O acordo prevê o desenvolvimento, construção e locação de dois imóveis no Estado de São Paulo, com pagamento de aluguel provisório durante o período de obras.

A gestora TRX (TRXF11), especializada em fundos imobiliários, fechou contrato sob modelo de "built to suit" [de construção para locação] com a BMB Material de Construção, empresa controlada pela Leroy Merlin, num valor estimado de R$ 135 milhões.

Os imóveis serão lojas varejistas e atacadistas de material de construção, operadas pela BMB com a bandeira Obramax, com locação pelo prazo de 20 anos a partir da inauguração das unidades.

Há penalidade por rescisão antecipada equivalente ao saldo devedor integral de cada contrato, sem possibilidade de ação revisional de aluguel durante o prazo de vigência inicial. A garantia locatícia na modalidade de fiança é da própria Leroy Merlin.

→ Como Ganhar Dinheiro com Imóveis? Veja os 3 Melhores Fundos Imobiliários para Lucrar todos Meses

Com a aquisição, o fundo passa a ser proprietário de 50 imóveis ocupados por marcas como Pão de Açúcar, BIG, Assaí e Sodimac, além de um centro de distribuição, somando aproximadamente R$ 2 bilhões investidos em imóveis em mais de 30 cidades brasileiras.

Para acomodar o novo investimento, uma oferta subsequente de cotas do fundo imobiliário TRXF11 deve ser estruturada. O patrimônio líquido do portfólio soma hoje R$ 712,7 milhões, com 43 mil cotistas.

→ Como Ganhar Dinheiro com Imóveis? Veja os 3 Melhores Fundos Imobiliários para Lucrar todos Meses

Na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) há hoje em análise mais de uma dezena de operações, totalizando R$ 1,894 bilhão.

Fonte: Valor Econômico.