambiente, social e de governança estão atraindo mais investidores que aprovam essas ideias e gostariam de investir nisso. 

Há uma forte tendência dos títulos verdes tanto no mercado nacional quanto no internacional, e claro, que existem investidores interessados e atentos a essas empresas esperando um excelente retorno nos próximos anos.

No Brasil, há uma grande expectativa de emissão de títulos no agronegócio, setor florestal e no setor de energia e ainda estamos apenas no começo, desde 2015 foram mais de 50 títulos emitidos no país. 

História dos Green Bonds

O primeiro título green bond emitido foi em 2007 pelo Banco de Investimento Europeu (EIB) com o objetivo de captar recursos para projetos de mudanças climáticas. 

A década de 2010 foi marcada pelos amplos investimentos em fundos de títulos verdes nos Estados Unidos, mas foi em 2012 que houve um aumento significativo desses títulos em outros países. 

O “boom” de emissão de títulos verdes em diversos países como na China, União Europeia e Estados Unidos ocorreu em 2016. 

No ano seguinte, a França emitiu seu primeiro título soberano de venda de 7 bilhões de euros para financiar sua transição energética nos próximos 22 anos. 

E em 2018 os projetos de energia renovável, eficiência energética e transporte limpo representaram 69% dos setores na carteira de projetos de títulos verdes. 

O Brasil mais que dobrou o valor de emissão de títulos verdes, em 2019 era de US $2,2 bilhões e atualmente soma mais de US $5,3 bilhões em 37 operações de títulos. 

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é Green Bonds, consulte o artigo completo sobre Green Bonds.