O que é Geração Z

Geração Z é o nome dado às pessoas que nasceram ao fim da década de 90. Aqueles que fazem parte da Geração Z costumam ter pais da Geração X.

Os nascidos ao fim da década de 90 são os sucessores da Geração Y. Dentre algumas características que permeiam a Geração Z nós temos as seguintes:

  • Internet como principal meio de comunicação;
  • Grande utilização de aparelhos celulares como os smartphones;
  • Ampla utilização de redes sociais;
  • Trabalho virtual, inclusive através de plataformas, como Youtube;
  • Geração mais consciente com relação à natureza e preservação;
  • A Geração Z também sofre com alguns transtornos psicológicos, como o Burnout.

Existe ainda uma série de outras características que poderiam ser facilmente associadas à Geração Z. Em resumo, a Geração Z é muito mais ligada à tecnologia e às redes sociais.

Ficou na Dúvida Sobre Investimentos? Baixe Grátis o Dicionário do Investidor.

Contexto histórico da Geração Z

Dentro da história mais recente a Geração Z vivenciou várias mudanças e fatos relevantes, como é o caso da:

  • Guerra ao Terror (Invasão dos Estados Unidos e países aliados ao Afeganistão e Iraque);
  • Ataque terrorista às torres gêmeas (World Trade Centre, USA);
  • Crise hipotecária norte-americana de 2008;
  • Guerra Civil na Síria;
  • Surtos provocados por alguns vírus, como é o caso do Zika, SARS, gripe A, Ebola e MERS;
  • Recessão econômica brasileira iniciada em meados de 2010;
  • Aumento da preocupação com o efeito estufa e demais problemas naturais (aumento da consciência ecológica).

Ainda existem vários outros fatos que poderiam estar incluídos aqui, mas com certeza, os citados fizeram parte do crescimento da Geração Z e assim, serviram de pano de fundo para ilustrar a realidade de tal geração.

Atuação da Geração Z

Por ser uma geração mais ligada aos computadores, smartphones e demais tecnologias, aqueles que têm a oportunidade de trabalhar com tais ferramentas acabam desenvolvendo mais aptidões em áreas que têm a inclusão de tecnologia.

As redes sociais e a internet em geral também estão mais presentes na Geração Z, em comparação com as demais gerações.

Outro fator que chama atenção é com relação aos produtos que a Geração Z consome. Como a geração tem, por característica, uma visão mais ecológica e ligada com a inclusão social, empresas que conseguem trabalhar bem essa imagem, têm mais prestígio com a geração.

Desse modo, dá para dizer que companhias que se utilizam de más práticas, acabam sendo pouco prestigiadas.

Com relação a eventuais problemas que a Geração Z pode ter, nós temos as síndromes de FOMO (Fear of Missing Out) e FOBO (Fear of Better Options).

Em português, as síndromes são denominadas de: Medo de ficar de fora e Medo de uma opção melhor, respectivamente. Ambos os transtornos têm a ansiedade como influência.

Geração Z e o Consumo

Atualmente, no mundo, a Geração Z representa mais de 32% da população consumidora, ou seja, dentre todas as gerações, a Z é aquela que mais está presente no consumo.

Observando isso, fica claro que existe uma tendência natural que as características da Geração Z sejam convertidas em campanhas publicitárias com o intuito de aproximar os produtos dos clientes.

Questões como valores e qualidade dos produtos ainda são importantes, mas a Geração Z vem dando mais prioridade a preservação ecológica e inclusão social.

Uma empresa que sabe trabalhar as diferentes formas de publicidade, através de banners, internet, redes sociais e televisão, também terá mais formas de conseguir se aproximar da Geração Z.