O que é Giro de Estoque?

Giro de Estoque é um termo utilizado para denominar quantas vezes o estoque de uma empresa “girou por completo”. Ou seja, quantas vezes ocorreram a renovação do estoque em um determinado período.

Como Saber a Hora de Entrar e Sair dos Investimentos? GI Wealth faz Gestão para Investimentos Superior a R$ 300 mil.

Por exemplo: ao realizar o cálculo para descobrir o Giro de Estoque de uma empresa, o resultado é de três em um período de um mês.

Isso significa que a empresa está conseguindo renovar o seu estoque três vezes em um mês. Agora se o resultado fosse inferior a um, então a empresa não conseguiria renovar o estoque nem uma vez dentro de um mês.

É importante destacar que o período para fazer o Giro de Estoque não precisa ser necessariamente de um mês, pode ser qualquer período.

Outro ponto importante é o estoque em si. O cálculo do Giro de Estoque pode ser desenvolvido com qualquer estoque.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Giro de Estoque na Prática

O cálculo para descobrir qual é o Giro de Estoque de uma empresa é bem simples. Para conseguir fazer a fórmula, o interessado precisa da quantidade de unidades vendidas dentro de um período, além dos valores iniciais do estoque e do valor final.

Por exemplo: vamos supor que a empresa esteja vendendo computadores e no mês, a mesma vendeu 50 unidades.

No início do mês a empresa tinha 30 unidades e ao final do mês a companhia registrou um estoque de 40 computadores.

Antes de descobrir qual é o Giro de Estoque, é preciso descobrir o volume médio do estoque. Para isso nós vamos somar o valor inicial e o valor final e dividir o resultado por dois.

O resultado é de 35. Agora para descobrir o Giro de Estoque nós vamos dividir a quantidade de vendas pelo volume médio do estoque.

O resultado deste cálculo é de 1,42. Ou seja, o estoque da empresa girou mais de uma vez ao longo do mês.

Se ao invés de vender 50 computadores a empresa vendesse 20, o resultado seria pior, o giro seria inferior a um.

Importância do Giro de Estoque

Por mais que o Giro de estoque não seja a única forma de análise, o mesmo é relevante como indicador.

Como já visto, o Giro de Estoque pode sinalizar se a empresa está ou não conseguindo renovar o estoque.

Naturalmente, quanto mais giros, melhor. Se uma firma consegue renovar seu estoque cinco vezes ao longo de um mês, isso significa que a companhia está vendendo.

Mas, se a empresa não consegue renovar se quer uma vez o estoque, então é evidente que os produtos estão ficando na empresa.

O fato de não vender pode gerar vários problemas, como a perda do estoque (dependendo se ele tem vencimento, ou se ele pode ficar desatualizado com o tempo) além dos custos da própria manutenção. Por isso, a métrica do Giro de Estoque é importante.

Benefícios do Giro de Estoque

Para uma empresa que está tentando reduzir custos e melhorar as margens, analisar o custo de estoque é algo essencial.

Uma empresa que está conseguindo girar bastante o estoque pode estar alcançando ótimos resultados, porém, se o resultado não está chegando, uma das causas, pode ser às margens pequenas.

Como o preço está baixo, as vendas ocorrem em grande quantidade, porém, a margem pode estar comprometendo a empresa.

Por outro lado, caso o estoque esteja girando pouco, ou menos do que uma vez por mês, ou o estoque está elevado, ou as vendas não estão ocorrendo.

Em uma situação assim, a empresa pode estar tendo dificuldades com os preços ou com a compra exagerada de produtos.